História O FRUTO DA PERDIÇÃO - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rubi, Teresa, Verdades Secretas
Personagens Personagens Originais
Tags Conflitos, Drama, Romance, Sexo
Visualizações 3
Palavras 587
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Necrofilia, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Quero deixar estritamente claro, que toda história é extremamente fictícia e foge completamente da realidade dos envolvidos. É apenas uma história de cunho "poético". Não queremos denegrir a imagem de ninguém, logo, todos os envolvidos serão relatados como personagens e os nomes são fictícios.

Capítulo 1 - Piloto - Eram todos felizes?


Fanfic / Fanfiction O FRUTO DA PERDIÇÃO - Capítulo 1 - Piloto - Eram todos felizes?

Olá!

Me chamo Cláudio Someolick, a partir de hoje vocês irão conhecer a minha história. 

Na movimentada cidade do Rio de Janeiro, está situada a empresa "Cheiro da felicidade", ela confecciona fragrâncias muito famosas. Pois, grandes nomes da TV e da música já deixaram sua marca registrada. 

A história é iniciada com Cláudio falando ao telefone. 

- Cláudio: alô? Oi, amor. Então eu estou te ligando, para avisar que o Lúcio e a esposa irão jantar lá em casa com a gente! 

- Mara: OK! Eu irei avisar a Lurdes, para que ela faça uma comida especial para a nossa visita. 

- Cláudio: Obrigado, meu amor. Te amo! 

- Mara: Também te amo, minha vida! 

Ao desligar o telefone, Cláudio levanta-se e vai em direção à porta, pois clientes o aguardava, porque tinha uma reunião marcada. 

- Cláudio: olá, desculpe-me pelo atraso, eu estava resolvendo algumas pendências. Mas vamos para o que interessa!? 

Os clientes acenam com a cabeça, fazendo sinal de "positivo". 

Leblon, área nobre do Rio de Janeiro. 

- Mara: Lurdes? Lurdes? 

- Lurdes: oi, dona Mara. A senhora deseja algo? 

- Mara: Sim! Lurdes, hoje eu e o Cláudio teremos visita para o jantar, então eu quero que você capriche! Por favor, faça algo agradável e delicado. Pois a esposa do Lúcio é super "delicada". 

- Lurdes: OK! Eu prometo não errar! 

- Mara: Assim espero, Lurdes. 

O dia passa e a hora do jantar chega. 

- "Ding dong". (Barulho da campainha). 

Lurdes abre a porta! 

- Lurdes: olá, boa noite! Sejam bem-vindos. 

- Cláudio: Boa noite, Lúcio. (Cumprimentam-se com aperto de mãos).

- Cláudio: Boa noite, Leandra. (Cumprimentam-se com beijinho do rosto).

Mara também os cumprimenta!

Os casais começam uma conversar, logo, engatam em assuntos como: política, economia, clima, países e etc. 

Lurdes vai até a sala e os avisam que o jantar estar pronto. 

Todos jantam e vão para a adega, pois Cláudio sugere que eles bebam vinho. 

Mara tenta disfarçar, mas todos notam que ela não se sente à vontade com a presença de Lúcio e Leandra em sua casa. 

Após uma noite "agradável e feliz", antes de ir embora, Leandra sugere que eles tirem uma "selfie". A foto é tirada, logo após o casal Lúcio e Leandra se despedem, pois já irão embora. 

- Leandra: Tchau, meus amores. Boa noite! 

Ah... Lurdes, o jantar estava divino!

E... Marinha, eu te mando a foto que tiramos. (Tom de deboche).

Após eles irem embora, Mara dispensa a empregada Lurdes. 

Já no quarto com o marido, Mara o questiona. 

- Mara: Podia ter avisado que era esse Lúcio!

- Cláudio: ah... Mara, pelo amor de Deus. Você imaginou que seria qual Lúcio? 

- Mara: Não sei! Passou pela minha cabeça, que poderia ser o Lúcio Sampaio e não esse ordinário!

- Cláudio: meu amor, você ainda guarda magoa dele, por conta daquela noite? 

- Mara: Claro! Você acha que é fácil esquecer? Depois daquela noite, a minha vida virou de cabeça para baixo! Aquele maldito arruinou com tudo que existia de bom em mim. 

- Cláudio: Mara, você precisa voltar para a terapia! 

- Mara: Para de ser idiota! Você não tem sentimentos? Eu já era sua mulher, você não fez nada, você não me defendeu. Todos riam de mim, enquanto aquele maldito acabava comigo! Depois daquele dia, eu apodreci, eu fui morrendo aos pouco. Hoje eu sou só capa. Meu interior é uma merda! 

Cláudio beija sua esposa. Ela vai se acalmando, pois sempre relaxa com os beijos e carinhos do marido. 

Eles começam as preliminares, a noite será longa!

Continua...



Notas Finais


Esse foi o nosso primeiro capítulo, muitos dramas cercam essa história. Você poderá desvendá-los nos acompanhando.

Elenco:
Cláudio Someolick (Rodrigo Lombardi)
Mara Someolick (Juliana Paes)
Lúcio Torres (Emílio Dantas)
Leandra Silva Torres (Paolla Oliveira)
Empregada Lurdes (Cristina Pereira).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...