História O imprevisível - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alastor Moody, Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Argo Filch, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cedrico Diggory, Cho Chang, Colin Creevey, Córmaco Mclaggen, Dino Thomas, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Fílio Flitwick, Fleur Delacour, Franco Longbottom, Gilderoy Lockhart, Gina Weasley, Gregory Goyle, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Katie Bell, Lilá Brown, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Marcus Flint, Marlene Mckinnon, Merlin, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Pansy Parkinson, Personagens Originais, Ronald Weasley, Severo Snape, Sibila Trelawney, Simas Finnigan, Sirius Black
Visualizações 37
Palavras 372
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Policial
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 29 - Minha menina!.


Na manhã seguinte...

A primeira aula do segundo ano da Grifinoria era poções duplas com Sonserina.

Faltavam 5 minutos para a aula começar e Rony e Hermione estavam a caminho das masmorras conversando.

Hermione dizia.

- Não sei bem se no meu caso é bom ter um pai ou não... O Snape tem hora que é carinhoso e tem hora que é um troglodita!.

Rony.

- Você teve pesadelo com ele não foi?, eu ouvi Ana Abott conversando com Lilá Brown no café, ela disse que você acordou de madrigada gritando " Não papai, por Gabor não me bata!".

Hermione:

- Sim, eu tive pesadelos com o Snape, sei lá... parece que eu tenho medo do meu própuro pai sabe?.

Os adolescentes não viram mas um certo ser de vestes e cabelos igualmente negros passava do outro lado do corredor e ouviu a conversa e se sentou mal por saber que sua filha tinha medo dele.

...

Assim que a sineta tocou Snape deu coordenadas.

- Façam uso disto que chamamos de livro e estudem.... podem ir... menos a senhorita, senhorita Granger!.

Hermione se tremeu toda por dentro, Harry e Rony lançaram um olhar piedoso para a menino e saíram junto aos outros.

Hermione ficou parada no meio da sala esperando aesma se esvaziar.

Severo se levantou e se encostou na frente de sua escrivaninha e cruzou os braços.

Hermione segurou as lágrimas nos olhos, Severo fez sinal para a menina se aproximar.

Hermione caminhou em passo vacilantes até seu pai.

Ao se aproximar Severo a pegou no colo e a colocou sentada na mesa na escrivaninha para poder olhar diretamente em seus rosto sem ter que olhar para baixo o tempo todo.

Hermione tentou abaixar a cabeça mas Severo levantou seu queixo com a ponta do dedo e disse.

- Não quero que sinta medo de mim Mione, eu sou seu pai... eu estava muito nervoso naquela hora, me perdoa?.

 - T-Tabom!.

- Você e Weasley podem namorar com tanto que não seja na minha frente!.

Hermione sorriu e Severo percebeu que os cabelos da menina estavam ficando de certa forma mais lisos e domados.

Severo sorriu algo que fazia raramente, deu um aabraço e um selinho carinhoso e rápido na boca da menina, os dois coraram com aquele ato mas não se desgrudaram.

- Ah pai...

Disse Hermione chorando.

- Minha menina!.

Disse Severo segurando o choro.

...





Notas Finais


Um capítulo para todos chorarem um pouquinho!.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...