História O fim dos dias de tédio - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Yoonkook
Visualizações 18
Palavras 642
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Já voltei kkkkk
Vou postar mais semana que vem.
Sem falta.

Capítulo 2 - Tudo igual mas Not Today


Fanfic / Fanfiction O fim dos dias de tédio - Capítulo 2 - Tudo igual mas Not Today

Acordei com o som alto do meu despertador em plena manhã de segunda feira e me odiei por ter ido dormir tão tarde ontem, mas mamãe precisava de companhia, então fazer o que.

 

Tomei apenas um copo de leite, acordei meu irmão, nos aprontamos e ele foi pra escola enquanto eu me dirigia a faculdade.

Esses ônibus sempre lotados já estão me deixando exausto, todos os dias são iguais, não tenho nem vontade de fazer os trabalhos de casa e nem de estudar pras provas, minha cabeça está tão cansada que nem minhas músicas eu quero ouvir.

Preparo o melhor sorriso que tenho, ainda que meio sem vontade, para Tae e Hobi, e assim que dizemos oi as aulas começam.

No intervalo ainda parece tudo perfeitamente normal, mas quando chego ao fim das escadas meu olhos se encontram com um par de olhos estranhos a mim, mas que me observam com interesse e tudo o que posso fazer é retribuir o olhar enquanto meus amigos me arrastam e conversam.

Aqueles olhos negros e profundos não saem da minha mente nos próximos minutos, é como se algo neles me atraísse profundamente, e eu não me refiro apenas à beleza do rapaz. A pele branca e delicada, com os cabelos tão escuros quanto os olhos, ele me encarou de um jeito diferente, não consigo parar de pensar nele, estou muito aéreo.

- Aigo, já te chamei três vezes me escute!

Percebo Tae dizer quando o mesmo dá um tapa em meu braço

- Aish, o que você quer agora Tae, não vê que estou pensando?

- Você pensa muito, mas não escuta nem fala nada, eu queria te contar da festa que eu e Hobi fomos ontem.

Percebo o outro se preparar para começar a falar e solto um suspiro sabendo que ele vai falar pelos próximos minutos, parando apenas pra respirar.

- Eu que vou contar dessa vez, você resume demais Tae Tae, aí não é como se o Yoon estivesse lá, ele não pôde ir e deve saber de TUDOO....

 

Sim, ele contou TUUUDOO, até coisas bem inúteis, mas pelo menos eu pude me distrair e a intenção do moreno à minha frente foi cumprida, eu me senti como se tivesse ido àquela festa.

Achei um tanto esquisito quando perguntei se eles haviam ficado com alguém e eles apenas se olharam de um jeito estranho e disseram que não. Se eles fizeram algo e não me contaram vai ter troco, não sei qual, mas vai.

No caminho de volta para a sala de aula procurei o garoto de cabelos e olhos negros que me encarou tão intensamente, mas não o vi de novo, a lembrança de seu olhar me fazia sentir arrepios, não entendo o porquê, mas ok.

As últimas aulas passaram normalmente, ou quase, Tae e Hobi, que estavam à minha frente, não paravam de cochichar e dar risadinhas, sempre se tocando; sei que não parece nada demais, mas eles pareciam agir diferente e eu já estava desconfiando daqueles dois.

Voltei pra casa, almocei e fui fazer um trabalho gigantesco que era pra semana que vem. As pessoas pensam que só porque eu faço faculdade de música é fácil, mas elas só acham mesmo, o curso é difícil e está ficando mais. Tenho até medo de reprovar alguma matéria mas estou trabalhando duro para que isso não ocorra.

À noite eu assisti a um dorama com minha mãe enquanto conversávamos, e ela me contou que apesar de estar desempregada, um senhor se disse necessitado de aulas particulares para sua filha e minha mãe poderia dar aulas. Isso me deixa feliz, foi o primeiro dia que se passou sem que ela chorasse, e isso me alegra.

 

 

 

Tomei um banho bem quente e fui me deitar. Antes de adormecer, pensei mais uma vez naqueles olhos, e no garoto lindo ao qual eles pertenciam.


Notas Finais


PROMETO responder cada comentário.
Mil bjs 💙💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...