História The end and beginning of everything- The Walking dead. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Aaron, Abraham Ford, Beth Greene, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Enid, Eugene Porter, Glenn Rhee, Hershel Greene, Maggie Greene, Merle Dixon, Michonne, Morgan Jones, Negan, O Governador, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Rick Grimes, Rosita Espinosa, Sasha, Tyreese
Tags The Walking Dead
Visualizações 17
Palavras 2.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção Científica, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, essa aqui é uma fanfic de The walking dead, e foca muito na história de Mia Cooper (personagem principal) e o seu grande amor Darly Dixon!
Este casal que vai marcar bem a fanfic e que passará por autos e baixos, mas independente da situação continuam se amando como nunca!
Beijos😘 e espero que gostem da fanfic!😉

Capítulo 1 - "Aquele que traz com sigo nossa destruição"


Fanfic / Fanfiction The end and beginning of everything- The Walking dead. - Capítulo 1 - "Aquele que traz com sigo nossa destruição"

“AQUELE QUE TRAZ COM SIGO A NOSSA DESTRUIÇÃO”

06/11/2016

01:34th

*MIA COOPER*

Mia: (Já deve ser umas 01 hora da manhã, e eu aqui, em cima de uma porcaria de uma pick-up que no momento está sem gasolina, pensando em como a vida ficou uma merda em um estalar de dedos, com está porcaria de Apocalipse)

Mia: (Um Apocalipse que ainda por cima é zumbi, sim! Realmente não é fácil você estar andando por ai com um monte de mortos querendo comer suas entranhas a qualquer custo)

Mia: (Mas isso é o de menos comparado ao que estamos passando com essa merda humana que chamamos de Líder)

Mia: (O Líder que antes eu chamava de cunhado, ou cunhadinho só pra irritar ele mesmo, e que mesmo antes do mundo virar uma completa merda eu já o odiava pelo jeito que ele tratava e trata minha irmã mais velha...)

Mia: (A coisa que me mantem viva durante todos esses longos meses, é só por ela e sua linda Filhinha que eu ainda não me joguei para uma multidão de zumbis qualquer)

Mia: (Minha linda e delicada irmã chamada Emma Philips, que é seu nome de casada, mas eu prefiro chama-la de Emma Cooper, seu nome de solteira)

Mia: (E a linda Filhinha dela se chama Amy Philips e felizmente se parece muito com ela, a única diferença entre elas é que Amy e Nerd, acho a palavra “Nerd” pouco para descreve-la, e tenho certeza que se o mundo não tivesse virado de cabeça pra baixo e o inferno não tivesse vindo a terra, ela teria sido uma cientista, e de muito sucesso)

Mia: (Quando falo isso pra Emma ela diz que sou louca mas porra...a menina é Genial deve saber mais do que eu que sou mais velha)

Mia: (sou tirada dos meus pensamentos insanos quando Emma se senta ao meu lado, me dando aquele sorriso que só ela tem)

Emma: “Oi meu amor!”

Mia: “Oi tudo bem?”

Emma: “Sim, dentro do possível é claro”

Mia: (Ela fala preucupada) “Já estão brigados de novo?”

Emma: “Sim, quer dizer...”

Mia: (eu a interrompo lançando meu olhar gozador para ela)

Emma: “É, sim nós estamos brigados”

Mia: “Aff, eu real não entendo vocês dois, muito menos você, por quê foi casar com...este cara, tinha tantas opções no mundo!”

Emma: “você está certa...Tinha!”

Mia: (faço uma cara emburrada pra ela e cruzo meus braços abaixo dos meus peitos)

Emma: “Mia...você só vai entender quando começar a se relacionar com alguém...seja lá quem for o doido!”

Mia: “Ha Ha, oque está perto de acontecer com tantas opções no mundo, né? (Falo sarcástica)

Emma: “Você é uma Hipócrita e eu estou falando sério! Você precisa achar alguém!”

Mia: “Emma, onde é que eu vou achar espaço para o amor em meio a todo esse caos?”

Emma: “Mia, sempre há espaço para o amor”

Mia: “Não Emma, não há”

Emma: “Você só vai se dar conta que o amor da sua vida está na sua frente, quando o próprio estiver esfregando isso na sua cara!”

Mia: “Ha Ha Ha (Riu como se isso tivesse graça, mas simplesmente não tem e não passa de um riso falso)

Emma: “mas não se preucupe querida! Eu vou estar ao seu lado para te dizer se ele é o homem da sua vida ou...não!”

Mia: “Quer saber? Tchau, já tô cansada desse assunto, vou dormir!”

Emma: “Tchau querida! Boa noite!”

Mia: (ela fala isso e eu desço do carro com um pulo)

Mia: (Vou até minha barraca e entro nela)

Mia: (Começo a rir do comentário de Emma)

Mia: (“Quando o próprio estiver esfregando isso na sua cara”)

Mia: (Até parece, se um dia por milagre de Deus eu ficar “Apaixonada” eu vou saber)

Mia: (Decido relaxar e não se passa muito tempo e eu pego um sono)

Mia: (No outro dia acordo com alguém me balançando para que acorde)

Mia: “Aí...o que foi?” (Pergunto mal-humorada esfregando os olhos)

Emma: “Mia, levante rápido, estamos sendo atacados!”

Mia: “O quê? Onde está a Amy?” (falo pegando minha arma que estava ao meu lado, juntamente com minha faca e saio com Emma)

Emma: “Amy está com o pai”

Mia: “Onde ele está vamos pega-lá”(falo furiosa em meio aquele caos)

Emma: “Ok, ele está ali”

Mia: (Ela fala apontando para o maldito que estava com Amy ao seu lado, eu rapidamente puxo Emma para que me acompanhe e vou até ele)

Mia: (Há várias pessoas gritando por estarem sendo atacadas provavelmente, mas eu não me importo nem nunca me importei com essa gente)

Mia: (eu só quero a minha família a salvo, que no caso é Emma, Amy e só)

Mia: (quando chego perto dele o idiota nem me percebe, eu apenas pego Amy pelo braço que no instante se assusta mas depois relaxa)

Mia: (Me viro para ir embora e puxo Amy comigo)

Mia: (Eu apenas me desvio de todos aqueles mortos e vivos, por mim não me importo com nenhum dos dois)

Mia: (Quando percebo já estamos na floresta)

Mia: “Caramba, e agora? Onde ficaremos?”

Emma: “Não sei, mas aposto que encontremos um lugar logo logo”

Mia: “Sua positividade ainda não me contaminou, só pra você ficar sabendo!” (faço uma cara de deboche)

Emma: “Aff...” *Suspiro*

Mia: (Depois de mais ou menos 1hora andando em círculos nós encontramos uma pequena cabana)

Mia: (Sem hesitar nós seguimos em sua direção)

Mia: (mas antes olho em uma árvore perto da varanda)

Mia: (Vejo um zumbi pendurado por uma flecha com duas penas, uma verde e a outra branca)

Mia: (Eu me aproximo um pouco e Emma e Amy seguem para dentro da cabana que parece limpa)

Mia: (eu fico lá só observando a cara deformada do zumbi)

Mia: (Felizmente ele está morto)

Mia: (Me viro para ir me juntar as meninas na cabana, quando me vejo na mira de uma besta com flechas verdes e brancas incrivelmente afiadas)

Mia: (Eu fico completamente paralisada)

Mia: (O homem que a segura tem os cabelos longos a altura dos ombros mas, um pouquinho menor, tem roupas bem legais...e eu sei, ficar analisando um homem que está apontando uma besta pra você só deve ser doidice mas...ele até que é bonitinho)

???: “Quem é você?”

Mia: “Sou uma garota na mira de uma besta, c-com flechas bem a-a...afiadas!” (Falo dando um sorriso nervoso)

???: *suspiro* “Quem é você?”

Mia: “Mia Cooper” (falo nervosa)

???: “A arma e a faca, agora!”

Mia: (Eu não falo nada apenas lhe dou as duas)

Mia: (Quando lhe dou as duas ele finalmente abaixa a besta)

???: “Mia...não aparenta oferecer perigo!”

Mia: (ele fala desinteressado tirando a flecha que estava na cabeça do zumbi que eu estava admirando)

Mia: (ele rapidamente cai e eu me afasto me aproximando mais do desconhecido)

Mia: (quando percebo a proximidade me afasto dele também)

???: “Darly?”

Mia: (outro homem chega chamando o desconhecido da balestra)

Mia: (Ele tem o cabelo curto, quase como militar com uma calça verde, camisa branca e casaco que não sei distinguir a cor)

???: “Hum...Quem é a ruiva?”

Mia: (ele fala isso com um sorrisinho cínico no rosto)

Darly: “Mia Cooper, não é?”

Mia: “S-Sim...” (Que merda, estou gaguejando feito uma idiota)

???: “Hum...Mia Cooper....Interessante!”

Mia: (ele fala isso se aproximando de mim)

???: “Até que ela não é feia, muito pelo contrário! Não quer se divertir ChuChu?”

Darly: “Você me inoja Merle, agora deixe-a temos mais oque fazer!”

Mia: (O outro fala já um pouco irritado me salvando)

Merle: “Ah...por favor né, antes do mundo ficar completamente ferrado eu arranjava todo tipo de mulher pra você, e agora eu não posso mais me divertir? Faça me o favor!”

Darly: “Apenas...”

???: “Darly...Merle...”

Mia: (outro homem com os olhos azuis bem aparente com o cabelo um pouco enroladinho chega e interrompe o tal de Merle)

???: “O que estão fazendo?”

Mia: (ele fala isso e seus olhos de repente se dirigem a mim)

???: “Quem é ela?”

Merle: “Mia Cooper e não nos fará serventia!”

???: “Desculpe os dois senhorita, parece assustada, eu sei...”

Mia: “N-não tem problema eu só quero...”

???: “Você tem algum acampamento ou algo do tipo?”

Mia: “Sim, na verdade t-tinha...ele foi tomado a algumas horas!”

???: “Eu sinto muito...”

Mia: “Não sinta, salvei oque tinha de salvar!” (Não sei por quê mas, me sinto bem mais segura perto deste que fala comigo neste exato momento, e nervosa perto do desconhecido da balestra, já o outro não sei...tenho medo dele)

???: “Tem mais gente ai com você?”

Mia: “Sim, minha irmã e a filha dela!”

???: “Darly...o que acha?”

Darly: “Talvez ela ajude em algo...não custa nada tentar!”

???: “Mia, preciso que confie em mim ok?”

Mia: “O-ok!”

???: “Sei que precisa de um lugar seguro para sua irmã e a filha dela então...preciso que responda as minhas perguntas e quero sinceridade”

Mia: (eu apenas aceno com a cabeça um sim)

???: “Quantos zumbis já matou?”

Mia: “Não sei, muitos...talvez uns 20 ou 25 não sei...”

???: “Bom número...e pessoas? Quantas já matou?”

Mia: “Não...nunca matei ninguém!”

???: “Ótimo...temos um lugar seguro...mas preciso conhecê-las!”

Mia: (Ele se refere a Emma e Amy)

Mia: (Eu sigo até a cabana com eles logo atrás de mim)

Mia: (quando entro vejo Emma vasculhando uns armários e Amy sentada)

Mia: (Quando Amy me vê com eles ela fala)

Amy: “M-Mamãe?”

Mia: (rapidamente Emma se vira e me vê com os homens que conheci...eu querendo ou não tenho que confiar neles, além do mais eles tem um abrigo seguro, e é exatamente isso que nós precisamos)

Emma: “Mia, quem são essas pessoas?”

Mia: “Emma...e-eles podem nos ajudar!”

Emma: “Como?”

Mia: “Eles tem um lugar seguro, e é oque nós precisamos!”

Emma: “Mia...”

Mia: “Se não faz por você, faça por Amy!”

Emma: “Não sei...eu...”

Darly: “Desculpe incomodar mas tempo está passando!”

Mia: (olho para Emma suplicando para que aceite)

Emma: “ok, vamos Amy!”

Mia: (ela fala isso pegando na mão de Amy e todos seguimos para fora)

Mia: (Com todos reunidos nós seguimos os três homens e depois de alguns minutos caminhando nós chegamos a beira de uma estrada, vejo um chinês em frente a um carro olhando um mapa)

Mia: (depois meus olhos repousam sobre uma linda moto)

Mia: (Sim, por incrível que pareça eu AMO motos)

Mia: (Quando o chinês nos vê fica espantado, mas logo relaxa quando avista seus parceiros logo atrás de nós)

???: “Quem são elas?”

Rick: “Mia é a Ruiva e as duas loiras são Emma e Amy, são mãe e filha!”

???: “Bem...então...É um prazer conhecê-las, me chamo Glenn e sou coreano, não chinês!”

Mia: (ele fala como se lesse minha mente)

Rick: “Bem...vamos embora! Já temos bastante suprimento e novas pessoas, já basta por hoje!”

Mia: (Ninguém fala nada apenas concordam e Rick procede)

Rick: “Melhor Emma ir no carro com a filha, se importa em andar de moto mia?”

Mia: “Não, ando com todo prazer!”

Rick: “Darly...”

Mia: (Rick olha para Darly quase implorando)

Rick: “Se importa de leva-la?”

Darly: “Tanto faz...”

Mia: (Ele fala isso se virando para sua apaixonante moto, equipando sua besta na própria)

Mia: (Depois Emma, Amy, Rick, Glenn e Merle entram no carro)

Mia: (Então sem hesitar vou encontrar Darly em sua moto)

Mia: (Não sei por quê mas, sempre fico nervosa, na verdade muito nervosa quando Darly está por perto)

Mia: (Ele monta na moto e fica me olhando provavelmente esperando alguma reação ou ação)

Darly: “Então...vai ficar olhando pra minha cara o dia todo?”

Mia: “Ah...N-não!” (Falo isso subindo na moto)

Mia: (Eu hesito um pouco antes de segura-lo e ele percebe)

Darly: “Pode segurar, eu não mordo!”

Mia: (Mas arranca o pedaço...)

Mia: (Eu meio que o abraço por trás e ele dá partida na moto e sai rapidamente juntamente com o carro em que Emma e Amy se encontram)

Mia: (Eu tão bom sentir o vento no meu rosto novamente)

Mia: (Demora 1 hora para chegarmos ao nosso destino)

Mia: (Chegamos ao que aparentemente é uma prisão)


Notas Finais


Beijos amores!😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...