História O Garoto Viajante - HIATUS - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland)
Personagens Personagens Originais
Tags Alice In Wonderland, Aliceman, Boys Love, Boyxboy, Gay, Humanversion, Lemon, Yaoi
Exibições 63
Palavras 759
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi! ~fugindo das pedras.
Pelo menos eu não demorei um mês, babys.
Eu fiz esse capítulo curtinho só pra saciar o desejo de vocês.
Até as notas finais ^.^
Boa leitura.

Capítulo 13 - O que John quer?


Nunca imaginei que eu fosse o achar tão rápido, e nem mesmo que o beijaria tão intensamente. Minha cabeça estava um turbilhão de pensamentos, tais eles como: "Aonde ele está me levando? O que vai fazer comigo quando chegarmos? Ele é realmente o Sr.Lagarta? Por que ele se interessaria em alguém como eu?". Isso está me frustrando de uma tal maneira. Minhas mãos e pescoço estavam começando a suar frio com o medo do que poderia acontecer. Se ele é tão ruim quanto dizem, eu devo me preparar para o pior.

-Você não me disse uma única palavra desde que nos conhecemos. - Ele sussurrou no meu ouvido. Arrepiei-me, mas tentei parecer calmo.

-O que gostaria que eu dissesse...? - Perguntei baixinho, olhando para o cadarço amarrado de minhas botas. Ele inesperadamente pôs a mão em meu queixo e levantou meu rosto na mesma altura do seu.

-Por exemplo: "O beijo foi maravilhoso, John" ou então "Aonde estamos indo? Estou tão animado!". - Ele interpretou como se fosse eu que tivesse dito.

-Como eu posso estar animado diante dessa situação? - Não consigo disfarçar a carranca. John sorriu como se estivesse encantado com algo.

-Sabe quantos homens e mulheres gostariam de estar em seu lugar? - Levantou uma sombrancelha.

-Não me interessa de qualquer forma. - Empinei o nariz. Ele soltou um riso.

-Você é realmente um garoto único. - Beijou-me a bochecha. Eu continuei parado e com uma carranca na face.

-Senhor Lagarta, chegamos. - Seu motorista informou-lhe.

-Sim, George. - Acenou ao motorista e saiu rapidamente da carruagem. Ele deu a volta no veículo e abriu minha porta. Estava tentando me conquistar sendo cordial? Precisaria de mais que isso. -Vamos, amor. - De onde ele tirou o direito de me chamar de amor? Fiquei nervoso com isso e ignorei sua mão que estava estendida para mim. Desci da carruagem e esperei ele fechar a porta. Sabia que estava brincando com o perigo, por isso decide ser mais educado.

-Me desculpe por ignorá-lo. - Sussurrei, mas não olhei em sua face. Simplesmente senti suas mãos rodearem minha cintura e me puxar para perto. Fiquei um pouco surpreso, mas o acompanhei onde quer que esteja me levando. Preciso deixar claro que vim até aqui somente para conversar e conseguir informações. Já tinha a quantia separada para oferecer em troca.

Adentramos sua mansão. Tudo era tão bonito e moderno, apesar de exagerar nos tons escuros. Quase não via algo claro no lugar, exceto pelas paredes brancas. Ele ditou algumas ordens pra uma empregada, que não fiz questão de prestar atenção, e depois me levou à uma sala. Via-se sofás de couro sofisticados e estantes de livros. Além de uma lareira, que ele fez questão de ascender, mas eu não recusei. Pois pela falta de vestimentas estava passando frio.

Ele sentou-se em um dos sofás e deu batidinhas ao seu lado. Entendi o recado e me sentei no seu lado, um pouco distante. Acho que ele percebeu isso, pois me puxou pela cintura para perto.

-Sr.Lagarta... - Tentei chamar sua atenção.

-Me chame de John. - Ele disse e logo deixou um beijinho no meu pescoço.

-John... - Disse sôfrego. - Eu vim aqui com o objetivo de conseguir algumas informações. - Ele cessou as carícias e olhou-me sério.

-O que quer dizer? - Levantou uma sombrancelha em dúvida.

-Negócios. É disso que se trata o fato de eu estar naquela boate e vestido dessa forma vulgar. Só queria entrar lá para encontrá-lo. Quero informações sobre uma pessoa. - Ele ficou um pouco pensativo.

-Sabe que tem que pagar pelas minhas informações, certo? - Deu um sorriso ladino.

-Sim, eu sei. E é por isso que trouxe uma boa quantia. - Dito isso, peguei o dinheiro que estava enfiado no vão da bota e lhe entreguei. Ele retirou o elástico e folheou as notas.

-Interessante... Mesmo tendo tanto dinheiro, se vestiu de prostituto. Sabia que poderia ter me contatado por e-mail ou algo do tipo, não sabia?

-Sim, eu sabia. Mas preferi contato direto com a fonte de informação. - Ele deu um riso. Sabe meu sexto sentido? Estava começando a dar sinais de que alguma coisa ruim ia acontecer. Meu nariz está coçando. 

-De fato esse dinheiro pagaria pelas informações, mas de você, amor, eu só aceito como pagamento outra coisa. - John deu um sorriso carregado de algo, que pela primeira vez consegui identificar, 'malícia'. Estremeci.

-O-O que quer dizer?! Se é o suficiente, aceite! - Estou assustado. O que ele quer?

John riu.

-Estou dizendo que quero você, amor. Se entregue à mim, e eu direi o que você quiser. - Afastei-me sem perceber que o fazia.

Isso não fazia parte do plano.


Notas Finais


Peoples. Faz eras desde que escrevo algo mais ousado, por isso espero que tenham paciência. Daqui há algumas horas sai um capítulo direto do forninho. Promessa de mindinho.
Beijos de luz~ comentem e favoritem, please.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...