História O Guarda-Costa! - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Exibições 55
Palavras 1.299
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 12 - Lembranças!


Fanfic / Fanfiction O Guarda-Costa! - Capítulo 12 - Lembranças!

-Justin On-

Fiquei sem reação com seu pedido,meio receioso me sentei na cama.Ela me olhou confusa e se sentou tambem,ao meu lado.

-disse algo de errado?-ela perguntou com o tom de voz meio embargada.

-eu preciso ir embora-foi a unica coisa que eu disse antes de me levantar e caminhar ate a janela,mais fui barrado por ela.

-me desculpa pelo o que disse,nao foi minha intencao,alias,vou conversar com meu pai,para voce poder voltar a trabalha aqui.

-agnes eu...-ele me interrompeu.

-sim,amanha mesmo conversarei com ele sobre este assunto.

-melhor nao agnes,alias,tenho muito a se fazer.

-sim,trbalhar aqui na mansao.

-voce nao entende mesmo ne agnes-cruzei meu braco e fiquei com a feicao seria.

-entendo sim,vai por favor justin,comecamos com o pe errado,vamos voltar e comecar tudo do inicio,vamos ser amigos.

Ela estava diferente,seus olhos estavam em um castanho claro,brilhava a cada palavra dita pela mesma,uma parte de min dizia para min pular a janela e ir embora,outra parte de min,dizia para min ficar e ouvir o que ela tem a dizer,duvidas.Eu ainda tinha duvidas do que pensar,e por um momento so disse.

-amanha eu volto pra conversar com seu pai,ok?-arquei as sombrancelhas e ela assentiu sorridente-tenho que ir agora,tchau agnes.

Sem deixar ela ao menos termina eu pulei a janela e sai correndo ate o local por onde eu entrei.E assim que sai da mansao,passei a mao no rosto tirando o nervosismo,o que esta dando em min,ate uns tempos atras eu queria mata-la e agora eu to aqui,todo mole pra ela,que homem eu sou?Um fraco,so pode,ceder para uma garota patricinha,so pode ser o fim do mundo..

Voltei a caminhar pela calsada com as maos no bolso do blusao e com o capuz do mesmo,estava frio em atlanta e isso significava que,o natal estava chegando,as familias iriam se reunir para as festas,trocas de presentes e um delicioso jantar,no final,todos se reuniram a frente da lareira para os contos das historias antigas,e por um momento desejei ter meus pais aqui,como sempre desejo,todos os dias e todas as noites...

Flash Back On

Em passos rapidos eu descia as escadas de casa,nesse tempo eu tinha 12 anos e morava no Canada,junto de minha mae,Pattie e meu pai Jeremy,nesse dia meu pai chego atrasado em casa depois de um dia corrido na empresa e mamae depois de quase uma hora e meia no salao de beleza e eu,passei a maior parte do tempo na quadra de basquete jogando com ryan e mais alguns muleques da rua,eu estava ancioso,ja que meus avós Diana e Bruce passaria o natal e final de ano junto a nois,naquele dia voltei ate mais cedo pra casa,somente para ve-los e mostrar para minha avó como eu estava saindo bem no violao,tomei um banho e me vesti com a melhor roupa.Minha mae ja na cozinha preparava o jantar e meu pai tentava acender a lareira.Chegando na cozinha abracei minha mae e me pus ao seu lado,peguei um uva e ela deu um tapa em minha mae rindo,ouvi a campanhia tocar e sorri largo indo ate a mesma e abri a porta vendo meus avós parados em pe,pulei no colo de meu avô que me aperto em seus bracos...

-meu Deus como voe cresceu menino-minha avó disse me dando um beijo na buchecha-o que sua mae anda lhe dando?

-a vovó,deve de ser a comida boa que ela faz.

Ela deu de ombros e entramos para dentro de casa,todos se comprimentaram e cada um foi ajudar em algo.No final,estavamos em volta da mesa,em um jantar inesquecivel,na qual nao sera apagado da memoria,sorriamos,e ponhavamos o assunto em dia,e depois do jantar veio a sobrimesa,uma bela torta na qual nao quero esquecer o gosto,e depois de tudo organizado,fiamos na sala a frente da lareira...

-entao justin,mostre a sua avó e seu avôa,o desempenho no violao.

Minha mae disse e assenti correndo ate o meu quarto e pegando meu violao e voltando para sala,me sentei no sofa entre meus avós e toquei a primeira nota,errei mais nao desisti e assim foi a segunda e a terceira nota,excelentes...

"Pray"

Oh oh oh oh oh

And I'm praying

Ohh Ohh I just can't sleep tonight 

Knowing that things ain't right

 It's in the papers, it's on the tv, it's everywhere that I go 

Children are crying 

Soldiers are dying 

Some people don't have a home

But I know there's sunshine behind that rain 

I know there's good times behind that pain 

Hey, can you tell me how I can make a change? 

I close my eyes and I can see a better day

 I close my eyes and pray 

I close my eyes and I can see a better day 

I close my eyes and pray 

I lose my appetite, knowing kids starve tonight

 When I sit up, cause my dinner is still on my plate 

Ooo I got a vision, to make a difference 

And it's starting today 

Cause I know there's sunshine behind that rain 

I know there's good times behind that pain 

Can you tell me how I can make a change? 

I close my eyes and I can see a better day 

I close my eyes and pray 

I close my eyes and I can see a better day

 I close my eyes and pray for the broken-hearted

 I pray for the life not started 

I pray for all the ones not breathing

 I pray for all the souls in need

 I pray, can you give 'em one today?

 I just can't sleep tonight 

Can someone tell me how to make a change? 

I close my eyes and I can see a better day

 I close my eyes and pray

 I close my eyes and I can see a better day

 I close my eyes and I pray 

I pray 

I close my eyes and I pray

Terminei de cantar e minha vó me olhava chorando,minha mae abraco meu pai enquanto tambem limpava as lagrimas,meu avô me abraco de lado e logo se levantou indo ate a arvore de natal.

-justin eu queria esperar ate o natal,mais dai me lembrei que ja é natal,ja passo da meia noite,entao,quero lhe dar este presente de coracao,meu e de sua avó,sei que voce vai gostar...

Ele me entrego a caixa e a chaqualhei,mais nao fazia barulho,franzi o cenho e logo comecei a rasga a embalagem e a abri as diversas caixas e no final,fiquei boca aberta,meus olhos se esbugalharam e peguei o pequeno obejeto em maos,com o coracao saindo pela boca a segurei em maos.

-o...o que significa isso?

Perguntei e meu vô sorriu indicando para min ir la fora,estranhei mais me levantei indo correndo ate o lado de fora,abri a porta e quase cai pra tras ao ver um Fisker Karma,um carro de cor prata,olhei pra chave e olhei para o carro.

-vå,esperimente seu presente.

Meu pai disse e eu o olhei,sorri e corri ate o carro,desalarmei e entrei no mesmo,tudo novo,toquei o volante e liguei o carro sentindo o ronco do mortor.

-mais so vai poder dirigi-los aos 18 anos.-meu pai disse e eu o olhei serio-mais ate la,irei lhe ensinar a troca umas marchar e pega as gatas.

-obrigado pai-o abracei-voce é o melhor,assim como o vovô a vovó e a mamae.

-eu te amo meu filho...nunca se esqueca disto..

Flash Back Off

Limpei a maldita lagrima que ousou escorrer pelo meu rosto,eu nao tive tempo de dizer eu te amo,foi tudo tao rapido.O carro na qual ganhei de presente de natal aos meus 12 anos,o vendi para pagar a financia,para min sair da prisao,pois so o toquei uma vez e foi no dia em que eu sai de casa com uma calibre 38 em maos para matar o maldito que assassino meus pais,eu estava perto,o dia que meu pai iria me ensinar pela ultima vez a dirigir e no dia seguinte eu iria tira minha carteira,foi falha,eu perdi meu herói,por uma simples bobagem e um pequeno desentendimento,mais isso nao vai ficar assim,eu vo recorre a vingança e juro que matarei um por um,ou se nao,eu nao me chamo 

Justin Bieber!



Notas Finais


Continuo?

Musica PRAY( Justin Bieber - Pray: http://youtu.be/o9tJW9MDs2M)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...