História O idiota do meu vizinho - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Comedia, Romance
Visualizações 4
Palavras 326
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Discupa a demora.

Capítulo 11 - Nik é ....


Acordo já era 3 da tarde, resolvi fazer minha resaca pasar com uma garrafa de vodka ,que eu  truse de casa , tava quase acabando quando alguém entre no ape .

Nik -Sério tá bêbada?

Eu tentei soar convincente já que Nik não é do tipo que bebi .

Clery -eu nuto belbada. 

Minha tentativa falha ,ele me pega no colo e me leva para de baixo do chuveiro, tasco um beijo  dele, ele não retribui e fala .

Nik -Clery pensei que sabia que sou gay .

Paralisei é a utima coisa que me lembro antes de apagar .

Quando me acordo tem algem passando a mão no meu cabelo .

Clery -Nik, que acontece?

Pergunto com vos de sono ,levo um  gele quando alguém que não é o Nik fala. 

?- Não sou o Nik,  mas ele pediu para  eu ficar de olho em você. 

Olho para sima e vejo Lauro  ele tá com um sorriso fraco ,se não o conhece diria que gosta de mim. 

Clery -Como conhece o Nik?  

Lauro -Não conheço, foi ele que achou meu número no seu celular .

Clery -E você veio como sempre, você é o melhor amigo do mundo. 

Lauro -Clery quando você vai seguir em frente? 

Clery -como assim? 

Lauro -Quando vai esquecer ele ? E seguir em frente. 

Não queria falar sobre aquilo não é da conta dele.

Clery -Não te enteresa. 

Falo com lágrimas de ódio nos olhos. 

Lauro- Claro que enteresa! 

Clery -PORQUE? 

Lauro -PORQUE TE AMO. 

Depois de falar isso ele sai ,fico parada com uma dor de cabeça ,até um soló de guitarra evadir meus ouvidos ,aí me  veio uma idéia louca porque não desabafo com algem que não se emporta. Pego um saco de pipoca e Bato na porta do ape do Pete uma garotá seme nua abre a porta .

Garotá -Posso ajudar? 

Olho a garota ela está com a minha jaqueta, aquele eu esqueci no ape do Pete ,nesse momento uma raiva sobe e falo .

Clery -Pode sim. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...