História O "Filho" do Diretor - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, J-hope, Jimin, Jin, Kookie, Mentiras, Namjoon, Revelaçoes, Romance, Suga, Taetae, Violencia
Exibições 22
Palavras 669
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey hey!

Minhas queridas ou queridos!
Eu estou aqui! De volta! (Provavelmente ninguém se importa)
Perdoe eu ter sumido!
Sério, desculpa.
Mas voltei!
E hoje talvez tenha Att Dupla!
Tá pequeno? Tá.
Mas fazer oque se a criatividade tá curta.
Ele foi revisado? Não. (Preguiça)
Pelo menos tá ai :3
E também, eu acabei errando o horário do cap. passado ._.
Sou burra, desculpa.
Então, o horário era 09:34(Eu tinha colocado 06:38), mas isso não importa muito,
é só pra deixar claro que estava ocorrendo no mesmo tempo.
Então,

Boa Leitura!

Capítulo 7 - Capítulo Sete


Fanfic / Fanfiction O "Filho" do Diretor - Capítulo 7 - Capítulo Sete

 

Justo você?


 

17/02/2016

09:34

Coréia do Sul - Seul

Pov. Mayara (Bruno)

Antes de ir em direção a cozinha eu testei a porta.

Ela estava trancada.

Então ninguém sem a chave poderia entrar... Certo?

Deixando esses pensamentos de lado, eu me dirigi em silêncio até a cozinha.

Eu tenho um mal pressentimento.

Chegando na porta da cozinha eu pude ser uma silhueta mexendo em uma das gavetas.

-- Mel/ Baixinho? - Diz ele virando seu olhar para mim. - Oque você faz aqui? - Diz, 
se aproximando de mim.

-- Acho que eu que deveria perguntar, Marcos. - Digo, lhe olhando com desprezo. - Oque 
você faz na casa da Melissa? - Digo, cruzando os braços.

-- Eu estou na minha casa, a casa a qual pertence a minha Mãe. - Diz, me encarando.

-- Sua Mãe? - Digo, incrédula. 

-- Exatamente. - Diz ele com um sorriso de lado. - E eu gostaria de saber oque você faz 
na minha casa? - Diz, agora sério.

Pov. Min Yoongi

Assim que eu sai da sala eu apenas me encostei na parede, esperando os outros seis saírem.

Se eu aceitava me afastar de Mayara? Não tenho certeza.

Nunca mais falei com ela desde pequeno, nem próximo sou dela mais.

E ela está totalmente diferente... Não apenas na aparência, mas ela parece ter mudado sua 
personalidade também.

E isso me decepcionava muito.

 

~~ Quebra de Tempo - 12:34 ~~

 

Pov. Mayara (Bruno)

-- COMO ASSIM? - Gritou Marcos sem acreditar. 

E aqui estou eu, assim como Marcos, tentando entender como isso foi acontecer.

Em pouco tempo eu descobri que minha melhor amiga é a mãe do garoto que me bate, Isabelle 
terminou com ele por minha causa, ele foi expulso da escola por algum motivo que não me 
foi dito, e agora estamos nós três, Eu, Melissa e Marcos na sala da casa explicando para 
Marcos porque eu estou aqui.

-- Ele vai morar conosco? - Disse, voltando a se sentar no sofá.

-- Ela. - Digo o corrigindo. 

-- ELA? COMO ASSIM ELA? - Diz ele olhando para Melissa.

-- O nome real do... "Bruno" é Mayara. - Diz Melissa, calma.

-- ...PERAI, OQUE? - Diz ele se levantando -Novamente- Do sofá.

-- *Suspiro* Vou te resumir a historia. - Digo, impaciente. - Eu era orfã, o Gabriel, diretor 
da escola, acabou me adotando, já a mulher dele não em aceitou por eu ser garota, acabando que 
no final eu fiz um acordo com Gabriel e fingi ser garoto por um ano inteiro, e aqui estou eu, 
depois de minha "Mãe" descobriu. - Digo, encarando um ponto fixo qualquer.

-- ... - Ele voltou a se sentar no sofá. - Estou me sentindo um completo covarde. - Diz ele 
de cabeça baixa.

-- E é pra se sentir mesmo. - Diz Melissa. - Além de ter a coragem de bater em pessoas inocentes 
na sua escola ainda bateu em uma garota, mesmo que sem saber, mas isso só prova o quão você
nem de importa em prestar atenção em quem você bate.
 - Fala ela olhando para Marcos.

-- Não me culpe, tá legal? - Diz ele, irritado. - A culpa é deles por/

-- A CULPA É DELES? - Digo agora, exaltada. - A CULPA É TOTALMENTE SUA TENTANDO COLOCAR A CULPA NELES PARA SE SAFAR! VOCÊ NÃO CANSA DE MENTIR MARCOS? NÃO CANSA DE SE FAZER DE INOCENTE? EU PASSEI UM ANO INTEIRO ENQUANTO VOCÊ ME BATIA E NUNCA FIZ PORRA NENHUMA PARA VOCÊ, AGORA, A CULPA É MINHA TAMBÉM? - Digo o encarando.

-- Mayara se acalme... - Diz Melissa chegando perto de mim.

-- Se ele continuar a se esconder atrás dos outros eu não vou manter a calma, ele tem que se 
responsabilizar, pois ele sabe que oque faz é errado.
- Digo, voltando a me sentar, enquanto tentava 
me acalmar.

-- Mayara tem razão Marcos, está na hora de você parar de fugir e aceitar as consequências. - Diz 
Melissa, sem expressão alguma.


                                                                                        Continua...
 


Notas Finais


Hello!
O próximo capítulo já está completo, pronto para postar,
mas antes eu vou pegar os links da aparência da Mayara!
Sim! Finalmente eu tomei vergonha na cara e fui procurar!
(Não sei como larguei a preguiça)
Então, espero nos encontrarmos no próximo!

Bye Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...