História O filho do patrão!!! ~ ( imagine jimin) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Decepção, Loucura, Park Jimin, Romance, Sofrimento
Exibições 18
Palavras 1.604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI MEUS FOFUCHOOOOS, eu estou aqui trazendo mais outra fanfic, dessa vez do jimin, bom me desculpem qualquer erro e se o capítulo ficar muito pequeno... e tals, me desculpem, agora uma: BOA LEITURA!!!😀

Capítulo 1 - Entrevista de emprego!!!



    Me acordei com o barulho do despertador e me espreguiço.
  Hoje é mais um dia de busca por emprego, para eu poder conseguir pagar minha faculdade de Medicina e ajudar minha tia, vou até o banheiro tomo banho e faço minha higiene matinal, depois coloco uma blusa soltinha da cor cinza com o Mickey desenhado nela, uma calça cotton preta e uma botinha de cano médio preta, uma bolsa de lado e fiz um rabo de cavalo no meus cabelos andulados e desço para tomar café, pois hoje começa outro dia de jornada.

Bom dia - eu falo feliz.

Bom dia, vicky pra onde você vai assim tão linda - ela pergunta colocando o café sobre a mesa.

Bom, começa a procurar emprego né tia, para eu conseguir fazer minha faculdade e também melhorar nossas condições de vida - eu falo me sentando na cadeira, nós morávamos num apartamento umilde mais não era ruim.

Ooommaaaaa - esculto alguém me chamar... espera eu conheço essa voz...

Laurinha, bom dia meu amor - Laurinha é minha prima de 5 aninhos , mais ela me chama de omma por que desde seu nascimento eu sempre cuidei dela, principalmente quando minha tia precisava sair para trabalhar, ou quando tava com problema de saúde.

Bom dia, omma 2 - laura fala com a sua mãe e começamos a rir e depois tomamos café.

    ~ Quebra de tempo ~

  Depois de tomar café fui a busca de emprego, vi vários papéis espalhados pelo chão e peguei.
   Comecei a observa-los eram alguns até  bons, mais com um salário muito pouco, até eu ver o último papel que precisava de uma babá e empregada doméstica não pensei duas vezes fui até o orelhão e liguei.

Alô, quem é a idiota que ta ligando essa hora -  fala uma voz masculina no tom um pouco bêbado e escuto barulhos e fiquei surpresa pela grosseria.

Alô, quem fala?  - fala uma foz feminina.

Aah... é da casa do senhor park, que precisam de uma empregada - eu pergunto.

Só um minuto - escuto alguns cochichos e logo fala uma voz masculina - alô, bom dia - fala o homem (pelo menos eu acho que seja um), bem educadamente.

Bom dia, é ai que precisa-se de uma empregada - eu pergunto.

Sim, é aqui mesmo, mais quem tá falando?- ele pergunta.

Ah... me desculpe não me apresentar antes, eu sou a vicky e estou interessada no emprego - eu falo nervosa.

Ok vicky, amanhã você pode passar aqui e se for boa o emprego ja é seu - ele fala e eu pulo de alegria - mais esteja aqui amanhã cedo, certo? - ele fala gentilmente.

Ok,ok, obrigado - eu falo.

De nada - ele fala e desliga.

    Eu saio toda sorridente na rua que até parecia que eu tinha ganhado na mega-sena, chego em casa falo tudo pra minha tia, depois fui ler um livro, buscar a Laurinha na escola, vasculhei minhas redes sociais, depois jantei, tomei banho, coloquei meu pijama e botei o despertador e fui dormir.

No dia seguinte...

   Me acordei com o barulho do despertador, me levanto,  tomo banho, faço minha higiene matinal, tomo café e depois escovo meus dentes e me visto com uma roupa do dia-a-dia.
   Eu vistia uma blusa preta com o desenho do mickey branco (amo blusas com desenhos, princiacialmente do mickey ) um pouco grande, com uma calça cos alta e um sapatenis branco, soltei meus cabelo que estavam andulado, pego minha bolsa e saio.

   ~ Quebra de tempo ~

Paguei o táxi, cheguei até na casa do sr. Park, antes de tocar na campainha respirei fundo, olhei o folheto para conferir se era mesmo o endereço e toquei a campainha.

    Logo abriram a porta e quem me atende é uma mulher que aparentava ser jovem e que eu acho que deve ser empregada, pós estava usando um uniforme.

Quem é você? - fala a moça.

Ah, eu sou vicky... eu vim para entrevista de emprego - eu falo e a mesma da espaço para que eu entre - obrigada - agradeço e fiquei admirado a casa que era enorme e muito elegante, acabei saindo do meus pensamentos quando a garota me chamou.

Venha comigo - ela pede e eu faço o mesmo .

    Chegamos  em frente a uma sala e ela abriu a porta para que eu entrasse, logo em seguida ela entrou também.

Sr. Park! Aqui está a menina - ela fala e o senhor muito bonito e elegante se vira e dá um sorriso simpático e eu retribui.

Senhorita vicky!  Pode se sentar ? - ele pede e eu faço o mesmo.

Sim, claro  - falo e me sento e ai começa uma série de perguntas.

Vicky, quantos anos de idade você tem? - ele pergunta.

17 anos - quando eu falo ele se surpreende.

Nossa, como é novinha - ele fala e dá um sorriso - bom, agora fale um pouco sobre você e... o porque precisa desse emprego - ele fala.

Bem, eu sou de uma família umilde, eu moro com minha tia e minha prima de 5 aninhos de idade, terminei meus estudos e vou fazer faculdade e não tenho dinheiro o suficiente para pagar minha faculdade e nem para ajudar minha tia que tem problemas de saúde e... esses são uns dos meus motivos para querer esse emprego - eu falo.

E qual faculdade você quer fazer? - ele pergunta.

Medicina - eu falo.

Sério? ja vi que você e meu filho vão se entender bastante - ele fala e eu fico confusa.

Porque? - eu pergunto curiosa.

Ele também vai fazer faculdade de Medicina - ele fala e eu fico sorridente - bom, se você quer mesmo esse emprego, ele já é seu! Mais... aqui você vai ter que assinar um contrato, que vai ter que trabalhar aqui durante 5 anos e... é complicado, porque caso você romper esse contrato você pagara 50.000 reais de indenização - ele fala parando as palavras e nas últimas frases engolir em seco - mais o mesmo acontece comigo, se eu romper também te pagarei esse valor - ele fala e eu so o observo - e... então vai ficar ? - ele pergunta e eu fico indecisa mais acabei aceitando.

Pela faculdade, eu aceito! - eu falo as duas primeiras palavras só pra mim.

Que maravilha, seja bem vinda! - ele fala e me cumprimenta com um aperto de mão - amanhã mesmo você começa, lembrando que você terar que dormir aqui e vai ter um dia ou dois dias de folga na semana - ele fala e eu assenti e assinei o contrato.

Ta certo. Bom, agora... cadê a criança? Ah, eu amo crianças, tenho uma prima de 5 anos que ela me chama de mãe e isso é muito legal - eu falo e o Sr. Park faz uma cara de como estivesse se esquecendo de algo - algum problema? - eu pergunto.

Vicky, eu me esqueci de contar um detalhe, é... você  não vai ser bem uma babá - ele fala me deixando confusa.

Ah... não, então o que eu vou ser? -  eu pergunto.

É... vamos dizer que você vai acompanhar ele, ou seja, onde ele for você vai junto - ele fala.

Ah. Sem problemas eu amo sair com crianças  - eu falo sorridente.

Vamos dizer que... ele não é bem uma criança! Bom, as vezes tem atitudes de uma mais não tem a pureza de uma criança - ele fala um pouco triste - e... da muito mais trabalho que uma ou mais - ele fala e dá um sorriso sem graça - vamos dizer que a minha criança tem 22 anos - ele fala e eu fico pasma.

Espera... é... ele é deficiente? - eu pergunto ainda sem acreditar.

Não. Pelo contrário ele é muito saudável e... MUITO esperto - ele fala dando ênfase no "muito".

Então... quer dizer que eu vou cuidar de uma pessoa 5 anos mais velha que eu? - eu falo espantada.

Bem, é como eu disse, não é cuidar é meio que observar, entendeu?  - ele pergunta e eu assenti.

   Ele começou a me explicar como séria o esquema de como limpar a casa e de que hora eu terminaria e tals, até  a gente ser interrompido por um garoto liiiiindo de cabelos negros, olhos castanhos escuros, pele branca e muito charmoso gritando.

PAI !! QUE HISTÓRIA É ESSA DE DISPENSAR MEUS AMI... - ele ia terminar de falar quando me observou.

Bom vicky, esse é meu filho - ele fala apontando para o garoto - esse é o park jimin, a minha "criança" - ele fala fazendo aspas no "criança".

  Eu me levanto para comprimenta-lo e o jimin morde os lábios inferiores, ao me olhar da cabeça aos pés , principalmente as minhas coxas que eram grossas e definida, apesar de eu estar usando calças compridas.

Olá - comprimento ele e o mesmo fica me olhando.

Uhumuhum... jimin compromente a vicky - o sr. Park  fala e dá uma tocizinha, chamando a atenção do jimin.

An!? Ah! Olá, eu sou o park jimin - ele fala todo desorientado.

Nossa, essa voz parece com a pessoa que atendeu o telefone ontem que me chamou de idiota, foi você?  - eu pergunto e ele arregala os olhos.

Eu? Eu não - ele fala e começa a observar seu pai.

Jimin, essa é a nossa nova empregada a vicky e... também a sua babá - sr. Park fala e na última palavra o jimin fica de boca aberta.

Como é que é? - ele pergunta com a cara de raiva.




Continua...














  

     
   











   


Notas Finais


Bom, galera só foi isso é... o capítulo de hoje só foi mais sobre ela para que vocês entendam como é um pouco da vida dela, mais no próximo ja vai ser dela e do jimin com muita bagunça.

Então, é isso espero que vocês tenham gostado!!! Beijão 😗💋💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...