História O garoto "problema" - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 191
Palavras 5.333
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi cupcakes, essa é mais uma história minha de percabeth, espero que gostem!
Só queria deixar claro que eu não tenho um dia certo para postar, e mesmo a história não sendo movida a comentários, quanto mais vocês comentam, mais criativa e estimulada a escrever eu fico, então os caps saem naturalmente mais rápidos.
Espero que gostem, um beijo da gaybs, e boa leitura!

Capítulo 1 - A falta do Sr. D


Fanfic / Fanfiction O garoto "problema" - Capítulo 1 - A falta do Sr. D

 

- Merda

Eu sei, não é um jeito muito bom de começar uma história, mas o que posso fazer? É da minha vida que estamos falando, não espere que eu comece de uma maneira diferente...
Que educação a minha não é? Além de começar com um palavrão, eu nem me apresento e já estou reclamando da vida. Bem, meu nome é Annabeth Chase, eu tenho 16 anos e estou prestes a completar 17. Eu tenho cabelos loiros e olhos acinzentados. Hoje, é o meu último dia de férias, e não, eu não vou reclamar dizendo que vou voltar para a escola como você deve estar esperando. Aliás, eu gosto de estudar, sempre gostei, mas isso não significa que eu sou uma nerd.

Isso pode parecer um pouco estranho... Mas tudo bem. Eu sou a representante de turma da escola, a Half-Blood school, além de também ser integrante do comitê de eventos, líder de torcida e presidente do clube de debate. Eu tiro notas muito boas, mas não pense que eu sou uma santa, longe de mim.  Perdoem-me, não sou muito boa com apresentações, acho melhor passar direto para a história, para vocês entenderem o porquê de ela estar sendo contada.

Por ser o último dia de férias, eu estava me preparando para o dia seguinte, sabe como é não? Colocando cadarço nos tênis, arrumando a mochila, fazendo capa para os cadernos, colocando nome nas coisas... o de sempre. Mas eu já sabia que cedo ou tarde iria chegar uma mensagem de Silena dizendo que "precisávamos nos despedir das férias". E foi só falar, que o celular começou a apitar:
Mensagem de: Silena Beauregard
[16:26] Rainha do brilho: Hey annie
[16:26] Você: Oi sil
[16:26] Rainha do brilho: Amg, a gente precisa se despedir das férias
[16:27] Você: Sabia que você ia dizer isso
[16:27] Rainha do brilho: Então, fiquei sabendo que vai ter uma festa na casa dos Stoll hoje à noite, e adivinha só? Eu dei um "jeitinho" e consegui a entrada V.I.P
[16:27] Você: V.I.P? Sério? O que tem demais nessa festa? São só os Stoll...
[16:27] Rainha do brilho: Só os Stoll? Linda, caso você não saiba, essa festa vai dar até fila! Consegui uma entrada pelos fundos... Topa?
[16:28] Você: E eu tenho escolha?
[16:28] Rainha do brilho: O que você acha?
[16:28] Você: Vou estar na porta da sua casa às 17:00
[16:28] Rainha do brilho: Assim que se fala! Bjjj
Mensagem.Off
Eu não disse? Olhei no relógio, e percebi que já eram 16:30. Eu nunca vi pessoa mais animada que a Silena. Ela era uma das minhas melhores amigas, e sempre estava com essa de festas e meninos e etc.
Eu terminei de etiquetar as coisas e já corri para a casa de Silena. Esse era o motivo de eu ir tão cedo para o local, além de lá ser uma casa enorme, com vários banheiros, também tem um closet do tamanho da minha casa. Se não nos arrumássemos juntos, sangue ia jorrar. Com a Silena  não se brinca.
Cheguei ofegante na porta da mansão. O porteiro de seu condomínio, já me conhecia, portanto, não precisei de muito esforço para ele me deixar entra. Toquei o interfone da mansão e uma das empregadas atendeu:
- Quem é? - Disse ela
- Annabeth Chase. Vim para encontrar com Silena e Piper.
- Claro querida. Entre. - Disse ela que provavelmente reconheceu minha voz, e abriu o portão, deixando com que eu entrasse.
Sem muita cerimônia, eu entrei, deixei os meus sapatos na porta para que a sujeira não fosse comigo para dentro de casa, e eu comecei a subir as escadas rapidamente. No meio do caminho, acabei topando com Leo, que é meu melhor amigo, e também, filho do padrasto de Sil.
- Oi Annie - Disse me abraçando - As meninas estão te esperando lá no quarto.
- Tudo bem Leo. Muito obrigada! - Disse  me desvencilhando do abraço e correndo ainda mais. 
O motivo de tanta correria? Sil, é bem dramática. E eu já estava uns 10 minutos atrasada, e ela provavelmente iria ME MATAR! Até que enfim avistei a porta de seu quarto e diminui a velocidade, entrando pela porta e me jogando em sua cama arfando.
- CHEGUEI - Disse ofegando
- Você está 12 minutos atrasada! - Disse ela esfregando o celular na minha cara
Observei que todas as minhas amigas estavam lá, inclusive Thalia, que provavelmente foi arrastada à força, rindo do meu desespero.
- VAMOS COMEÇAR A AULA DE MODA DA SIL! - Disse ela batendo palminhas e  arrastando um quadro branco para o meio do quarto.
Observei que ela tinha escrito isso no quadro, com canetão cor-de-rosa, e não pude poupar uma careta. 
- Vamos começar individualmente, por ordem alfabética. Annie você primeiro, escolha uma cor. - Ela disse me apontando um monte de canetões de variadas cores. 
- Eu sei lá! Azul? - Disse perdida
- Ótimo. - Logo vi que ela pegou o canetão e escreveu meu nome em cima. e disparou a falar - Annabeth Chase, é loira, dos olhos cinza-tempestade, o tom de pele, de 0 para mais clara e 10 para a mais escura, eu daria uns 2. Menina você precisa de um bronze. Como podemos ver ela gosta de azul? Alguma preferência? Não? Ótimo! Azul realmente combina com você e eu não entendo o porquê de você sempre usar calça, suas pernas são maravilhosas, e acho que uma bota ia ser lindo... 
Ela não parava de falar um segundo sequer. Mas no final isso até valeu a pena, pois ela conseguiu fazer com que  nós ficássemos perfeitas... Foi o tempo de arrumarmos, entrarmos no carro, e irmos para a festa.
- Eu não acredito que você me convenceu a ir de salto - Disse Thalia mais uma vez reclamando de ter que andar com os sapatos altos
- Me agradeça que eu não te forcei a vir de vestido! - Disse Lena rindo
- Er... Aonde a gente vai entrar Sil? - Perguntou Piper para a meia-irmã
- Estou me fazendo a mesma pergunta... - Disse Hazel cruzando os braços.
- Pelo fundo! Venham logo... - Disse puxando-nos
- Esse fundo está longe demais para o meu gosto - Reclamou Calipso nos fazendo rir
- Não são todas que tem a mesma prática que você em andar de salto Sil - Reclamou Piper
- Chegamos - Disse parando 
- Nomes? - Perguntou o segurança
- Silena Beauregard, Annabeth Chase, Thalia Grace, Calipso Atlas, Hazel Levesque e Piper McLean. - Disse com uma voz doce
- Podem entrar. - Disse liberando a passagem
Adentramos o local e vimos que o som estava muito alto, as luzes coloridas em nossos rostos impossibilitavam que conseguissemos reconhecer os rostos rapidamente, embora soubéssemos que haviam muitos conhecidos por lá
- E ai gatas, curtindo a festa? - Um desconhecido chegou perto de nós
- Ah mas me poupe e... - Até que olhei com mais atenção e pude reconhecer as feições um pouco latinas - Leo?
- Eu mesmo garota! - Disse rindo
- O que você está fazendo aqui?
- Tá brincando né? Tá todo mundo aqui!
- Você não estava brincando quando disse que tinha fila não é Silena? - Disse me virando para a minha amiga, porém não a encontrei - Silena?
- Aquela ali serve? - Disse Leo apontando para a morena, que já se agarrava com um menino no canto do lugar
- Vamos Annie vai ser legal - Disse fazendo uma vozinha fina, com o propósito de imitá-la - Não vou te deixar sozinha! - Completei fazendo Leo rir
- Vai se divertir Annie. Esfrega na cara delas vai - Disse me fazendo rir
- Tem razão Leo. Vou para aquela pista de dança e esfregar bem na cara delas - Disse indo para o círculo iluminado no chão e acompanhando a letra com meu corpo, até que avisto Thalia com um copo na mão
- OI ANNIEEE! TÔ AMANDO ESSE LUGAR... - Disse já um pouco alterada
- Thalia, eu não acho que você deva beber...não hoje!
- Ai Annie! Deixa de ser careta... vem, canta comigo ó: CINCO PATINHOS FORAM PASSEAR...
- Thalia, você definitivamente não está bem.
- Ai Annie! Eu tô ÓTIMA! Nunca estive melhor! Eu posso muito bem... - Ela não finalizou a frase e colocou as duas mãos na boca, e começou a correr em direção ao banheiro
Sabia que ela iria vomitar. Ela é a única louca possível o bastante para beber no último dia de férias, amanhã ela vai estar igual um zumbi! De ressaca ainda por cima... os deuses que nos livrem e ajudem...
Eu segurei seu cabelo, enquanto ela vomitava, e assim que ela terminou, fui lá pra fora e chamei um táxi, logo colocando-a no carro, entrei, e pedi que me levassem até minha casa.
Chegando lá, carreguei Thalia no colo, e após ouvir alguns sons vindos do quarto de meus pais, eu gritei:
- MÃE, PAI, CHEGUEI! MANEIREM AÍ POR FAVOR?- Minha mãe soltou um gritinho e rapidamente vestiu o roupão vindo ao meu encontro
- Annabeth! Está cedo não? Ainda são meia-noite! O que está fazendo aqui?
- A sem noção da Thalia mãe... Podem voltar ao que vocês estavam fazendo, mas fechem a porta do quarto por favor? - Ela me olhou com um sorriso malicioso e voltou para o quarto, fechando a porta. Ela pelo visto não notou que Thalia estava bêbada, ou fingiu que não viu.
- JUÍZO, E USEM PRESERVATIVO... NÃO QUERO TER UM IRMÃO! - Disse e voltei a cuidar de Thalia
- Lá em casa tinha um pintinho, lá em casa tinha um pintinho, e o pintinho piu, o pintinho piu, o pintinho piu, o pintinho piu, o pintinho piu, o pintinho piu, o pintinho piu, o pintinho piu - Ela cantava meio mole
Eu coloquei ela dentro do chuveiro com a água gelada, e aos poucos ela foi ficando menos alterada.
- Annie, eu posso te contar um segredo? - Disse e eu a olhei desconfiada. Thalia bêbada, tinha seus estágios. Não estava muito preocupada, porque ela estava no estágio 3, no qual ela ficava infantil, e ela só ficava de ressaca no outro dia no estágio 5. No estágio 1, ela dançava muito, e pegava ,muita gente. No 2, ela começava a prever umas coisas. Ela tinha essa fama, quando ela estava levemente bêbada, ela previa algumas coisas, uma vez ela falou que ia chover na semana seguinte, e choveu, e em uma outra vez, ela disse que o irmão dela ia tirar 7,85 em uma prova, e ele realmente tirou!
- Conte...
- Amanhã vai dar uma merda muito grande pro seu lado, e você vai ficar com meu primo ainda esse ano. - Ela soltou - Mas não conta para ninguém tá? - Ela disse e eu ri, assentindo. Aquilo era impossível! Eu e o primo dela? Só se ela tiver algum primo perdido, porque eu ODEIO o Percy e o Nico é gay!
Levei Thalia para a casa da Silena, afinal Afrodite não ligava muito para meninas de 16 anos bêbadas, e minha mãe sim... E eu fui dormir.
***
Acordei no dia seguinte muito bem. Coloquei um short jeans, devido ao calo que fazia em NY e uma blusa comum. Calcei meus queridos All star, e deixei meu cabelo solto, como o normal.  Tomei uma xícara de café, e fui ver se alguma das minhas amigas podia me dar uma carona. Thalia, que estava em uma mal humor do capeta, concordou, mas ela também daria carona para a família dela (a mando do pai obviamente).  E ela disse, que se eu me atrasasse um segundo sequer, ela não me esperaria, por isso, saí 15 minutos antes do previsto, para estar em sua casa no horário combinado.
Toquei o interfone da mansão Grace, e já fui atendida por um ser desprezível.
- Quem é a essa hora da manhã? - Percy Jackson
- Não te interessa! A casa nem é sua!
- É mais minha do que sua né loira?
- Não me chame de loira seu imprestável! - Disse começando a ficar irritada
- Vem cá, vocês ainda deixam essa menina entrar aqui? - Disse provavelmente perguntando para Jason e Thalia
 - Desde quando isso aqui virou zoológico para permitirem a entrada de animais assim como você hein Percy? Abre logo essa porta! Mas que merda!
- Ui, esqueceu a educação em casa? - Perguntou ele
- ABRE ESSA PORTA AGORA JACKSON!
- Abre logo essa porcaria Percy,antes que sobre para mim apanhar também... - Disse Jason rindo do outro lado
O moreno bufou e permitiu a minha passagem. A primeira coisa que fiz foi lhe dar um belo tapa no ombro, que provavelmente vai ficar marcado por alguns minutos.
- Bom dia - Disse abraçando Jason
- Bom dia - Disse ele
- Não se atreva a tocar em mim - Disse Thalia
- Nem vou piranha - Disse rindo
- Vamos logo, antes que vocês se matem - Disse Jason colocando a mochila sobre os ombros juntamente com a irmã e o primo
- Eu vou na frente - Disse juntamente com Percy
- Eu falei primeiro - Disse
- Não eu falei primeiro - Ele rebateu
- Eu falei primeiro - Disse mais uma vez
- Dá para vocês pararem de brigar? - Perguntou Lia
- Se a Miss Perfeição aqui admitir pelo menos uma vez na vida que está errada
- Se o garoto problema aqui parar de me provocar
- Chega vocês dois. Eu vou na frente. E sem reclamações - Disse Jason fazendo com que eu e o imprestável bufássemos
Não vou ficar aqui descrevendo para vocês o caminho inteiro, afinal, vocês irão se cansar de ouvir minhas brigas e do Perseu, mas resumindo: eu nunca briguei tanto com uma pessoa na minha vida inteira.
Ao chegar na escola, fui direto até a secretaria, pois sou representante de turma, e deveria estar a par de tudo que acontecerá no mês, as mudanças do ano e principalmente: devo renovar minha licença como parte do comitê de eventos.
- Bom dia Annabeth, pode se sentar - Quíron, o vice-diretor me disse
- Bom dia Quíron, bom dia gente - Cumprimentei também meus colegas que também eram representantes
- Bom dia - Responderam juntos
- Vamos ao assunto. Esse ano, nossa escola terá muitos eventos e tivemos algumas mudanças. Vamos começar pelo baile de boas-vindas. É o primeiro evento do ano, e vocês já sabem basicamente como funciona, certo? - Perguntou e assentimos - Na primeira sexta feira letiva, nós utilizamos do espaço do ginásio, decoramos, contratamos DJ e banda, o pessoal dança e tal, mas nós viemos percebendo uma grande corrupção no sistema de votação para rei e rainha. Agora, a votação será online, efetuada pelo registro acadêmico, portanto, cada pessoa só poderá votar uma vez, evitando que haja uma contagem errada. 
- E onde entramos nisso? - Perguntou uma menina no primeiro ano, da qual não sabia o nome.
- Vocês serão os responsáveis para notificar seus colegas sobre a mudança. - Respondeu - O calendário de eventos estará fixado no mural na sala dos professores. Sobre os clubes, os membros permanecerão iguais, e as pessoas que queiram se integrar a um novo grupo, devem fazer as suas inscrições nesse sábado.
- Sábado? - Perguntei
- Sim. A escola se abrirá exclusivamente para isso. Antigamente estava dando muita bagunça. Alguém tem alguma pergunta? Não? Ótimo. Cada um de vocês irá receber algumas listas que devem ser passadas em suas respectivas salas, inscrição para rei e rainha do baile, confirmação da participação no clube, lista de presença e recebimento dos livros escolares. - Disse nos entregando os papéis - Sabem o esquema certo? É só assinar. Agora sugiro que corram,porque o sinal já irá bater, e aposto que não querem chegar atrasados no primeiro dia de aula certo? - Disse sorrindo. Rimos, pegamos os papeis e já nos pusemos a correr.
No meio do caminho, eu desastrada do jeito que sou, acabei tropeçando e caindo por cima de alguém.
- Ei, olhe por onde anda! - Gritou a pessoa, até que nos viramos e eu dei de cara com duas orbes verde-mar. - Loira, se quisesse me pegar tanto assim, não precisava disso tudo, era só falar comigo...
- deuses me livrem. - Disse me levantando - Só tropecei mesmo seu nojento! - Disse limpando a poeira do short
- Sei que me ama Chase...
- Nuuuuu demais! cê é loko! - Disse com um tom sarcástico. Ele apenas sorriu. Maldito sorriso.
- Vocês dois. Estão atrasados. - Dioniso brotou de algum lugar. - Os dois, na minha sala, agora. 
   - Viu só o que você fez? - Sussurrou Percy para mim
- EU? - Disse incrédula - Eu só tropecei, você que ficou rendendo assunto!
- Ah que seja, diz que você estava na sala do Quíron, e me viu fora de sala, e estava chamando minha atenção!
- Por que está tentando me safar?
- Porque eu não quero ficar em uma sala de detenção com você durante duas horas. Serve para você? - Perguntou ainda sussurrando
- Serve
Adentramos a sala de Dioniso, ele se assentou na cadeira por trás, e nós dois nas duas cadeiras da frente.
- O que estavam fazendo no corredor? Esperava isso de você Percy, mas você Annabeth...
- Estava voltando da sala de Quíron, e vi ele fora de sala, então fui perguntar se tinha acontecido alguma coisa.
- Ah que seja! Não quero saber... E você mocinho, olhe aqui - Falou ele olhando para Percy, que permanecia com a maior cara de tédio. - Não posso te suspender na primeira semana de aula, mas saiba que você não vai ficar impune. O comitê de eventos está precisando de ajuda para o baile, e surpresa, você foi o escolhido.
- O QUÊ? - Dissemos juntos
Não queríamos ter que ficar juntos na detenção, mais parece que agora vamos ter que ficar muito mais tempo juntos, graças ao maldito diretor.
 - Isso mesmo que vocês ouviram. Agora saiam os dois da minha sala e vão para a porcaria da turma de vocês.
Saímos bufando e fomos direto para a sala. A professora já se encontrava no local.
- Percy e Annabeth. Atrasados. - Disse ela com um olhar repreendedor
- Desculpa professora, tivemos um incidente. Pergunte ao diretor. - Falei e entreguei as listas para o primeiro da fila do canto. Logo me sentei em um lugar vago, atrás de Piper
- O que aconteceu? - Ela me perguntou
- Percy e suas brilhantes ideias - Disse e ela deu de ombros
As aulas passaram rapidamente, e logo chegou a hora do intervalo. Peguei o meu almoço e fui para a mesa, onde estavam sentados: Thalia, Silena, Piper, Hazel, Calipso, Will, Luke, Charles, Jason, Frank, Leo, Nico e Percy.
- Ô loira... - O moreno de olhos verdes começou a falar
- Não me chame de loira cabeça de alga. - Disse interrompendo sua fala
- De onde você tirou esse apelido? - Disse fazendo uma careta
- Sei lá só me veio a cabeça.
- Que seja... Mas o que é que eu tenho que fazer nesse tal de comitê de eventos? - Perguntou
- Ele está no comitê de eventos? - Perguntou Silena de queixo caído - Como isso aconteceu?
- Longa história - Disse - Mentira, é curta, eu só não estou afim de contar. Enfim Percy, hoje depois da aula tem uma reunião, lá você descobre tudo.
- Mas o que eu tenho que fazer?
- Oras, é só opinar nos assuntos, ajudar no orçamento, ajudar a decorar... - Silena disse
- Ah, no que eu fui me meter - Disse ele esfregando as mãos no rosto
Continuamos conversando sobre coisas aleatórias, até sinal bater. Fui até o meu armário e deixei os livros, e descobri que as aulas vespertinas de hoje seria apenas educação física, então me direcionei para o vestiário, coloquei o uniforme, e fui para a quadra.
Já percebeu que não importa a sua escola, os uniformes de educação física sempre vão ser coladinhos no corpo, com regatas e tudo? Deve ser de propósito, só pode! Aposto que um dia, os diretores de todas as escolas do mundo se reuniram e decidiram fazer isso, para que a gente ficasse ainda mais suado, e o mal cheiro aumentasse, porque não tem condições! Mas até que isso tem um lado bom, porque os meninos ficam ainda mais gostosos nesses uniformes.
Depois de muito tempo praticando esportes, todos estávamos fedidos e suados, e infelizmente, ir para casa tomar um banho estava fora de cogitação. (isso é que dá quando você insiste em fazer parte de um monte de clubes e comitês). Então, a única opção que me sobrou, foi simplesmente tomar banho nos chuveiros da escola, que (pelo menos isso) não estavam muito cheios. 
Coloquei minha roupa extra, e fui até o laboratório, que por alguma razão (favor não me perguntar qual) era aonde ficava todo o material do comitê de eventos. Chegando lá, notei que Percy era o único que ainda não estava lá. 
- Annie - Reyna, a presidente do comitê chegou perto de mim - O único que falta chegar é o Percy. Você sabe alguma coisa dele? Espere, deixe-me melhorar a pergunta, você sabe o motivo de ele ter entrado no clube?
- O diretor obrigou ele. Mas pode deixar comigo Reyna, eu vou buscá-lo. - Disse determinada e pus-me a procurá-lo
Eu procurei na quadra, no vestiário, nas piscinas, e até no banheiro masculino, mas aquela peste parecia ter sumido. Eu revirei a cantina e o auditório de cabeça para baixo, e nada dele. Mas adivinhem aonde fui encontrar? Quem respondeu se agarrando com a Loreen no armário do zelador acertou! Era exatamente o que estava acontecendo. E, como eu sou uma ótima amiga, não teria outra maneira de interrompê-los:
- PERCY! O seu exame de suspeita de AIDS saiu? - Perguntei em um tom exageradamente alto, fazendo com que ambos arregalassem os olhos e ela o empurrasse e começasse um sermão sobre responsabilidade:
- Perseu Jackson! Você está louco? Essa é uma doença sexualmente transmissível, e se você passasse para mim? Seu louco! E se eu tivesse com uma afta na boca? Daria para você me passar também, se é que não passou! Você precisa ter mais responsabilidade, essa doença pode matar e...
- Loreen, só um minutinho tudo bem? Vou precisar dele agora... Depois vocês se resolvem...
Eu comecei a puxá-lo pelo braço até o laboratório, e ele começou a brigar comigo:
- VOCÊ FICOU LOUCA? Como eu vou explicar para ela agora?
- Fala que deu negativo - Disse gargalhando e ele me olhou incrédulo - Relaxa, é a Loreen, é mais burra que uma porta... - Falei tranquilizando-o - E VOCÊ MOCINHO, FICOU LOUCO?
- Por que? - Ele perguntou
- Santa lerdeza! Não tá esquecendo de nada não?
- Acho que não - Respondeu
- O comitê de eventos seu idiota! Estamos te esperando faz um tempão
- AH é verdade... MEUS DEUSES. Desculpe Annie...
- Explique-se para Reyna seu babaca.
-Não sou babaca
- É sim, e um dos grandes...
- Olha quem fala - Ele disse, fazendo com que eu olhasse incrédula para ele
- Oi?
- Não se faça de santa...
- Santa eu não sou, mas eu não iludo os caras com quem eu fico, como você faz...
- Ah não... Chuck não ficou dois meses na sua? E também teve o Jack, o Justin, o Nolan, o Stan, o Mark...
- Ei, ei, ei... - Disse o interrompendo - Não precisa falar da minha lista! Mas se vamos falar de nomes, a Stacey, a Calipso, a Reyna, a Rachel, a Drew... Quer mais ou só esses estão bons?
- Cala a boca loira
- Foi você quem começou
- Ótimo argumento, meus deuses, quer que eu bata palmas? - Disse ele me aplaudindo com ironia
Antes que eu pudesse notar, já estávamos em frente ao laboratório, e todos olhavam nossa discussão segurando a risada.
- Entra logo aí dentro idiota - Disse o empurrando para dentro do local e entrando logo em seguida
- Tudo bem Annie... agora que você achou o Percy, podemos começar, sim? - Pergunto Quíron sem expressão
- Claro - Assenti
- Então, o baile será aqui no ginásio da escola mesmo, portanto não precisaremos discutir sobre o local. A escola nos disponibilizou U$30.000 para tudo, incluindo comida e limpeza, então temos que discutir sobre isso mais tarde. Agora vamos falar sobre o tema do baile.
- Baile de mascáras? - Pronunciou Silena
- Muito clichê - Disse Reyna
- Fundo do mar? - Outra pessoa
- Eu gostei - Disse Percy
- De onde você tirou isso? Do clipe da Taylor Swift? VAMOS PESSOAL EU QUERO CRIATIVIDADE! - Reyna falou e Percy se emburrou
- Se o baile é de primavera, por que a gente não faz do tema primavera? - Eu disse - Você sabe, flores, animais... esse tipo de coisa!
- Genial Annie! Genial! - Ela disse anotando a ideia - Alguém tem mais alguma ideia? - Ninguém se pronunciou. - Ótimo, esse será o tema do baile.
- Aaaah eu amei! As flores podem ser cor-de-rosa! - Falou Silena animada
- Eu não gostei - Disse Percy
- Você não tem que gostar de nada - Falei
- Claro que tenho, eu também faço parte do clube do baile...
- Comitê de eventos... - Resmungou Reyna o interrompendo
- Que seja - Ele disse - Mas eu tenho todo direito de opinar também
- Mas são 12 contra 1 - Disse eu
- JÁ CHEGA VOCÊS DOIS - Disse Reyna - Pausa para água - Ela anunciou jogando a caderneta sobre a mesa
Formamos uma fila na frente do filtro, até que eu notei que  estavam faltando duas pessoas, e quando eu olho para o canto, lá estão Percy e uma garota, e ele claramente está dando em cima dela, e ela não está gostando. Cheguei mais perto para tentar ouvir a conversa
- Percy, pare! Eu namoro - Ela diz mostrando a aliança
- Eu não me importo baby
- Mas eu sim - Disse me colocando na frente da garota
- Uau Chase, tudo isso é ciúmes?
- Jackson sabe o que você é? Um puta de um babaca! A garotanão quer ficar  com você, deixe ela em paz!
- Me deixe você em paz garota, mal-amada! Pare dce atrapalhar a vida dos outros enjoada! - Eu não me contive e lhe dei um tapa na cara 
- FICOU LOUCA?
- FIQUEI JACKSON. TOTALMENTE LOUCA! E AÍ NÃO VAI REVIDAR?
- NÃO SOU COVARDE PARA BATER EM MULHER
- ANDA LOGO JACKSON, EU AGUENTO O TRANCO - Ele continuou imóvel, fazendo com que meu sangue fervesse
- ME OBRIGA ENTÃO - Ele disse e eu o empurrei com toda força, mas eu esqueci que ele segurava em meu pulso, então mesmo que sem querer, ele acabou me puxando junto, e nós dois caímos em cima de uma mesa, quebrando-a. Parte da madeira que compunha a perna da mesa, voou e acertou a janela, despedaçando-a em vários pedacinhos de vidro. E alguns desses pedaços de vidro, caíram no braço de um menino, o machucando.
- CHEGA! VOCÊS DOIS, PARA A DIRETORIA. AGORA! - A voz de Quíron que sempre havia sido tão paternal, se elevou pela primeira vez. - E VOCÊ REYNA, LEVE O GAROTO PARA A ENFERMARIA. 
Eu e Percy fomos emburrados e calados até a diretoria. Trocávamos alguns olhares cheios de ódio durante o caminho, mas sabíamos que a esse ponto do dia, o Sr. D já estaria bêbado, e provavelmente não nos daria castigo muito grande, afinal, ele não se importa.
Quando chegamos, nos sentamos na sala de espera, e esperamos que ele nos chamasse. Porém, o tepo passou, passou, passou, e nada de isso acontecer. Até que eu reparo em duas mulheres entrando pela porta, uma mulher dos cabelos castanhos e olhos azuis, e uma loira dos olhos acinzentados. Minha mãe. 
Ela me lança um olhar penetrante e cheio de raiva, e a outra mulher faz o  mesmo com Percy. Eu engulo em seco, sabia que eu estava ferrada.
- Annabeth Chase. O que você aprontou dessa vez? - Ela me pergunta, mas não há tempo de responder, pois vejo que a vice-diretora, Sra. Thomas, coloca a cara para fora e convida nossas mães a entrar, mas não antes de lançar-nos um olhar furioso.
O tempo passava lentamente, e depois de muito tempo, elas abrem a porta, nossas mães saem com um olhar cheio de raiva, mas com um sorriso vitorioso, o que me faz estremecer.
- Annabeth Chase e Perseu Jackson. - Adentramos o local com muito medo e receio.
- Boa tarde Sra. Thomas. - Dissemos
- BOA TARDE? UMA BOA TARDE EU TERIA SE NÃO FOSSE POR CAUSA DE VOCÊS DOIS! VOCÊSS TEM NOÇÃO DO QUE VOCÊS FIZERAM? DEVEM TER QUEBRADO NO MÍNIMO UM TERÇO DAS REGRAS DA ESCOLA! PRIMEIRO, O SENHOR JACKSON DAR EM CIMA DE UMA GAROTA, VOCÊS SABEM QUE É EXPRESSAMENTE PROIBIDO PAQUERAS E BEIJOS NESSA ESCOLA, SEGUNDO, A SRTA. CHASE AGREDIR FISICAMENTE E VERBALMENTE UM COLEGA. TERCEIIRO, VOCÊS QUEBRARAM A MESA E A JANELA, JÁ CAUSARAM MUITOS DANOS FÍSICOS A ESSA ESCOLA, E QUARTO, QUE COM ESSA BRINCADEIRINHA DE VOCÊS, VOCÊS MACHUCARAM O COLEGA, VOCÊS DERAM MUITA SORTE DE NÃO TEREM SIDO PROCESSADOS. O PIOR, É QUE NÃO FOI SÓ HOJE- Disse retirando uma pasta com o meu nome e o de Jackson
- 28 de fevereiro de 2004, Annabeth Chase morde o colega Percy Jackson por causa de um lego. 4 de março de 2004, Percy Jackson puxa o cabelo de Annabeth Chase - Ela nos mostra uma pasta cheia de advertências. - Essa daqui é a de 2004. Vocês tinham 3 e 4 anos. 3 E 4 ANOS. E não para por aí... - Ela abriu uma ficha para cada ano, e pudemos ver que já tínhamos tido mais advertências do que uma pessoa normal - E o melhor, é que essa é de vocês dois juntos, separados vocês tem muito mais. - Então ela pegou uma ficha vazia, e escreveu: "1 de Janeiro de 2017: Danos físicos ao colega e a um patrimônio escolar"
- Uau... - Eu disse
- Uau, não é Srta. Chase? Eu e a mãe de vocês decidimos tomar medidas drásticas. Não queríamos que chegasse a esse ponto, mas foi necessário. Se vocês não pararem de brigar por bem, vão parar por mal. - Ela pegou o telefone, e pediu a sua secretária que chamassem nossas mães
- Olá garotos - Minha mãe disse sorrindo maliciosa
- Isso já foi longe demais. E falei com suas mães, elas concordaram, os pais de vocês também, e as duas já assinaram a papelada como responsáveis legais, então não adianta reclamarem. Eu conto ou vocês?
- Eu conto - Minha mãe disse - VOCÊS VÃO MORAR JUNTOS!
- O QUÊ? - Eu e Percy gritamos surpresos e em choque
- Eu projetei um prédio aqui perto da escola para um amigo meu, e eu conversei com ele, e ele me deu um apartamento e uma vaga na garagem totalmente de graça! E vocês dois vão morar lá!
- MÃE COMO VOCÊ PODE CONCORDAR COM ISSO? - Gritou Percy
- Ah foi fácil... a Sra. Thomas propôs, eu aceitei, assinei a papelada e ficou tudo certo! - Ela disse com ironia
- MAS MÃE... - Protestamos juntos
- Em casa a gente conversa - Elas disseram também juntas
Eu e perseu nos encaramos com ódioe "nos despedimos"
- Até depois, "colega de apartamento"
- Até depois, "colega de apartamento"
E nós saímos nos fuzilando, pensando, no quão longo e cansativo seria aquele ano. Pela primeira vez na vida, eu senti falta do Sr. D


Notas Finais


Espero que tenham se divertido, não se esqueçam de favoritar e comentar
Um beijo da gaybs e bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...