História O filho da minha madrasta - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 38
Palavras 1.676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Espero que gostem!!
Obs: Eu também escrevo essa história no wattpad.

Capítulo 1 - Casamento!!


Fanfic / Fanfiction O filho da minha madrasta - Capítulo 1 - Casamento!!

Meu nome é Gabriela Albuquerque e eu tenho 16 anos, tenho o cabelo castanho, ondulado e comprido, meus olhos são de um preto extremamente escuro e tenho um corpo que posso dizer que é bem bonito.  

Minha mãe morreu quando eu tinha 7 anos em um acidente de carro e desde então eu moro com o meu pai Carlos. Meu pai é bem jovem pois ele e minha mãe me tiveram bem cedo, ele tem o cabelo e a barba castanho e os olhos da mesma cor.

Poucas vezes vi meu pai com outras mulheres mas há um ano ele começou a namorar com a Marcia, uma mulher muito legal, cabelos ondulados na altura dos ombros loiro e os olhos azuis acinzentados. Eles decidiram se casar e depois do casamento a Marcia e o filho dela, que eu ainda não conheço e só vou conhecer no casamento, vão vir morar comigo e com meu pai.

                        ***

Carlos: Filha, acorda!! - meu pai me chama abrindo a janela do quarto - O Arthur tá lá em baixo.

Eu: Manda ele subir - digo me sentado na cama.

  O Arthur é o meu melhor amigo é filho do sócio do meu pai, nós temos uma liberdade bem grande um com o outro do estilo me troco na frente dele sem nenhum problema. Ele tem o cabelo e os olhos castanho e um lindo tanquinho kkkk.

Arthur: bom dia princesa!! - ele diz deitando na minha cama.

Eu: bom dia príncipe! - digo dando um selinho nele, muita gente estranha a gente dar selinho  e dizer que somos só amigos mas é uma coisa nossa, desde pequenos fazemos isso sem nenhuma outra intenção.

Arthur: Vamos no shopping agora?

Eu: Vamos, tenho que pegar o vestido pro casamento, é amanhã - digo entrando no banheiro - Já pegou o terno?

Arthur: Vou pegar hoje.

Eu: Ok - falo pegando uma roupa no closet.

  Boto minha roupa em cima da cama, tiro o pijama e coloco uma lingerie azul bebê.

Arthur: Está ansiosa com o casamento do tio Carlos?

Eu: Muito - digo colocando um short jeans claro de cintura alta, uma blusa azul marinho de alcinha, uma sapatilha preta e um colar de coração prateado - pega minha bolsinha preta por favor - falo em quanto passo um batom rosa e um rímel.

Arthur: Toma - ele diz me entregando a bolsa preta.

Eu: Obrigada... já tomou café?

Arthur: Vim tomar aqui - ele fala rindo.

Eu: Então vamos - digo rindo junto.

  Descemos pra cozinha onde a Joana, minha empregada, tinha arrumado a mesa do café.

Eu: Bom dia Joana - digo me sentado na mesa.

Arthur: Bom dia Joana.

Joana: Bom dia crianças - diz colocando um pedaço de bolo nos nossos pratos.

Eu: Joana, pode avisar pro José que eu preciso que ele nos levar no shopping agora?

Joana: Claro minha querida, vou avisar agora mesmo - ela diz saindo pra garagem.

Arthur: Vai conhecer teu irmão amanhã - ele fala rindo e fazendo aspas na palavra irmão.

Eu: A Marcia e o meu pai estão juntos há um ano e eu nunca vi essa criatura.

Arthur: Mas a partir de amanhã você vai ver ele todo dia - fala rindo.

Eu: Nem me fala nisso, ter que morar com alguém que eu nunca vi na vida, nem em fotos - falo dando uma garfada no bolo - falando nisso, é bem estranho a Marcia nunca ter mostrado uma foto dele pra mim.

Arthur: Verdade... mas por que ele nunca veio aqui mesmo?

Eu: Não sei, ele mora em San Diego com a avó e sempre que a Marcia vinha de lá pra cá ele tinha aula e não vinha e nas férias eu não sei por que...

Arthur: Hum...

Joana: O José está esperando no carro - diz recolhendo os nosso pratos.

  Escovamos os dentes e fomos pro carro. Assim que chegamos no shopping vamos direto na loja de roupas de festa onde a minha estilista tinha feito o meu vestido e o Arthur tinha encomendado o terno. Pegamos as roupas e levamos pro carro pra gente poder continuar passeando no shopping.

Arthur: Vamos onde agora?

Eu: Eu tenho que comprar o sapato, não se importa de passarmos na loja?

Arthur: Claro que não, vamos lá - diz passando o braço em torno do meu pescoço.

  Vamos pra loja de sapatos, compro um salto e o Arthur um sapato social novo.

Arthur: E agora, onde vamos?

Eu: Seria muita exploração pedir pra tu ir comigo comprar maquiagem? - falo fazendo carinha de cachorrinho que caiu do caminhão de mudanças - Por favor!!

Arthur: Eu faço tudo por você né - diz rindo - Até comprar maquiagem...

Eu: Já falei que eu te amo? - falo rindo.

  Compramos maquiagem e aproveito e compro uma bolsa nova.

Arthur: O que falta comprar - pergunta rindo.

Eu: Nada... - rio junto - Agora nós vamos comer!!!

Arthur: Eba!!! - diz batendo palma - Mcdonalds?

Eu: Mcdonalds!!!!

  Vamos pra praça de alimentação e pedimos o nosso lanche.

Arthur: O que vamos fazer a tarde?

Eu: Podemos tomar banho de piscina lá em casa.

Arthur: Pode ser.

  Depois de comermos vamos pra casa almoçar e depois ficamos na piscina.

Arthur: Vamos passear com a Lola e o Jack?

  Lola e Jack são meus dois husky siberianos, eles são lindos, os tenho desde que nasceram há 5 anos.

Eu: Vamos!!

  Tomamos banho nos vestimos e saímos pra passear com os cachorros.

Eu: Tu vai dormir la em casa hoje né?

Arthur: Vou? - pergunta rindo.

Eu: Vai - digo rindo.

Arthur: Ok então..

Eu: Ai tu já se arruma lá em casa.

Arthur: Tudo bem.

  Chegamos em casa jantamos e fomos pro quarto.

Eu: Tem um pijama teu to meu closet, quarta gaveta de baixo pra cima.

Arthur: Ok.

  Coloco minha camisola e deito na cama, logo o Arthur deita no meu lado e eu deito minha cabeça no peito dele e ele fica fazendo cafuné.

Arthur: Pensando como vai ser depois de amanhã?

Eu: Sim, vai mudar bastante coisa, a Marcia e o filho dela vão mudar pra cá e eu nunca sequer troquei uma palavra com ele e agora vou ter que dividir a casa com ele...

Arthur: Calma princesa, vai ficar tudo bem... eu vou tá aqui com você...

Eu: Você é a melhor pessoa do mundo sabia?

Arthur: Eu sei, todos me amam..

Eu: Convencido-  digo é nós rimos, logo depois acabamos dormindo.

  Vai ser um dia cheio amanhã...

                            ***

Joana: Crianças, acordem... - Joana nos acorda com uma bandeja de café da manhã.

Eu: Café na cama... que maravilha - pego a bandeja rindo - Obrigada Joana.

Arthur: Você é demais Joana - diz a abraçando.

Joana: Vocês são uma figuras - diz rindo - Não vão passar o dia no quarto por que eu tenho que arrumar a casa toda e aqui também para a vinda da Dona Marcia e o filho dela.

Eu: Vou ser expulsa do meu próprio quarto? - falo com um falso ar de indignação.

Joana: Vai... - diz rindo - Vocês dois, terminem o café se arrumem e vão passear.

Eu: Ok xerife - falo fazendo ela rir.

Joana: O casamento é as 17:00 não se esqueça.

Eu: Não vou me esquecer.

  Tomamos o café e nos vestimos. Coloco uma regata vermelha, um short jeans claro, uma sapatilha vermelha e um colar de coração prateado.

  Saímos de casa e ficamos passeando por uma praça perto de casa. Nos deitamos na grama e ficamos olhando as nuvens.

Arthur: Aquela ali parece um dinossauro - fala apontando pro céu.

Eu: E aquela um coelho - dou um longo suspiro.

Arthur: Ainda preocupada com o casamento?

Eu: Um pouco...

Arthur: Vai ficar tudo bem, eu prometo - dou um sorriso e ele retribui - Que horas são?

Eu: 12:16 - digo olhando o horário no celular.

Arthur: Vamos pra casa? O almoço deve estar pronto.

Eu: Vamos.

  Vamos pra casa, almoçamos e ficamos vendo TV na sala até as 15 horas.

Eu: Vou tomar um banho e começar a me arrumar.

Arthur: Vou ficar no quarto com você, tu sabe que eu adoro ver você se arrumando né? - pergunta rindo.

Eu: Sei - falo rindo.

  Subimos pro quarto, vou pro banho e o Arthur fica deitado na cama mexendo no celular.

  Tomo banho, me depilo e saio do quarto de toalha pego uma lingerie amarela e a visto, começo a passar hidratante no corpo.

Arthur: Como você consegue ser tão linda em?

Eu: É a prática - digo rindo com ele.

  Coloco um vestido vermelho de renda justo até o joelho com um decote v, um salto alto vermelho, um brinco dourado e vários anéis simples dourados. Passo um batom vermelho, faço um delineado gatinho e passo uma sombra marrom, faço um penteado simples pego uma mecha de cada lado faço uma trança em cada uma e junto às finalizo fazendo algumas ondas no cabelo.

Arthur: A Marcia que me desculpe mas com toda certeza a mulher mais linda da festa está aqui na minha frente - diz me abraçando por trás.

  Ele já estava pronto, e muito lindo por sinal, estava com um terno preto é uma gravata vermelha do mesmo tom do meu vestido.

Eu: Estou bem mesmo?

Arthur: Bem??!! - fala fingindo estar espantado - Você está maravilhosa!!!

Eu: Obrigada - digo rindo - Estamos combinando - falo arrumando a gravata dele.

Arthur: Verdade - diz rindo - Está pronta?

Eu: Só passar o perfume.

  Passo perfume, pego minha bolsa dourada e eu e o Arthur descemos pra sala onde a Joana nos esperava.

Joana: Meu Deus como você está linda minha querida - ela diz com as mãos no rosto com cara de espantada.

Eu: Obrigada Joana, você também está linda.

Joana: Obrigada, e você está um gato Arthur.

Arthur: Muito obrigado minha cara madame - diz fazendo reverência.

Joana: É uma figura mesmo - diz rindo - O José está nos esperando lá fora e o seu pai já está na igreja, vamos?

Eu e Arthur: Vamos!!

                            ***

  Chegamos na igreja e nos sentamos no primeiro banco, nem falei com meu pai pois logo a Marcia chegou na igreja, ela estava linda, eu olhava pela igreja tentando adivinhar quem era o filho da Marcia mas não via ninguém.

  Assim que a cerimônia acabou eu, o Arthur, a Joana e o José fomos pro carro em direção a onde seria a festa. Deixei pra falar com o meu pai e a Marcia la pois na igreja estava muito cheio...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...