História O filho da minha madrasta (Pausado) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 42
Palavras 1.874
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem ❤❤

Capítulo 2 - Idiota!!


Fanfic / Fanfiction O filho da minha madrasta (Pausado) - Capítulo 2 - Idiota!!

Estava um trânsito horrível então demoramos uns 25 minutos pra chegar no local da festa. Assim que o José estaciona o carro e nós saímos percebo que a limusine que dos noivos já está aqui.

  Agarro o braço do Arthur e entramos no salão. A Joana e o José vão para a nossa mesa e eu e o Arthur vamos em busca do meu pai e da Marcia.

  Não demora muito e eu os acho, eles estavam com um garoto que aparentava ter a minha idade, loiro com os olhos azuis acinzentados, um garoto muito bonito por sinal.

  Vamos em direção a eles.

- Parabéns pelo casamento tio Carlos - o Arthur diz o abraçando - e tia Marcia - a abraça também.

- Obrigada querido - a Márcia fala.

- Muito obrigada Arthur.

- Parabéns pai - digo o abraçando.

- Meu Deus, como você está linda minha filha - diz pegando minha mão e fazendo eu dar uma voltinha.

- Está mesmo muito linda minha querida - Márcia diz.

- Obrigada - falo meio sem graça pois o garoto que estava com eles não parava de me olhar - Você também está linda Marcia... e a propósito, parabéns - digo a abraçando.

- Esse é o meu filho, Rafael - diz puxando o garoto loiro mais pra frente. SENHOR!!! esse é o filho dela, eu vou morar com esse gato??!! - Filho essa é a Gabriela, filha do Carlos.

- Muito prazer - falo estendendo a minha mão.

- Prazer - diz pegando-a - vou ter que morar com essa pirralha? - ele cochicha para a mãe mas eu escuto.

Eu: Você me chamou do que??!!

- Olha o respeito meu filho e sim, você vai ter que morar com ela - o Rafael fecha a cara, o que ele tem de bonito de pra perceber que tem de idiota, esse garoto me tirou do sério.

- Já vou inda pra mesa pai, tchau - abraço ele e Marcia - Vamos Arthur?

- Vamos pequena - o Arthur pega a minha mão e passamos reto pelo Rafael.

P.O.V Rafael

  Estava junto com minha mãe e o meu padrasto e chega uma garota e um garoto para os cumprimentar, e que garota!! É uma garota incrível, gostosa pra caramba e tinha um sorriso e um olhar realmente lindo.

  O garoto os cumprimenta e logo a garota vai dar parabéns ao Carlos e minha mãe.

- Parabéns pai - a garota diz abraçando o Carlos. CARALHO!! essa é a filha do meu padrasto??!!

- Meu Deus, como você está linda minha filha - Carlos diz pegando a mão dela fazendo ela dar uma voltinha e eu pude apreciar melhor o corpo dela.

- Está mesmo muito linda minha querida.

- Obrigada - ela fala e me olha percebendo que eu a olhava - Você também está linda Marcia... e a propósito, parabéns - diz a abraçando.

- Esse é o meu filho, Rafael - minha mãe diz me puxando mais pra frente - Filho essa é a Gabriela, filha do Carlos.

- Muito prazer - a Gabriela fala me estendendo a mão.

- Prazer - digo pegando-a - vou ter que morar com essa pirralha? - cochicho para a mãe minha mas a garota ouviu.

- Você me chamou do que??!!

-  Olha o respeito meu filho e sim, você vai ter que morar com ela -  fecho a cara e percebo que a Gabriela é bem estressadinha.

- Já vou inda pra mesa pai, tchau - diz abraço o Carlos e a minha mãe - Vamos Arthur?

- Vamos pequena - o Arthur pega a mão dela e passam reto por mim.

P.O.V Gabriela

  Fomos para a nossa mesa e a Joana e o José não estavam. Nos sentamos e eu dou um longo suspiro de raiva.

- Pelo visto não gostou do seu novo "irmãozinho" - o Arthur fala rindo e fazendo aspas na palavra irmãozinho.

- Não tem graça - digo dando um tapa no peito dele - Não é você que vai ter que morar com aquele idiota.

- Calma baixinha, não vale a pena ficar assim por causa de como você mesmo disse, um idiota - fala me abraçando de lado.

  Eu e o Arthur estávamos conversando, mas pra estragar a minha felicidade o idiota do Rafael veio e se sentou na mesma mesa que a gente.

- Oi - o Rafael diz.

- Tchau - falo seca.

- Nossa que garota educa - diz ironicamente.

- Sou educada com as pessoas que merecem, e você não é uma delas.

- Uiii revoltadinha - diz rindo e eu bufo inrritada.

- O que vão querer? - o garçom diz parado com uma bandeja de bebidas ao lado da nossa mesa.

- vodka - o Arthur pede e o garçom entrega o copo a ele.

- whisky - digo pegando o copo e o Rafael fica me olhando.

- Humm, garota decidida, gostei - fala com um sorriso malicioso que me deixou inrritada - Vou querer o mesmo da moça aqui - o garçom o entrega o copo.

  O Rafael fica sempre fazendo piadinha sem graça e já estava me tirando do sério.

- Tu não cansa de ser chato não garoto??!! - digo.

- Calma amor - o Arthur diz fazendo carinho na minha mão.

- É, escuta teu namoradinho - o Rafael fala debochado.

- Ele não... - sou enterompida por uma garota bem puta com um vestido aparecendo o útero que se apoia no Rafael.

- Eai gato, tudo bem? - a puta fala.

- Tudo e você gata? - o Rafael diz puxando a garota pro seu colo.

- Vamos dançar Arthur? - digo me levantando - se não eu vou vomitar com o perfume barato dessa vagabundo.

- Vamos - diz rindo e se levantando.

- Você me chamou do que pirralha? - a puta pergunta.

- VA.GA.BUM.DA - digo pausadamente, me viro e vou pra pista sem deixar ela falar.

- Arrasou - o Arthur diz rindo e eu ri junto.

  Depois de um tempo voltamos pra mesa onde o Rafael continuava sentado mas a puta tinha ido embora.

  Nossos pais chegam na mesa para falar com a gente.

- A gente vai direto daqui pro aeroporto, na hora que vocês forem embora liguem pro José, ele já está em casa com a Joana, ela já arrumou o seu quarto Rafael, quando vocês chegarem mostre a casa pra ele Gabi, ok? - meu pai diz.

- Vou ter que virar guia turística?

- Minha querida, colabora por favor.

- Tudo bem pai, por você.

- Você se comporte Rafa, não implica com a Gabi, por favor - a Márcia pede.

- Ok.

- Nós já vamos indo para não perdemos o voo.

- Tchau pai - digo o abraçando - tchau  Marcia - a abraço também.

- Tchau querida - dizem em uníssono.

- Tchau mãe, tchau Carlos - o Rafael os abraça.

- Tchau filho, se cuidem.

  Umas 3 horas decidimos ir embora, então ligo para o José.

Ligação on:

Oi José

Oi Dona Gabriela

Pode vir nos buscar?

Claro, estou saindo de casa

Obrigada, tchau

Tchau

Ligação off.

- Já estão vindo nos buscar - digo.

- Ok.

- Tu vai dormir la em casa hoje né Arthur? - pergunto para o Arthur.

- Claro pequena.

  Uns 10 minutos depois o José chega e nós vamos pra casa e eu começo a mostrar a casa pro Rafael.

- Aqui como da pra perceber é a sala - digo apontando pra sala - Ali  é a cozinha, sala de jantar... la lá fora é a piscina e o pátio onde os cachorros ficam...

- Tem cachorros aqui? - ele pergunta.

- Tem, meus dois husky siberianos.

- Hum.

- Vem - digo indo até a escada - Vou mostrar lá em cima.

  Subimos a escada e paramos no corredor.

- Esse é o quarto dos nossos pais - abro a porta do quarto ele olha e eu fecho - Esse é o meu - abro a porta tiro o meu sapato e deixo lá - e esse daqui da frente pelo que a Joana me falou vai ser o teu e aquele do lado do quarto dos nossos pais é o de hóspedes e no fundo do corredor é o banheiro de visitas por que tem um banheiro em cada quarto.

- Ok.

- Acho que era só isso, boa noite.

- Boa noite.

  Ele entra no seu quarto e eu e o Arthur entramos no meu.

- Estou morta - digo me jogando na cama.

- Eu também - diz deitando no meu lado.

- Temos que tomar banho.

Arthur: Vamos - diz levantando e me puxando.

  Vamos pro banheiro, tiramos nossas roupas e deixamos no cesto de roupas sujas e entramos nos chuveiro, cada um em um, sim meu banheiro tem dois chuveiros e uma banheira, é um ótimo banheiro. Quando eu falei que nós temos uma liberdade grande um com o outro eu falei sério, ficamos pelados um na frente do outro sem problemas.

  Terminamos o banho e vamos pro closet.

- Toma - digo atirando uma cueca do Arthur pra ele - Tem tanta roupa tua quanto minha aqui.

- Exagerada - diz rindo - Lá em casa que tem mais roupa tua do que minha.

  Coloco uma calcinha verde e um blusa do Arthur que fica tapando minha bunda, o Arthur coloca só uma calça de moletom e fica sem camisa. Ele se deita e eu deito no peito dele e logo adormecemos.

                           ***
  Acordo as 08:34 e o Arthur continua dormindo, levanto com cuidado para não acorda-lo e desço para tomar café. Quando chego na cozinha dou de cara com um certo loiro só com uma calça de moletom. Ele fica me olhando de cima a baixo aí percebo que estou só com a blusa do Arthur.

- Parece que a noite com o namoradinho foi boa... - o Rafael comenta.

- O Arthur não... - sou interrompida por uma pessoa atrás de mim.

- Eu e a Gabi não somos namorados.

- Ficantes, peguetes, que seja...

- Não somos nada disso, o Arthur é o meu melhor amigo.

Rafael: Sério? - pergunta surpreso - É que... - ele tose pra disfarçar o tom de surpresa - parece que...

- ...nós somos namorados... - completo - muita gente acha isso.

- Mas é só nosso jeito...

- E você não tem nada haver com isso - digo.

- Era só curiosidade...

- Princesa, eu vou ter que ir pra casa, mas de tarde eu volto.

- Tudo bem - digo pegando um pedaço do bolo dele - Vou ligar pra ver se a Fernanda quer vir aqui de tarde tomar banho de piscina.

- Ok - diz se levantando - Vou me arrumar pra ir.

- Ok - dou um selinho nele e ele sobe pro meu quarto.

- Tarde na piscina, eu topo - o Rafael diz.

- Não te convidei.

- Mas a casa agora é minha também.

- Que saco.

  Pego o meu celular e ligo para a Fernanda. A Fernanda é minha melhor amiga, tem o cabelo loiro, liso e comprido e os olhos verdes.

Ligação on:

Oi vadia

Oi putiane

Tudo Bem?

Tudo e você?

Tudo

Do que devo a honra da sua ligação?

Quer vir aqui em casa hoje de tarde pra tomar banho de piscina?

Vou adorar

Se quiser dormir aqui, meu pai saiu de lua de mel e o idiota do filho da Marcia morando aqui, não quero ficar aqui sozinha com ele

Huuumm, é gato?

Não vem ao caso

Então quer dizer que sim kkkkk

Quer ou não quer dormir aqui?

Quero, chego as 14:30

Ok

Tchau

Tchau

Ligação off.

- É feio chamar os outros de idiota - o Rafael diz

- Mas é a verdade.

  Termino o café e vou pro meu quarto ouvir música...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...