História O Guarda Da Cela 667 (yaoi bts) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Jay Park
Personagens Jay Park, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jay Park, Yaoi
Visualizações 65
Palavras 737
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Festa, Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Leiam as notas finais, bjs.

Capítulo 8 - Marcos?!


HELENA P.O.V

O Kookie já havia saído de casa então eu resolvi ligar para a Yamada.

LIGAÇÃO ON

- Alô? 

- Ah, me desculpe, achei que ainda estivesse em casa com a Yamada. - falei ao perceber que o cara havia atendido.

- Não, tudo bem, eu te passo o número de lá de casa.

- Claro, mas antes fala seu nome pra eu poder salvar o número aqui? 

- Min Yoongi, ou apenas Yoongi. 

Fiquei parada por alguns segundos digerindo a informação. 

- Oh my god. - sussurrei. 

- O número é 75 98133-8697, qual é o seu nome mesmo?

- Helena, Yoongi, lembra de mim? 

- Helena...SUA PIRANHA, POR QUE NÃO MANTEU CONTATO?

- Desculpa, Yoon, eu falei com o Kook a dois dias atrás pra pedir pra morar com ele por um tempo, eu havia perdido o contato até com aquela amiga minha que eu queria que você conhecê-se. - expliquei. 

- Ah, de um jeito ou de outro, vou fazer uma festa do pijama lá em casa pra comemorar o reencontro, leva sua amiga. 

Falou e desligou. 

LIGAÇÃO OFF 

Agora é a hora da Yamada.

LIGAÇÃO ON

- Desculpe, o Yoongi nã-

- FALA AE, KENGA. - gritei logo de cara.

- Helena, como vai a minha puta preferida?

- Bem,  e você? 

- Também, mas como você conseguiu o número daqui da casa?

- O Yoongi me passou.

- Ah...como você conseguiu o número dele? 

- Aff, fala sério Yamada, ontem você me ligou esqueceu? - falei como se fosse a coisa mais óbvia do mundo. 

- Ah...GROSSA! - falou visivelmente irritada.

 - Tchau, meu anjo. 

- A filha da-

Desliguei antes que terminasse.

LIGAÇÃO OFF 

Deixei meu celular de lado e fui para a cozinhar tomar café, mas antes de chegar na mesma eu ouvi batidas na porta e fui ver quem era.

Olhei e reconheci a pessoa logo de cara.

Não, ele não pode estar aqui.

O que eu faço?

Meu Deus. 

Me afastei da porta e me bati em uma mesa.

- Helena, eu sei que você esta aqui, vamos conversar calmamente,  por favor. - ele falou. 

- N-não. - falei já gaguejando.

- Hum...tudo bem.

Não,  não esta tudo bem.

Foi dito e feito.

Ouvi um barulho alto e quando me dei conta eu estava no chão com ele sobre mim.

- ME SOLTA, MARCOS.

Eu me debatia e gritava, mas parecia que ninguém estava escutando.

Até que ouvi um grito vindo da porta, junto com o som de uma arma sendo destravada.

- PARADO EM NOME DA LEI.

Era a voz do Kook.

Aquela voz.

Sempre me salvando nos meus sonhos e agora na realidade.

Ele tirou o Marcos de cima de mim e eu me sentei no sofá. 

Colocou seus braços para trás e colocou algemas no mesmo.

- Você tem o direito de permanecer calado, tudo que você disser pode e será usado contra você no tribunal!

Ele ia sair, mas pareceu lembrar de alguma coisa. 

- Helena, pode pegar a minha carteira? Esta em cima da cama. - falou calmamente.

Assenti e fui buscar a mesma, voltei e entreguei a ele que agradeceu e saiu.

Voltei pra cozinha pra tomar meu café.

Eu posso chegar a beira da morte, mas eu tenho que comer.

JUNGKOOK P.O.V

Eu já estava puto da vida logo de manhã, que ótimo. 

Estava mexendo em alguns papéis sobre os casos do Marcos quando minha porta foi aberta revelando aquele ser humano.

- Kook, vou fazer uma "festa do pijama", já falei com a sua mina e ela topou. - falou.

- Hum...e eu posso saber quem é a "minha mina"? - perguntei. 

- A Helena.

- Ah, você nem chegou a conhecer a Ya, não foi?

- Quem é a Ya? - perguntou. 

Lerdo.

Ontem a noite, a Helena me contou sobre a Yamada estar na casa dele.

- A amiga da Helena...enfim, hoje a Helena foi atacada lá em casa, preciso que mande alguém colocar uma nova porta lá,  mais forte de preferência. 

- Como assim? Quem atacou ela? - perguntou visivelmente perturbado.

- O ex, Marcos, ele esta na cela 705, ele é suspeito de assassinato, já fez alguns roubos e agora isso - suspirei - acho que vai ser uns dois ou três anos.

- A Helena esta bem? - perguntou. 

- Sim, eu saí e esqueci a carteira, quando voltei pra buscar, ela estava no chão gritando e ele estava em cima dela. - falei e terminei de organizar os papéis. 

- Hum, será que a Yamada tem algum ex namorado psicopata? - se perguntou.

- Eu tenho certeza que não. - sussurrei. 

- Bom, não falte na festa. - falou e se retirou. 











Notas Finais


Oi, gente eu tô ficando sem imaginação...e queria que vocês comentassem se estão gostando ou não da história e tals, no próximo cap eu volto com a narração do Jiminie, por favor, comentem.
(Se ficarem confusos com alguma coisa é só perguntar nos comentários...e o número da casa do Yoongi é o meu, rs)
SE HOUVER ERROS, POR FAVOR, ME DIGAM.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...