História Nada é Por Acaso.. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Paul, Cameron Monaghan, Cara Delevingne, Ezra Miller, Jake Gyllenhaal
Tags Drama, Novela, Romance, Suspense
Visualizações 10
Palavras 1.020
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - A campainha, toca.


Fanfic / Fanfiction Nada é Por Acaso.. - Capítulo 3 - A campainha, toca.

Faziam minutos, que conversava com seus pais, até que a bendita campainha toca. 

Vc: Iiiih, gente! Eu vou ter que desligar agora, ta ? A campainha está tocando, e eu preciso ver quem é. Estou sozinha aqui. Outra horinha eu ligo, beijo mãe, beijo pai. Amo vocês! 

Você então desliga o notebook, pega seu moletom cinza, que combina com seu short preto e desce as escadas descalça mesmo. Você abre a porta, e se depara com um belo homem novamente, (Travis). ele tinha cabelos nem tão grandes e nem tão curtos, também um castanho meio loiro, olhos azuis, parecidos com a cor de um lago ... e aquilo te encantou novamente. Ele então interrompe seus pensamentos. 

Travis: Oie, poderia chamar o Robert ? Haha... ele sorri da sua cara de tapada, enquanto o encarava.. 

Vc: O.. o... oi, oi, a sim, claro, é... é que na verdade, o Robert não se encontra, mas já deve estar chegando, se quiser esperar, pode entrar. 

Você estava muito vermelha, e ele percebeu isso. Não tinha como esconder. 

Travis: A, então tudo bem, licença, obrigado. 

Vc: Fique à vontade. Quer beber algo ? 

Travis: Não, estou bem. Obrigado. 

Travis então senta em uma das poltronas da sala e você em um dos sofás. O silêncio reina por minutos naquele momento, até que Travis tenta puxar um assunto qualquer. 

Travis: Então, você não morava aqui antes, não é mesmo ?

Vc: Não mesmo, eu vim para cá ontem ainda, haha! Vou ficar por aqui, até meu intercâmbio acabar. 

Travis: Olha, que bom haha, digo, que bom que irá estudar por aqui, é algo muito interessante, pois é... e fico feliz por você. 

Vc: A magina, que é isso. Obrigada. 

Vocês dois sorriem e o silêncio reina novamente... Até que a campainha toca e você salta do sofá, já aguentava mais a pressão de estar perto daquele homem, E QUE HOMEM! Você então, abre a porta para Robert. 

Robert: Olá, 'seu nome'. 

Vc: Olá, Robert, você tem visita. 

Robert agradece o aviso e entra..

Robert: Eu já sabia quase 100% que era você, Travis. Hahaha! E aí meu parceiro, como vai ? 

Os dois então conversam e conversam... você sobe para o quarto e olha para o lado, para a sala e vê que Travis a observa com aquele olhar de tirar o fôlego, você então vira o rosto para a frente e apressa os passos. Depois de minutos, você decide ir até a cozinha beber um pouco d'água. Travis aparece do nada, na cozinha e fala baixinho com um tom de surpresa. 

Travis: Oi, novamente... 

Ele dar um pequeno sorriso de lado, como sempre faz. Você ficou trêmula e nervosa, então vira-se para ele.

Vc: Oi, novamente haha...

Travis: Então, eu percebi que a gente conversou ben pouco, não é mesmo? Qual sua idade mesmo?

Vc: Não seria inconveniente perguntar a idade de uma mulher, senhor Travis ? 

Vocês sorriram por um pequeno instante.

Vc: Mas relaxa, estou te gastando, eu tenho 19 anos. E quanto a você? 

Travis: haha, senhor nada. Me sinto velho quando me chamam assim. Mas eu, tenho 25, apenas. 

Vc: É.... 25, não é tão ruim não, haha! 

Travis: Aaa, então eu dou pro gasto ainda, que bom saber disso. Hahaha! Eu queria te pedir algo, mas não sei se me daria..

Vc: Não sendo nada inapropriado, pode pedir sim.. 

Ele sorri... 

Travis: Poderia me passar seu número de celular ? Será que isso é possível ? 

Vc: Aaaa ta, meu número, quanto mistério. Isso será possível, APENAS, porque você foi e está sendo um bom moço, e.... é isso.

Você então passa seu número para ele, e ele te agradece com um aperto de mão e se aproxima para um beijo no rosto, quase no canto da boca. Você naquela hora, queria muito que ele tivesse te beijado, MUITO MESMO!. E fica bem vermelha, ele então vai caminhando até a porta e você o observa da cozinha com seu copo d'água na mão. Depois disso, você caminha até a sala para conversar com Júlia, que tinha acabado de chegar do seu trabalho. Júlia era um excelente Dentista. 

Vc: Oi, Júlia. Pela a sua cara, hoje seu dia não foi tão legal, acertei? Haha! 

Júlia: Você acertou, estou morta, hoje foi bem puxado, tive que ir e vir para duas clínicas, a cirurgiã faltou e tive que fazer seu trabalho. Foi bem tenso.

Vc: Nossa, que chato, eu queria conhecer o seu local de trabalho, me leva algum dia Júlia, por favor, sim???? 

Júlia: Claro, levo sim, você vai gostar de lá. 

Você então tenta puxar outro assunto com ela. 

Vc: Então... que bonito aquele rapaz, amigo do Robert, acho que é Travis o nome dele, é... esse mesmo. Ele é bem elegante, charmoso e tal, não acha ? Ein ?

Júlia: Hmmmmmmm, vejo que se interessou no Travis, não é danadinha ? Uhunnn, sei... haha! 

Vc: Ai para Júlia, só achei ele bonito, apenas, só isso. Ele é quase igual o que eu me esbarrei no aeroporto, sim, eu me esbarrei no homem haha! Ele foi bem grosso. 

Júlia: Você se esbarrou em um homem? Hahahaha! Porque eu perdi isso, gente! Mas vai ver, ele estava estressado e acabou descontando a raiva em você. Agora mudando de assunto, você falou com o Travis ? 

Vc: Ele estava BEM estressado, então. E sim, eu falei sim. Na verdade ele falou comigo, estava a espera de Robert e depois de mais uma conversa, ele pede meu número. 

Júlia: Certo. Esse é o primeiro passo, haha! 

Vc: Que nada, eu apenas quero amizade, eu nem o conheço direito, para com esses incentivos sua louca! 

Vocês riram por vários segundos. 

Júlia: Agora é sério, eu só quero que tome cuidado, conheça ele primeiro para depois saber se vale a pena ficar junto dele, não quero que se decepcione, não mesmo. Agora deixa eu subir, estou exausta, vou tomar um banho daqueles, boa noite querida. 

Vc: Ta bom, aproveite. Boa noite! 

Você então sobe para seu quarto, e pensa em tudo que Júlia te disse. E ainda sem tirar o "grosso" do aeroporto da mente. Seu celular então vibra, é um número desconhecido. 

... 




Notas Finais


Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...