História Nada é Por Acaso.. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Visualizações 19
Palavras 1.020
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - A campainha, toca.


Fanfic / Fanfiction Nada é Por Acaso.. - Capítulo 3 - A campainha, toca.

Faziam minutos, que conversava com seus pais, até que a bendita campainha toca. 

Vc: Iiiih, gente! Eu vou ter que desligar agora, ta ? A campainha está tocando, e eu preciso ver quem é. Estou sozinha aqui. Outra horinha eu ligo, beijo mãe, beijo pai. Amo vocês! 

Você então desliga o notebook, pega seu moletom cinza, que combina com seu short preto e desce as escadas descalça mesmo. Você abre a porta, e se depara com um belo homem novamente, (Travis). ele tinha cabelos nem tão grandes e nem tão curtos, também um castanho meio loiro, olhos azuis, parecidos com a cor de um lago ... e aquilo te encantou novamente. Ele então interrompe seus pensamentos. 

Travis: Oie, poderia chamar o Robert ? Haha... ele sorri da sua cara de tapada, enquanto o encarava.. 

Vc: O.. o... oi, oi, a sim, claro, é... é que na verdade, o Robert não se encontra, mas já deve estar chegando, se quiser esperar, pode entrar. 

Você estava muito vermelha, e ele percebeu isso. Não tinha como esconder. 

Travis: A, então tudo bem, licença, obrigado. 

Vc: Fique à vontade. Quer beber algo ? 

Travis: Não, estou bem. Obrigado. 

Travis então senta em uma das poltronas da sala e você em um dos sofás. O silêncio reina por minutos naquele momento, até que Travis tenta puxar um assunto qualquer. 

Travis: Então, você não morava aqui antes, não é mesmo ?

Vc: Não mesmo, eu vim para cá ontem ainda, haha! Vou ficar por aqui, até meu intercâmbio acabar. 

Travis: Olha, que bom haha, digo, que bom que irá estudar por aqui, é algo muito interessante, pois é... e fico feliz por você. 

Vc: A magina, que é isso. Obrigada. 

Vocês dois sorriem e o silêncio reina novamente... Até que a campainha toca e você salta do sofá, já aguentava mais a pressão de estar perto daquele homem, E QUE HOMEM! Você então, abre a porta para Robert. 

Robert: Olá, 'seu nome'. 

Vc: Olá, Robert, você tem visita. 

Robert agradece o aviso e entra..

Robert: Eu já sabia quase 100% que era você, Travis. Hahaha! E aí meu parceiro, como vai ? 

Os dois então conversam e conversam... você sobe para o quarto e olha para o lado, para a sala e vê que Travis a observa com aquele olhar de tirar o fôlego, você então vira o rosto para a frente e apressa os passos. Depois de minutos, você decide ir até a cozinha beber um pouco d'água. Travis aparece do nada, na cozinha e fala baixinho com um tom de surpresa. 

Travis: Oi, novamente... 

Ele dar um pequeno sorriso de lado, como sempre faz. Você ficou trêmula e nervosa, então vira-se para ele.

Vc: Oi, novamente haha...

Travis: Então, eu percebi que a gente conversou ben pouco, não é mesmo? Qual sua idade mesmo?

Vc: Não seria inconveniente perguntar a idade de uma mulher, senhor Travis ? 

Vocês sorriram por um pequeno instante.

Vc: Mas relaxa, estou te gastando, eu tenho 19 anos. E quanto a você? 

Travis: haha, senhor nada. Me sinto velho quando me chamam assim. Mas eu, tenho 25, apenas. 

Vc: É.... 25, não é tão ruim não, haha! 

Travis: Aaa, então eu dou pro gasto ainda, que bom saber disso. Hahaha! Eu queria te pedir algo, mas não sei se me daria..

Vc: Não sendo nada inapropriado, pode pedir sim.. 

Ele sorri... 

Travis: Poderia me passar seu número de celular ? Será que isso é possível ? 

Vc: Aaaa ta, meu número, quanto mistério. Isso será possível, APENAS, porque você foi e está sendo um bom moço, e.... é isso.

Você então passa seu número para ele, e ele te agradece com um aperto de mão e se aproxima para um beijo no rosto, quase no canto da boca. Você naquela hora, queria muito que ele tivesse te beijado, MUITO MESMO!. E fica bem vermelha, ele então vai caminhando até a porta e você o observa da cozinha com seu copo d'água na mão. Depois disso, você caminha até a sala para conversar com Júlia, que tinha acabado de chegar do seu trabalho. Júlia era um excelente Dentista. 

Vc: Oi, Júlia. Pela a sua cara, hoje seu dia não foi tão legal, acertei? Haha! 

Júlia: Você acertou, estou morta, hoje foi bem puxado, tive que ir e vir para duas clínicas, a cirurgiã faltou e tive que fazer seu trabalho. Foi bem tenso.

Vc: Nossa, que chato, eu queria conhecer o seu local de trabalho, me leva algum dia Júlia, por favor, sim???? 

Júlia: Claro, levo sim, você vai gostar de lá. 

Você então tenta puxar outro assunto com ela. 

Vc: Então... que bonito aquele rapaz, amigo do Robert, acho que é Travis o nome dele, é... esse mesmo. Ele é bem elegante, charmoso e tal, não acha ? Ein ?

Júlia: Hmmmmmmm, vejo que se interessou no Travis, não é danadinha ? Uhunnn, sei... haha! 

Vc: Ai para Júlia, só achei ele bonito, apenas, só isso. Ele é quase igual o que eu me esbarrei no aeroporto, sim, eu me esbarrei no homem haha! Ele foi bem grosso. 

Júlia: Você se esbarrou em um homem? Hahahaha! Porque eu perdi isso, gente! Mas vai ver, ele estava estressado e acabou descontando a raiva em você. Agora mudando de assunto, você falou com o Travis ? 

Vc: Ele estava BEM estressado, então. E sim, eu falei sim. Na verdade ele falou comigo, estava a espera de Robert e depois de mais uma conversa, ele pede meu número. 

Júlia: Certo. Esse é o primeiro passo, haha! 

Vc: Que nada, eu apenas quero amizade, eu nem o conheço direito, para com esses incentivos sua louca! 

Vocês riram por vários segundos. 

Júlia: Agora é sério, eu só quero que tome cuidado, conheça ele primeiro para depois saber se vale a pena ficar junto dele, não quero que se decepcione, não mesmo. Agora deixa eu subir, estou exausta, vou tomar um banho daqueles, boa noite querida. 

Vc: Ta bom, aproveite. Boa noite! 

Você então sobe para seu quarto, e pensa em tudo que Júlia te disse. E ainda sem tirar o "grosso" do aeroporto da mente. Seu celular então vibra, é um número desconhecido. 

... 




Notas Finais


Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...