História O Filho Da Viúva - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Christopher Uckermann, Dulce María, Rebelde (RBD)
Personagens Christopher Uckermann, Dulce Maria
Tags Christopher Uckermann, Dulce Maria, Máfia, Romance, Segredos, Vondy
Exibições 85
Palavras 565
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção
Avisos: Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Como ela matou ele ?✔


💕 Capítulo 27

Narrando Dulce

- Oque? -Quase gritei.

- Foi oque disseram ao Ucker, quando o pai do Ucker morreu, ele era pequeno devia ter 10 anos de idade, então mentiram pra ele. -Disse ele calmo.

- Então oque aconteceu? -Perguntei.

- A Natália matou ele, ela não sabia que era o pai do seu grande "amor" ela se arrependeu depois. -Disse ele.

- Mais como assim? Se arrependeu depois?

- A Natália tinha 15 anos quando matou o sr.Uckermann, ela conheceu o Ucker 4 meses depois do ocorrido, daí ela soube de tudo, ela se apaixonou por o Ucker e pesquisou tudo sobre ele, até descobrir que ela mesma tinha matado o pai do seu "amor" -Disse ele.

- Nossa... Mais como ela matou ele? E a mãe do Ucker? Porquê mentiram pra ele? -Perguntei curiosa.

- Vai com calma amor -Disse ele olhando seu relógio no pulso.- São 18:00 horas já, vai querer saber mais ou deixa pra outro dia? -Diz ele e eu faço cara de matadora e ele sabe que minha resposta é não, por isso continuou.- A Natália enganou ele, se fez de prostituta, dizendo que ia transar com o cara, daí na sua ótima oportunidade, matou o cara a facadas, ele estava nu, cara, não sei como ela teve coragem, sei que sou do tipo, já matei gente e etc...mais quando entrei nisso eu tinha 17 anos, hoje tenho 20... -Disse ele.

- Tá conta o resto. -Digo.

- Ela deu um jeito no corpo dele, queimou o corpo do homem, e quando a senhora Uckermann soube do ocorrido, ficou para todos que foi um acidente de carro, ela pagou um cara, pra bater com um carro e ele explodir, e dizer que o corpo não foi encontrado, por isso, O Ucker nunca soube da verdade, ele pensa que foi uma sabotagem no carro do pai, mais não foi -Diz ele.

- Meu Deus... -Digo e ponho minhas mãos no rosto.

- Olha vou indo pra casa, você já sabe oque a Natália é capaz de fazer, e se der, não conta ao Ucker a verdade, vai magoar ele, e fica o máximo de longe dele. -Diz ele se levantando me levanto e digo com a voz firme.

- Fique sabendo que não vou me afastar dele, e se aquela vadia, querer me matar, eu a mato primeiro, ninguém sabe do que a Dulce Maria aqui é capaz de fazer. -Digo quase em sussurro pra só ele escutar e saio de lá sem esperar resposta.

Chego em casa depois de uns 30 minutos, já eram 19:00 horas, assim que entrei vi o Ucker e a Marina sentados no sofá parecendo preocupado.

- Meu Deus Dulce, onde você estava? Estávamos preocupados com você -Diz o Ucker assim que ver eu subindo a escada de fininho sem muito sucesso.

- Estava na praça com um amigo, meu celular descarregou -Disse olhando pra Marina, e percebi que ela sabe que eu sei de alguma coisa.- Dona Marina, em 5 minutos, por favor no meu quarto. -Digo a olhando e olhando o Ucker, e ele faz cara de confuso, não ligo e subo para meu quarto.

Tomo um banho e me deito na cama esperando a dona Marina, mais no final, acabo pegando no sono.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...