História O Garoto Da Neve - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Deixe a Neve Cair
Personagens Addie, Angie "Duke", Jubileu Dougal, Personagens Originais
Visualizações 4
Palavras 980
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eis o primeiro capítulo de uma grande história de amor...
Boa leitura..

Capítulo 1 - "-Droga De Trem!"


Fanfic / Fanfiction O Garoto Da Neve - Capítulo 1 - "-Droga De Trem!"

Acordo na manhã 23 de Dezembro com o nariz congelado,mal consigo respirar de tão gelado,me sento na cama e tiro a a montoeira de colchas e mais colchas que me manteriam aquecida durante a noite,olho no relógio e vejo que é ainda 8:10 da manhã,caio de cabeça no travesseiro e solto um grande suspiro.

Julie: Aahh nãoo,hoje é sábado, amanhã e natal preciso me apressar! -dou um pulo da cama-

Levanto da minha cama e olho lá fora,vejo que está nevando demais,vou até o banheiro e faço minha higiene matinal e desço para tomar meu café.

Julie: Oie mãe,cadê a senhora? -falo procurando minha mãe- Ué,o que é isso? -encontro um bilhete-

Julie,filha,fui no bazar de enfeites de Natal,deixei seu café já pronto,volto logo... Te amo... Como amor,Mamãe💗

Tá né, oque me resta é fazer nada. Tomo meu café e fico de bobeira durante 2 horas,almoço e aproveito e durmo para a hora passar mais rápido. Acordo já era 17:50 da tarde e meus pais ainda não chegaram,desidi ligar a TV e me dou de cara com uma notícia que me espantou:

*TV: Estamos na rua World Car Filips com os manisfestantes que se rebelaram com o preço dos enfeites de natal,vejam só machucaram alguns policiais. Neste momento estão sendo presos e ficaram na cadeia até a segunda ordem.*

Neste momento vi meus pais se debatendo contra os policiais e sendo postos no camburão e sendo levados. Meus pensamento foram levados antes mesmo que eu pudesse pensar com oque aconteceu,quando ouço varias batidas na porta. Estranhei e fui logo abri ainda espantada com a notícia.

Julie: Joke?O quê faz aqui? 

Joke era o advogado da família,mas ainda não entendi oque ele veio fazer aqui.

Joke: Acho que você já viu a notícia dos seus pais não é mesmo?

Julie: Sim sim,mas oque você faz aqui? 

Joke: Vim avisar que não poderei soltar seus pais!

Ele falou e eu tomei uma facada no peito de tão horrorizada, Joke era um advogado excelente, nunca falhava,agora com uma simples briguinha de enfeites de natal ele não poderá fazer nada? Acabei me exaltando.

Julie: Como é que é? Eu ouvi isso mesmo? Você não vai poder libertar os meus pais por uma simples briguinha? Ta de brincadeira né? -falei cuspindo todas as palavras já gritando-

Joke: Não se exalte Julie! O juiz não vai solta-los até a segunda ordem garota!

Julie: Disso eu já entendi,agora pode me explicar O QUÊ você veio fazer aqui?

Joke: Ah sim,seus pais me avisaram para você ir para a casa dos seus avós no Texas,já comprei sua passagem e você embarca no trem as 20:00 horas,então se apresse,estarei esperando aqui fora. -ordenou-

Demorei 1 minuto para digerir as palavras do Joke,num modo automático eu fui pro meu quarto fazer minhas malas. As palavras de minha boca não saia,eu só pensava: pais na cadeia,avós, Texas,malas,pais na cadeia,avós, Texas,malas...

Demorei 10 minutos pra jogar minhas roupas dentro da minha mala,desci tranquei tudo,fechei a porta e botei a chave como sempre debaixo do tapete,e segui para o trem.

Cheguei na estação depois de muito sofrimento da neve na minha bota, já era 19:00 horas,que ótimo ficarei sem fazer nada durante 1 hora,peguei meu celular e liguei pra Brendoon meu querido namorado.

*Brendoon* Oi amor como você está?

*Julie* Nada bem...

*Brendoon* Desculpe minha gatah,é que estou muito ocupado aqui em casa,depois te ligo,Te amo,beijos.

*Julie* (abri a boca pra dizer oque aconteceu mas logo a fechei) Ok então,beijos...

E desligou. Limpei uma lágrima fujona,e logo avistei meu trem chegando,pois é Texas,lá vou eu.

Meu trem chegou e logo senti a delícia do vapor quente que eu tanto precisava,entrei sentei e fiquei,durante um tempo fiquei vendo a passagem linda toda branca pela neve,fui como sempre interrompida pelos meus pensamentos quando um homem,pelo visto bem bonito me chamou.

**** Oi posso me sentar aqui? -perguntou o estranho-

Julie: Ah sim claro. -cheguei um pouco para o lado e dei espaço pro belo homem-

Um silêncio devastador tomou conta dos nossos assentos,desidi levantar para comprar alguma coisa. Fui ate uma lojinha dentro do trem mesmo e comprei caneca de chocolate,biscoitos,4 salgados e uma xícara de café. Voltei para o meu assento e tomei meu chocolate,percebi que o rapaz me olhava para oque eu estava comendo e pela magnífica educação que eu tenho o ofereci.

Julie: Por favor aceite,vou me sentir mal se você não aceitar!

**** Já que insiste,eu aceito,muito obrigado eu mal tive tempo de comprar alguma coisa hoje,e você acabou me ajudando,muito obrigado.

Julie: Que isso,não tem problema...

**** Ah que falta de educação minha,deixe-me eu apresentar,meu nome é Peter,e o seu?

Julie: Prazer,Julie. -estiquei a mão e apertei a-

Peter: Está indo para onde?

Julie: Vou para a casa dos meus avós no Texas,e você?

Peter: Vou para greecetown,é a próxima estação. 

Julie: Hum... -falei sem interesse algum-

Depois de uns minutos conversando com Peter sobre coisas banais e chatas chegamos a greecetown. Me levantei para dar espaço a Peter descer quando o trem freiou bruscamente e todo mundo caiu um por cima do outro. Eu por ironia do destino cai sobre Peter,que no ato levantei num flesh e corei na hora pedindo desculpas pelo incidente.

Mal tive tempo de falar,o rádio do trem avisou que o trem descarrilhou e atolou na neve,e que provavelmente não iremos a lugar nenhum hoje,e que por falta de energia eles desligariam as luzes e o aquecedor,eu provavelmente iria morrer de frio. Tomei uma decisão inesperada.

Julie: Droga de trem!

Fui até a janela e vi as pistas de carro completamente vazias e lá no fundo uma luzinha acesa que no esforço maximo da minha vista consegui ler World Gracetown Coffee.

Julie: Vou até lá!

Peter: O quê?

Julie: Vou ater lá na Greecetown coffee,deve ter aquecedor,vocês podem vir,pois saberiam se tiver aquecedor, se eu voltar pro trem estamos perdidos! -falo num tom de desespero.

Peter: Eu vou com você.

Julie: Não! Você fica tomando conta dessas pessoas do trem! -peço num tom de ordenaça-

Peter: Ok,então... -falo num tom de desapontamento-

Empurro a porta com toda e minha força e sinto o vento super gelado e vou em frente...

                                    Continua...


Notas Finais


Próximo capítulo em breve...
Bjos amigos!!!!
Gostaram do capítulo??
Comentem ae


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...