História O Filho do meu Padrasto -Imagine Jungkook - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, Personagens Originais
Tags Ação, Amizade, Bts, Ficção Adolescente, Jungkook, Morte, Popularidade
Exibições 339
Palavras 813
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Cap 9


Eu estava sentindo muito frio, apesar de lá fora o sol estar forte, com muita dificuldade me levantei, peguei um remédio e tomei.

Tentei ir até a sala mais estava tudo girando, apenas sentei no corredor, coloquei a mão na cabeça, e fiquei ali, chorando baixinho, enquanto a dor aumentava.

Marya apareceu alguns minutos depois, me olhou assustada, encostou a mão na minha testa:

Marya: Meu Deus Mellyssa, você está queimando de febre.

 Quando eu ia abrir a boca, tudo se escureceu, acordei na minha cama, com coberta até o queixo.

Um médico me olhou por cima dos óculos:

Médico: Ela teve uma queda de pressão, recomendo que fique em repouso por hoje, tome os remédios que eu deixei em cima do criado mudo, qualquer coisa é só me ligar.

Marya: É claro doutor.

 

Fechei os olhos mais uma vez e dormi.

Acordei um tempo depois, Jimin e Hoseok andavam de um lado pro outro no quarto:

Jimin: Quer matar a gente do coração?

Lyssa: O que vocês estão fazendo aqui?

Hoseok: Nós nos preocupamos com você, mal agradecida.

Lyssa: Nossa, que lindo.

Ficamos ali um bom tempo, eu estava me sentindo melhor, abraçada com aqueles dois, eles faziam tão bem para mim, me sentia protegida quando estava na companhia deles.

Estávamos conversando sobre coisas banais, até ela chegar:

Mayara: Tá melhor?

Lyssa: Eu estava,até você chegar.

Mayara: Quem são eles?

Lyssa: SAI DAQUI ANTES QUE EU LEVANTE DESSA CAMA E TE EMPURRE PRA FORA,QUANTAS VEZES EU TENHO QUE TE DIZER?VOU REPETIR MAIS UMA VEZ: E-U T-E O-D-E-I-O.

Mayara: POSSO DIZER O MESMO.

Bateu a porta com força, os dois me olhavam confusos.

Depois de um tempo eles foram embora, Marya apareceu e me jogou um beijo no ar:

Marya: Eu estou indo passar o fim de semana com a minha família, deixei um lanche pra você ali - apontou pro criado mudo - qualquer coisa meu número está anotado em um papel na porta da geladeira, agora tenho que ir - beijou minha testa - Se cuida tá?

Lyssa: Tá bom.

Sorri fraco, assim que ela saiu, peguei o sanduíche no criado mudo e comi, vesti uma camiseta que ia até meus joelhos, desci, me sentei no sofá e abracei os joelhos.

Comecei a assistir "Os Simpsons", ouvi risos escandalosos atrás de mim, olhei e adivinha?O casal master :)

A lombriga fêmea estava com uma camiseta desabotoada mostrando praticamente tudo e a lombriga macho, sem camisa:

Jungkook: Olha se não é a garota que perdeu o coreano popular da oitava série.

Me levantei com a melhor cara de sarcasmo:

Lyssa: Bom meus lindos, cuidem da vida meia boca de vocês, que eu, com uma simples foto que tenho, posso acabar com os dois tudo bem?

 

Quando o relógio marcou 17h30m, subi para o meu quarto, vesti um cropped branco, um short preto, e desci para comer alguma coisa.

Peguei um pacote de Doritos, me sentei no balcão e comecei comer, fiquei ali um bom tempo, subi pro quarto mais uma vez.

 

Ouvi um som alto, olhei pela janela, e pra acabar com o meu dia, estava tendo uma festa lá em baixo, Jungkook abriu a porta e ficou a centímetros de distância do meu rosto:

Lyssa: OLHA AQUI, SAI DE PERTO DE MIM, EU NÃO SOU ESSAS LESADAS QUE ESTÃO AÍ EM BAIXO, ELAS RASTEJAM AOS SEUS PÉS SEU IDIOTA, NÃO SOU UM OBJETO DESCARTÁVEL, QUE VOCÊ USA E DEPOIS JOGA FORA, SE VOCÊ TENTAR ME BEIJAR MAIS UMA VEZ, VOU FAZER DA SUA VIDA UM INFERNO.

Kook: PARA DE SE FAZER DE DIFÍCIL, EU SEI QUE VOCÊ DARIA DE TUDO E MAIS UM POUCO PRA PASSAR UMA SÓ NOITE COMIGO, E QUER SABER DE UMA COISA?VOCÊ SÓ FALA E FALA,MAS FAZER QUE É BOM?HAHA.

Lyssa: Ah é?

Sorri, peguei um vaso bem pesado que estava no canto do quarto e joguei pela janela:

Lyssa: Ops!!Acho que acertei um carro.

Levantei uma sombrancelha:

Kook: VOCÊ É LOUCA??

Lyssa: Com toda a certeza.

Ele saiu pisando duro, não sou do tipo de garota que costuma chamar a mãe pra resolver seus problemas, mas dessa vez, o que eu mais queria, era ferrar a vida daquele nojento:

Ligação On

Pietra: Que surpresa, você me ligando?

 Lyssa: Imagina,aqui quem fala é o Charles Chaplin.

Pietra: O que quer?

Lyssa: Falar com o Chin.Pietra: Posso saber o que?

 Lyssa: Se pudesse eu mandaria você dar recado.

Pietra: Mais respeito Mellyssa..Vou chamá-lo.

Chin: Alô?

Lyssa: Quero te falar uma coisa.

Fiz voz de choro.

Chin: Está chorando?

Lyssa: É que o Jungkook- funguei - está dando uma festa aqui em casa, eu pedi pra ele abaixar o som, mas fui xingada de todos os nomes.

Chin: Festa??

 Lyssa: É...

Chin: Pode deixar..Amanhã bem cedo eu vou resolver isso, obrigada por ligar e avisar Mellyssa.Boa Noite.

Lyssa: Boa Noite.

Ligação Off

 

 

Lyssa: Vocês não deviam mexer comigo..Não mesmo.


Notas Finais


Espero que gostem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...