História O filho desconhecido de Itachi Uchiha - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Naruto Uzumaki, Personagens Originais, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha
Tags Boruto, Drama, Família, Filho De Itachi, Itachi, Itachi Uchiha, Itaizu, Izumi Uchiha, Konoha, Naruto, Sarada, Sarada Uchiha, Sasuke, Sasuke Uchiha, Uchiha, Uchiha Itachi, Uchiha Sasuke, Uzumaki Naruto
Visualizações 43
Palavras 632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal, sei que sumi rs ok
Mas voltei com tudo e venho avisar que durante essa semana, talvez no fim dela, essa fic terminará ;)
Então fique atentos, vou tentar postar um cap novo todos os dias :)

Capítulo 9 - Encontros


O garoto respirou ofegante procurando por forças.

Não encontrou nenhuma.

Mas queria sair de lá.

De perto deles.

Correu até a porta empurrando Sarada para o lado, para que desse sua passagem.

“Espera!”-Sarada gritou dando um passo a frente.

Sentiu uma mão em seu ombro.

Olhou para o pai.

Ele balançou a cabeça negativamente.

No momento a garota não entendeu.

“Ele vai fugir?”-Perguntou.

Sasuke observou Koji para a vários metros a frente.

Se sentou diante de um  riacho e tampou o rosto.

“Ele só viu... Coisas demais”-Murmurou.

****

 

Já havia se passado longas horas.

O garoto mal se mexia.

Desejava sumir daquilo tudo.

Sua vida foi uma completa mentira.

Tirou as mãos do rosto e olhou para cima.

Já era noite.

O céu tomava um tom azul escuro bonito de se ver em contraste com o branco brilhante das estrelas.

“Decidiu o que vai fazer?”-Uma voz perguntou atrás do garoto.

Ele virou levemente o rosto para o lado.

A garota o observava um tanto curiosa.

‘Vai lutar, fugir, se entregar...”

“Eu não fiz nada de errado”-Ele murmurou.

“Não?”-sarada elevou a voz-“Vocês tiram as crianças de seus pais e provavelmente matam eles... E as crianças são levadas pra que?”

“Eu nunca matei ninguém”-Ele disse baixo.

Sarada suspirou se sentando ao seu lado.

Olhou para trás receosa.

O pai ainda estava na casa a procura de algumas coisas.

Voltou o olhar ao garoto-“Consegue dizer isso a si mesmo? Afinal você participou disso também... Iria me levar”

“Não iria te machucar ou machucar alguém”-Ele resmungou

“Espero que você não seja um caso perdido”-Sarada suspirou se levantando.

Ela parou o olhando séria.-“Meu pai disse quem você é”

Koji olhou para as próprias mãos.

“Nem eu sei quem eu sou”

Sarada abriu a boca para dizer algo, mas algumas lembranças vieram em sua cabeça.

Há pouco tempo atrás, ela mesma havia entrado numa jornada para saber que era.

Não podia julgá-lo tanto.

“Porque não tenta descobrir?”-Ela perguntou estendendo a mão.

Koji olhou para a mão da garota.

Depois a encarou.

Tinham uma boa diferença de idade, mas ela parecia bem madura.

Ele se levantou sem ajuda e a olhou.

“Desculpa”-Disse pensativo.

Deu um passo para trás e sentiu uma espécie de barreira.

Bateu acidentalmente em Sasuke.

O garoto se virou buscando equilíbrio.

“Koji?!”-Uma voz chamou o garoto.

Sasuke reconheceu o rosto do homem dos pensamentos e lembranças do garoto.

Ren caminhava ente as pedras do riacho com maestria.

Ele sorriu.

Um sorriso largo e de braços abertos esperou que o garoto se aproximasse.

Koji não o fez.

Caminhou para trás devagar.

Ren diminuiu o sorriso e era visível a irritação imediata.

“O que é isso... Não vai me dizer que fizeram sua cabeça?”-Ele perguntou rindo e cruzando os braços.

“Você mentiu!”-Koji elevou a voz.

Mal tinha chakra para usar o sharingan.

Se tivesse que lutar, teria que ser uma luta corporal.

O homem desfez seu sorriso.

Olhou sério para o garoto.

“Você prefere acreditar neles do que em mim, seu avô...”

“Ela não era minha mãe... “-Koji murmurou.

Sarada estava em posição de ataque.

Sasuke apesar de aparentar estar tenso, não estava tão preocupado assim com o homem, e sim com as crianças e o que elas fariam depois.

Ren assentiu se aproximando mais.

“É verdade... Mas graças a mim, olha o que você se tornou?!”-Ele apontou para o garoto de baixo para cima-“Nunca deixei que lhe faltasse nada, sempre o tratei como um filho... E você viu.. Varias crianças que não tinham onde cair mortas.. Serem resgatadas e hoje... Se tornarem ...”

“Metade você matou”-Koji revelou o que fez Sasuke o olhar.

Aquilo não parecia mais um problema de família.

“Ele não vai voltar com você”-Sasuke disse.-“E nem vai levar minha filha”

Ren sorriu e puxou das costas duas espatas curtas.

“É o que vamos ver”

 

 

 

 


Notas Finais


Até a próxima rsrs
Amanhã sai cap novo ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...