História O Idiota Do Meu Tutor - ChanBaek - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Tao, Xiumin
Exibições 271
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá pessoas, ontem eu não postei pq eu viajei :( me perdoem.
e mano MUITO OBRIGADA PELOS +100 FAVORITOS, eu não sou uma pessoa que liga muito com números, mas é bom saber que tem gente que gosta do que escrevo, e me perdoem que as vezes eu esqueço de responder os comentarios :c
enfim, boa leitura :3

Capítulo 7 - Kisses and Hugs


Byun Baekhyun sempre se sentia sozinho, mas isso foi ate Chanyeol chegar à sua vida e mudar tudo.

Ambos tinham certeza dos sentimentos que possuíam um pelo o outro, embora após outra semana eles não viessem a tocar no assunto.

Chanyeol andava muito ocupado desde a viagem de sua irmã, era sempre dando as aulas a Baekhyun e correndo pra empresa, pois seu pai ainda não estava apto para administrá-la.

Baekhyun compreendia o lado de Chanyeol, e sabia de suas obrigações, mas necessitava da presença do maior, um dia sem ver Chanyeol era como se não tivesse vivido esse dia, e lá estavam eles em mais uma de suas aulas.

– Luhan me disse que a gente é da mesma escola, isso é verdade Chanyeol? – O mais velho diz interrompendo a explicação que Chanyeol dava.

– É verdade, só que você é uma série a mais que eu. 

– Eu não me lembro de já ter te visto lá. 

– Eu gosto bastante de ficar na sala de musica.

– Uou você canta e nunca me disse?

– Bem... Eu canto um pouco e faço rap, eu gosto bastante de tocar piano também, por acaso você também canta Baek?

– Ta brincando? Eu amo cantar, pena que eu não sei tocar nenhum instrumento, quero te ouvir um dia Chanyeol.

– Pode ter certeza que vai ouvir, também quero te ouvir cantar.

– Também pode ter certeza que cantarei pra você, apesar de eu não costumar cantar pra ninguém.

– Ah então vou ter a honra de ser o primeiro?

– Não, Luhan já teve essa honra.

– Nha, que pena. – Chanyeol diz fazendo biquinho.

– Nha, para, você fica muito fofo fazendo biquinho. – Baek diz colocando as mãos em suas bochechas.

– Baekhyun, eu sou fofo, a fofura em pessoa.

– Olha só que convencido.

– É a realidade.

– Chanyeol seja mais modesto.

– Ta, parei.

– Bom mesmo, eu não quero um marido assim.

– Ala, e quem disse que vou me casar com você.

– A gente já é casado Yeol, quer print?

– Aposto que tirou print pra mandar pro Luhan.

– Imagina... – Baek diz irônico. – Aposto que você tirou pra mandar pro Kyungsoo.

– Sabe... Quando eu tiver um tempo, a gente poderia marcar de sair com todo mundo, tipo... Luhan e Sehun, Kyungsoo e Jongin e eu e você.

– Não seria uma má idéia, vou comprar até as velas pra gente segurar.

– Duvido muito que a gente segure vela. – Chanyeol dá um sorriso malicioso.

– Ui hetero, eu gostei da sua ousadia. – Baek diz rindo.

– Ta, mas vamos deixar de ousadia e voltar pra aula por que é pra isso que a gente ta aqui.

E assim Chanyeol voltou a explicar o assunto, Baekhyun muitas vezes prestava mais atenção no mais novo do que na própria explicação, observava cada milímetro de seu corpo, e queria deixar sua marca ali.

– Baekhyun. – Chanyeol dissera parando a explicação que estava dando e fazendo Baekhyun sair do breve transe.

– Sim? – Baekhyun disse levantando a cabeça.

– Me desculpe. – O mais novo diz após um suspiro. – Me desculpe por está tão distante esses dias. – Ele completa.

– Não é culpa sua. – O mais velho diz.

– Mesmo assim... Eu queria poder estar mais ao seu lado.

Chanyeol percebia o quanto estava distante do menor, ele sabia que Baekhyun também sentia sua falta, falta das conversas constantes, das brincadeiras bobas, da companhia um do outro.

– Aparentemente você ta na minha frente agora Chanyeol. – Ele diz e solta um sorriso sem dentes.

– Você entendeu desde aquele dia a gente...

– Ta tudo bem Channie. –O mais velho interrompe.

Baekhyun não queria atrapalhar tanto nos assuntos de Chanyeol, ele já havia o explicado o que aconteceu com seu pai, e de forma alguma ele queria ficar na frente de assuntos que envolvem familiares.

– Não, não ta, isso ta me enlouquecendo, você sabe como é ter que se segurar? – Ele diz se aproximando do mais velho.

Baekhyun naquele momento soube exatamente o que Chanyeol queria, e ele também queria aquilo.

– Então não segure, só faça o que quer. – O mais velho diz fazendo Chanyeol abrir um sorriso deixando a mostra suas covinhas.

– Isso é difícil... Eu nunca fiz isso antes Baekhyun... Sabe, com um garoto. – Ele fala não deixando de se aproximar.

– Isso não muda nada. – Baek diz se aproximando também.

Os lábios ansiavam um pelo toque do outro, Chanyeol se ajoelhou em frente ao sofá que o mais velho estava, ficando entre as pernas de Baekhyun, os corações batiam apressadamente e tão forte que provavelmente podiam ser ouvidos de longe, os lábios se roçavam, e ambos não pensavam mas em nada a sua volta, e assim não houve mais distancia alguma entre eles.

Chanyeol enfim pode sentir os lábios macios de Baekhyun junto aos seus, começaram com movimentos lentos apenas aproveitando aquela maciez, e depois foi dando intensidade ao ósculo, desenvolvendo um ritmo, o transformando em um beijo intenso, eles o faziam como se estivesse esperando esse momento a anos, Chanyeol pediu passagem com a língua e Baekhyun cedeu, o maior explorou cada canto de sua boca enquanto passava sua mão na cintura no menor a apertando levemente, os estalos provocados pela saliva era musica para seus ouvidos,entre um momento e outro Chanyeol dava mordidinhas no lábio inferior do menor, queriam que aquele momento durasse para todo o sempre, mas foram obrigados a se separarem pela falta de ar.

Eles olharam um para o outro abrindo um lindo sorriso, Baekhyun involuntariamente passou a língua entre os lábios, e eles se abraçaram, um abraço sincero.

– Você não sabe o quanto esperei por isso. – Baekhyun diz ainda nos braços de Chanyeol.

– Imagine eu. – Chanyeol diz.

– Acho que você não é mais hetero não é? – Baekhyun diz e Chanyeol o solta olhando para seu rosto.

– Agora eu sou Baekhyunsexual. – Ele diz fazendo o mais velho rir.

– Que gay. - Ele responde.

– Somente por você Baekkie. – Ele fala e rouba um selinho do menor.

Era impossível abandonarem o sorriso, um transmitia boas vibrações para o outro, se arrependeram de não terem feito aquilo antes, e desejavam fazer mais vezes.

Era impossível continuar a aula depois de tudo, eles simplesmente não poderiam se concentrar, então o resto da aula foi baseada em conversas, beijos e abraços.


Notas Finais


Nha foi isso, perdoem os erros de português :)
obrigada por lerem ate aqui, ate o capitulo que vem (que se der eu posto hoje), e no capitulo anterior quase não teve comentarios, eu gosto de saber o que vocês acharam então sentam-se livres para comentar :3
~ Kissus de Jujuba da Tia Mey


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...