História O garoto que odiava estrelas. - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga, V
Tags Abo, Alfa, Fobia, Happytaegiday, Menção Vhope, Menção Vkook, Namjin, Ômega, Taegi
Exibições 1.082
Palavras 2.232
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura ♡

Capítulo 14 - Vênus


Fanfic / Fanfiction O garoto que odiava estrelas. - Capítulo 14 - Vênus

Eu te avisei, você se lembra?

Pare de lutar, você já sabe que perdeu.

O deus do amor ganhou esta batalha.

E Vênus declarou que agora você é meu.

~~

 

Taehyung aperta ainda mais Yoongi para perto de si, ainda com os dedos entrelaçados. Ambos continuavam olhando para o "céu desestrelado", ou pelo menos era o que o alfa pensava. Ao olhar para o ômega, viu seus olhos fechados, a respiração calma contra seu pescoço.

Com o pensamento de que Yoongi sempre era o que dormia primeiro quando estavam juntos, ele solta uma leve risada, que foi o suficiente para o ômega em seu peito abrisse os olhos, encarando o alfa sorrindo.

  - Do que está rindo? -Ele pergunta. Taehyung olha para ele, ainda com o sorriso no rosto.

  - Você sempre dorme primeiro. -Ele diz e Yoongi esboça uma falsa expressão de indignação.

  - Desculpe se eu prezo o meu sono de beleza. -Ele diz e Taehyung solta uma gargalhada. 

  Um silêncio se instala entre eles, mas não era constrangedor, e sim um silêncio confortante, enquanto um curtia a presença do outro. Yoongi solta um suspiro, se aconchegando ainda mais nas cobertas. Percebendo esta ação, Taehyung diz;

 - Hey, vamos sair daqui, está ficando frio.

  - Tem certeza? Está tudo tão bonito. E agora eu to com sono. -Yoongi diz/resmunga com um bico.

  - Então parece que eu terei que carregar a princesa. -Taehyung diz.

  - O qu-Yoongi foi interrompido pelo alfa o levantando e o jogando em suas costas.

  - Hey!

  - Quietinho. -Taehyung diz enquanto faz o corpo de Yoongi subir mais um pouco em suas costas, acomodando-o melhor.

O caminho até a casa do ômega foi quieto e silencioso, Yoongi evitando olhar para cima, ficando praticamente imóvel, apenas com o alfa o ajeitando em suas costas vez ou outra. Não havia muitas pessoas na rua, porém podiam ver carros passando.

Logo que chegaram, Yoongi desce das costas do alfa, pegando em sua mão e arrastando-o para dentro, este que nem reclamou, já que queria passar a noite com o ômega também.

Ambos se trocaram, colocando calças de moletom devido ao frio. Se deitaram na cama, virados um para o outro. Taehyung estava feliz por tudo ter dado certo, e sabia, pelas orbes brilhantes dos olhos de Yoongi que ele também estava.

Yoongi se aproximou do corpo do alfa, beijando-o em seguida. A medida que o beijo se intensificou, Taehyung passou suas mãos em volta da cintura do menor, puxando-o para cima de si. Quando o ar se fez necessário, seus lábios se separaram, ambos sorrindo.

  - Não era você quem estava com sono? -Taehyung pergunta fazendo o outro rir.

  - As vezes você só precisa calar a boca. -Antes que Taehyung pudesse rir, Yoongi o beija novamente.

As coisas estavam começando a ficar quentes, o que, na visão dos dois era bom para conter o frio daquela noite. As mãos do alfa desceram um pouco até a bunda do ômega, dando apertadas entre os beijos. Já Yoongi termina os beijos com mordidas nos lábios do alfa. Ambos estavam no paraíso, beirando a loucura.

  - Tem certeza que quer fazer isso? -Taehyung pergunta.

  - Você perguntando isso? -Yoongi diz e ri, porém para quando vê a expressão que o alfa fez ao ouvir a resposta. O alfa retira o ômega de seu colo, se sentando na cama em seguida. Antes que o outro pudesse dizer qualquer coisa, ele diz, olhando para os olhos do ômega com seriedade:

  - Yoongi, eu não quero que você pense que eu te ache como qualquer um. 

  - Não foi isso que eu quiz dizer, eu só estava brincando. -Depois que o ômega disse isso, Taehyung fica em silêncio, até que Yoongi o quebra novamente. -Desculpe. -Ele diz e se deita de costas para o alfa.

  - Desculpas aceitas. -Taehyung diz e o ômega se vira para ele, vendo um sorriso em seus lábios. O alfa então beija Yoongi, ficando por cima do mesmo. -E a propósito, eu não estava recusando. 

  - Você não presta. -Yoongi diz e o beija novamente.

  - Eu sei. -Taehyung responde e volta a atacar os lábios do menor, desta vez finalizando com uma trilha de leves mordidas até o pescoço. 

 

Yoongi, neste momento, estava receoso. Não sabia se a intenção de Taehyung era de marcá-lo.

 

A marca era um dos feitos mais afetivos na sociedade abo. Assim como passar o cio com alguém especial, a marca era feita com alguém que você confia e ama. A diferença da marca, é que ela é definitiva. Enquanto o cio é apenas um acontecimento, a marca permanece para sempre.

 

Quando um alfa marca um ômega, isso significa que eles tem um laço mais forte e duradouro. Ela vai ficar para sempre no pescoço do ômega. Quase como tatuar o nome do namorado ou namorada, porém com um significado ainda maior. Além de demonstrar afeto, a marca também serve para afastar outros alfas do ômega. 

 

Por isso, Yoongi estava receoso. Eles acabaram de começar o namoro, e não sabia o que poderia esperar. 

 

Taehyung, vendo a expressão temerosa de Yoongi, diz:

  - Não se preocupe, eu não vou marcá-lo. 

 

O ômega se sente aliviado com isso, não estava pronto para isso.

 

Taehyung retira a própria camiseta, abrindo um sorriso ao ver que Yoongi admirava seu peitoral. O ômega em seguida tira a sua, sentindo seus lábios nos do alfa. 

 

Enquanto Taehyung continuava por cima do Yoongi, suas ereções se tocaram por cima dos tecidos dos moletons, o que fez o ômega arfar em prazer. Ao perceber o fato, o alfa troca as posições, fazendo Yoongi ficar em seu colo. Com as mãos na cintura do ômega, ele esfrega suas ereções, ambos sendo inundados pelo prazer.

 

Para provocar, Yoongi dá leves quicadas sobre o membro do alfa, este com a respiração desestabilizada.

 

Taehyung retira a própria calça, seu ato sendo seguido por Yoongi. Agora o único tecido separando seus membros eram suas cuecas boxer.

 

Taehyung afasta o ômega, que o encara confuso. O alfa se levanta, indo até a bancada do quarto, onde suas roupas estavam, retirando uma camisa-de-vênus do bolso de sua calça, virando para trás e lançando um sorriso para o ômega.

 

Ele volta para a cama, beijando o ômega com vontade, sentindo suas costas serem arranhadas pelo mesmo.

Agora, o cheiro de Yoongi parece ser ainda mais forte, o que só deixava o alfa ainda mais exitado. Margaridas e Vitórias-régias inundavam o ar. Taehyung podia apostar que nunca esqueceria esse cheiro, nem se enjoaria dele.

 

Yoongi já se sentia duro, o pré-gozo molhando sua cueca. Então a retira, jogando-a no chão ao lado da cama. Taehyung prende seus olhos no local por alguns segundos, e então volta a beijar ferozmente o ômega. Durante o beijo, deixou suas mãos passearem pelo corpo do menor. Uma delas estava na nuca, o puxando para mais perto. A outra deslizou de seu peitoral até a cintura, descendo mais até sua nádega, apertando-a de leve.

 

As pernas de Yoongi se envolveram em volta da cintura do maior, enquanto os amassos continuavam se intensificando. 

  - Você gosta quando eu faço isso? -Taehyung pergunta com a voz rouca ao pé do ouvido de Yoongi, apertando as nádegas novamente, fazendo o ômega arfar em resposta.

  - Gosto. -Ele diz.

  - E...disto? -Taehyung diz deslizando sua mão para a cintura, que logo desceu para sua virilha.

  - Ah! Gosto. -Yoongi diz com um gemido pela proximidade com suas partes íntimas.

  - Então, acho que vai gostar disso. -Taehyung diz finalmente pegando o membro de Yoongi e o envolvendo com uma de suas mãos. 

  As palavras não eram mais necessárias. Taehyung obteve sua resposta com os gemidos de prazer que o ômega soltava, que preenchiam o som do quarto enquanto o alfa iniciava uma masturbação lenta no menor.

  - T-Taehyung-ah -Yoongi estava indo a loucura. Quando o alfa ouve seu nome ser pronunciado, aumenta gradativamente a velocidade de sua mão, a sentindo começar a ficar molhada.

  - Me avise quando estiver vindo. -Ele diz e beija o ômega, sem parar com os movimentos de suas mãos. O ômega arfava e gemia entre o beijo. O que só exitava ainda mais o alfa.

  - T-Taehyung eu v-vou -Antes que completasse a frase, Taehyung para com seus movimentos, causando um gemido de decepção do ômega. Antes que pudesse falar algo, o alfa se levanta, retirando o resto de sua vestimenta e colocando o preservativo em seguida.

  Yoongi acompanhava Taehyung com o olhar, admirando seu abdômen definido, assim como suas coxas. O alfa voltou para a cama, atacando os lábios do ômega enquanto suas mãos passavam por baixo de suas pernas, erguendo-o em seguida, o colocando sobre seu colo.

As mãos do ômega estavam agora na nuca do alfa, o puxando para perto, enquanto as de Taehyung estavam na cintura de Yoongi.

  - Você é...-Começa o alfa.

  - Virgem? Não. -O ômega responde contra os lábios ainda próximos do alfa.

  

Yoongi, ainda no colo de Taehyung começa movimentos para cima e para baixo, que começaram lentos, mas a cada gemido de Taehyung era como um estímulo para aumentar a velocidade. 

Apesar de tudo estar sendo maravilhoso para ambos, eles não aguentavam mais tanta espera para finalmente se verem unidos.

Taehyung tira Yoongi de seu colo, o posicionando de quadro contra a cabeceira da cama.

  - Você não sabe o quando é gostoso. -Taehyung diz, admirando a posição do ômega diante de si, encostando sua glande contra a entrada de Yoongi.

  - T-Taehyung-ah. -Yoongi geme ansioso por mais contato.

  - Geme pra mim, suga. -Taehyung diz, torturando o ômega pela espera.

  - P-Para de me chamar assim. -Ele diz, mesmo agora não se importando de ser chamado assim, até gostando um pouco.

  - Tarde demais pra se fazer de difícil, docinho. -O alfa diz e o penetra devagar, soltando um gemido de puro prazer ao sentir seu membro envolto pelo interior do ômega.

  - A-Ah I-isso D-doi. -Yoongi começa. -M-mas é tão bom. -Sua voz saiu trêmula pelo prazer. 

  Taehyung esperou um pouco antes de começar a se movimentar. Lentamente, ele ia fazendo movimentos de vai-e-vem não muito profundos. À medida que o ômega se acostumava com o volume e dor, os movimentos iam se intensificando e se aprofundando.

  - M-Mais R-Rápido Tae. -Yoongi geme manhoso, o que foi um estímulo para Taehyung atender à seus pedidos.

 

Os sons do quarto eram preenchidos pelos gemidos roucos de Taehyung, os gemidos trêmulos de Yoongi, seus corpos se chocando, agora com as estocadas intensas de Taehyung e o som que as molas do colchão faziam com os movimentos dos dois.

O cheiro do quarto era o intenso odor intensificado pela relação sexual de Yoongi: novamente aquele cheiro que Taehyung nunca esqueceria, mas que não quer esquecer: Margaridas e Vitórias-régias.

E a sensação que ambos sentiam era de estarem completos. Seus corpos estavam em uma intensa combustão, e por mais que a noite estivesse fazendo frio, seus corpos estavam quentes externa e internamente.

  

Taehyung envolve o membro ainda sensível do ômega com sua mão firme novamente, sem parar com as estocadas. Yoongi sentia que estava em uma overdose de prazer. Começa a masturbá-lo rapidamente, seus movimentos sincronizados com os de seu quadril. O ômega não precisou de muitos estímulos para se despejar sobre a mão do alfa, devido ao intenso prazer que sentia.

Taehyung também estava próximo de seu limite, e os gemidos e a respiração desestabilizada de Yoongi contribuiam para isso.

O alfa geme rouco quando sente-se gozar dentro do preservativo, retirando-se de dentro do ômega em seguida, jogando-se a seu lado, encarando-o e sorrindo, cançado.

Os corpos de ambos brilhavam com o suor da noite intensa. Ambos estavam cançados e necessitando do sono, mas não queriam dormir. Queriam apenas ficarem se encarando e sorrindo no escuro.

 - Melhor transa da minha vida. -Yoongi diz quebrando o silêncio, arrancando uma gargalhada do alfa.

  - Até que para um rabugento você anda bem safado. Está passando muito tempo comigo.

  - Estou roubando seu papel. -Ele responde. Ambos riem, até Taehyung se aproximar e beijar o ômega novamente, já sentindo falta daqueles lábios rosados.

  - Para mim também. -Ele diz contra os lábios do ômega, abrindo os olhos, vendo que os olhos de Yoongi já o encaravam confusos.

  - Para você também o que? 

  - A melhor transa da minha vida. -Taehyung diz e Yoongi sorri, satisfeito. Significava muito para ele ouvir isso. Por mais que o ômega não fosse virgem, Taehyung havia transado muito mais do que ele, e mesmo que o alfa havia pedido para parar de pensar sobre o passado, Yoongi não conseguiu deixar de ficar feliz com isso.

  - Por enquanto. -Ele completa e Yoongi revira os olhos, dando um soco fraco em seu braço.

  - Idiota.

  - Que foi? Até pouco tempo você estava safado, não vem dar de inocente não. -O alfa diz e se aproxima do ômega, o fazendo deitar sua cabeça em seu peito.

  Um silêncio se fez entre eles, e quando Yoongi estava prestes a dizer algo, ele olha para cima, vendo que os olhos de Taehyung já estavam fechados e sua respiração estava calma.

 

 

  - É Taehyung, pela primeira vez você foi o primeiro a dormir. -Yoongi diz com os olhos fechados e um sorriso no rosto.

 

 

E na guerra, o que vence é amor. Marte pode ser forte, mas não mais do que o amor de Vênus.


Notas Finais


Olá meus queridos leitores do meu coração ♡

Tudo bem com vocês?

Eu sei que eu to fazendo isso quase sempre nos últimos capítulos, maa gostaria novamente pedir desculpas pela demora.

Mas desta vez, tem a boa notícia: Dia 5 eu vou finalmente entrar de férias, ou seja, eu vou poder atualizar com mais frequência. Então é, mas de qualquer forma peço desculpas pela demora.


O que acharam dessa limonada geladinha? Shajajakan


Aproveitem que o próximo capítulo vai ser o último meloso e fofinho por um tempo.

Não disse porque. MUAHAHHAHA


Vejo vocês logo logo, um beijo no cu :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...