História O florista - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Bts, Fluffy, Yaoi, Yoonseok
Exibições 87
Palavras 525
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei voltei ♥
Espero que gostem de mais esse amorzinho.

Capítulo 5 - Irremediavelmente


    Ele é perfeito. Em todos os sentidos; de todos os ângulos, luzes e distâncias.

    As palavras que saiam de sua boca pareciam ainda mais doces e gentis. Os olhos quando se fechavam enquanto ele ria faziam com que ele ficasse absolutamente adorável.

    E sentados no chão daquele jardim, eu percebi uma coisa. Cada parte do meu corpo se arrepiava quando ele se mexia demais e acabava encostando em minha pele. Me perdia em sua voz enquanto me concentrava no jeito em que ele passava as mãos nos fios escuros a fim de arrumá-los, como ele olhava para as próprias mãos quando se sentia envergonhado e o jeito que ele inclinava a cabeça para o lado quando estava confuso. Ele mordia os lábios enquanto pensava e estalava os dedos quando esperava por uma resposta minha, seu olhar às vezes se perdia nas flores ou em pequenos pássaros que pousavam no quintal e ele colocava a mão em frente a boca quando gargalhava.

Eu já nem sabia mais se estava me comportando como um ser humano normal perto dele, pois sentia minhas mãos suando enquanto meu rosto parecia estar quente apenas por ter sua mão tocando minha perna despreocupadamente.

“Você nem parece ser mais velho que eu” disse como quem não queria nada. “E você é bem mais tímido… E fofo”

“Eu não sou fofo” respondi baixinho enquanto desviava o olhar.

Ele insistia em dizer e se recusava a negar, então eu simplesmente deixei ele ganhar aquela simples discussão.

E quanto ele disse que estava cansado demais para ficar sentado e se deitou apoiando a cabeça no meu colo, senti meu coração pulsando mais forte. Seus fios escuros e brilhantes estavam ao meu alcance, assim como a pele clara e de aparência macia de suas bochechas e por mais que meu interior gritasse para tocá-lo, eu não conseguia. O silêncio durou confortavelmente durante alguns minutos e vencido pelo meu interior, deixei que meus lábios se abrissem lentamente e proferissem algumas palavras:

“Seus cabelos são tão bonitos” disse baixinho enquanto me alegrava ao vê-lo sorrindo.

“Eu gosto quando fazem carinho nos meus cabelos” confessou com as bochechas coradas. Poderia jurar que meu cérebro berrara comigo para que eu fizesse algo. Então eu fiz. E descobri que a sensação de ter seus fios por entre meus dedos era muito mais gostosa do que eu poderia ter imaginado.


 

Quando ele adormeceu no meu colo, senti que poderia respirar normalmente. Seu rosto estava sereno e eu poderia jurar que estava sorrindo. Aos poucos fui repassando os detalhes de sua face, detalhes que já havia observado tanto e até mesmo gravado em papéis, mas a verdade é que eu jamais enjoaria de seu rosto. Ao fitar seus lábios, um pequeno arrepio passou por minha espinha; eles eram tão cheinhos e rosados que me perguntei como seria beijá-lo. Me perguntei a textura e o sabor; se seus beijos eram lentos e suaves ou ferozes e apaixonados; se ele enlaçaria seus braços em meu pescoço caso eu o fizesse ou abraçaria minha cintura.

E naquele momento, enquanto a luz fraca do dia batia em seu rosto, eu soube. Eu estava irremediavelmente apaixonado por ele.


Notas Finais


Venham espalhar amor nos comentários ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...