História O início - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Asteca, Mitologia Brasileira, Mitologia Egípcia, Mitologia Grega
Personagens Personagens Originais
Tags Oinicio
Exibições 6
Palavras 269
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Mutilação, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


💘

Capítulo 24 - O que eu faço?


Fanfic / Fanfiction O início - Capítulo 24 - O que eu faço?

Elena : Eu, nao, acredito saio correndo e entro no meu quarto, me trancando no mesmo.
Damon :Vou atras dela, porem Cash me puxa
Cash : Ela precisa de um tempo..
Damon : E agora? Iremos ficar conhecidos por os "Bruxos de Nova Orleans?"
Cash : Vamos embora
Damon : Nao quero fugir..
Cash : Entao, ficamos e fingimos ser mentira isso
Damon : Que seja, vamos trabalhar?
Cash : Vamos
Brotamos no shopping, todo mundo nos olha, e no fundo dois caras nos encara, e faz cara de poucos amigos. Vou pro trabalho, e fico pensando naquilo. Pesquiso no Google "Bruxos de Nova Orleans" aparece apenas um link, falando : Em 1765, dois amigos vieram a Nova Orleans e residiram aqui por um tempo, descobriram seus dons, com a cidade toda. Ficaram conhecidos como os Bruxos de New Orleans, O mais novo se chamava Edward,e Valtor. Bloqueio meu celular abismado e fico sem reaçao. E se meu antepassado for Edward? Valtor? Isso é uma historia? Meu turno acaba e vou andando, até a rua encontro Cash e vamos andando devagar. Aqueles dois caras reaparecem atras de nós, e atiram uma flecha em mim, pegando na minha barriga, olho eles com dor. E faço a tampa do bueiro ir na cara deles. Entramos em casa e Elena me vê machucado. Deito no sofá e ela vem me curar, pega a caixa de curativos e faz um em mim, diz suave : Eu acredito em você, em vocês..  Damon : Olho meio fraco
Elena : Dou um beijo na boca dele, e sorrio
Damon : Solto um sorrio imenso
Continua...


Notas Finais


💘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...