História O Insuportável Do Meu "Colega" - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Simon Lewis
Tags Alec, Hunters, Magnus, Malec, Shadow, Shadowhunters
Exibições 148
Palavras 779
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vortei, to voltando mt rapido vish :)

Capítulo 10 - Isso é culpa minha


-Boa noite Alec – Ele diz

-Boa noite Magnus. 

 

Entro em casa e tinha uma plateia na janela, essa plateia se resumia no Jace e na Izzy, apenas dou boa noite e vou para o meu quarto, se eu parasse ali eu teria que responder mais de mil perguntas.

Chego no quarto e tranco a porta para ninguém “invadir”, sento na poltrona que tinha lá e fico pensando em tudo que aconteceu hoje, em como eu mudei, eu nunca bateria em ninguém por causa de um insulto, mas ele insultou o Magnus, eu só conseguia pensar em bater nele até ele retirar tudo o que disse sobre o Magnus, não ligava pelo o que ele tinha falado de mim.

Eu também admiti para o Magnus que eu gosto dele, e se ele estiver brincando comigo e se tudo não passou de um joguinho dele pra ficar comigo, isso martela tanto na minha cabeça.

Troco de roupa e me deito, não queria fazer mais nada hoje, ainda mais com a dor que eu estava, meu rosto doía muito e eu tive que fingir que não pois não queria preocupar o Magnus.

Acabo pegando no sono, acho que foi mais pelo remédio que eu tomei pra ver se a dor passava, sinto meu rosto doer muito, acabo acordando e vejo Izzy e Jace na minha frente, olho para a minha porta e ela estava arrombada, antes que eu pudesse ver mais alguma coisa eu desmaio.

A dor era muita, queimava tudo em meu rosto, apenas vinham alguns flashes do Jace ligando para alguém, depois de eu em um carro, e agora num hospital, abro os olhos com muita dificuldade e vejo Jace, ele estava muito preocupado.

-J-jac... – Tento falar mais ele me impede com a mão em minha boca

-Alec, apenas descanse, não fala nada, seu machucado pegou uma pequena infecção, não se esforce vai ficar tudo bem, a Izzy, o Magnus e um amigo estranho dele esta lá fora enquanto a nossa tia foi la pra casa cuidar do Max.

-E-eu quero ver o Magnus – Falo com muito esforço, na hora o Jace sai e o Magnus entra, abro um sorriso inesperado.

-Isso é culpa minha – Ele diz triste, nunca vi ele daquele jeito,  não conseguia falar muito pois estava a base de remédios apenas adormeço.

-Alec, socorro – Olho para o lado e estou na casa do Magnus, ele esta pedindo ajuda, vejo ele encostado na parede e um cara parecido ele o prensando contra a mesma enquanto segura uma faca, antes que eu pudesse fazer qualquer coisa o cara corta a cabeça de Magnus fora.

-NÃÃÃO – Grito e acordo no mesmo momento, vejo Magnus assustado do meu lado, provavelmente teria dormido aqui no hospital.

-Ei, ta tudo bem, eu estou aqui – Ele diz segurando a minha mão – Pesadelo? – Ele pergunta e eu apenas assento. – Eu estou aqui, nada vai fazer mal a você – Ele diz e se senta na cadeirado lado da cama ainda segurando a minha mão.

-A culpa – Tento falar – Não é sua – É a única coisa que consigo dizer antes de apagar denovo.

-Dorminhoco hu? – Assim que abro os olhos ouço um moço falar, ele estava de jaleco, provavelmente era o meu medico – Vamos ver como esta a situação – Ele puxa o curativo com cuidado – É, esta melhor – olho para o meu lado e vejo Izzy, que suspira aliviada.

-Ele já vai poder ir embora? – Ela pergunta

-Vai sim, mas não poderá fazer esforço

Tento me ajeitar na cama, só fiquei deitado estava começando a cansar, me sento nela e fico observando a conversa dos dois.

-E a escola? Vai poder ir ? – Izzy perguntava a ele.

-Não, ele terá que ficar em casa até sexta, é bom ter um repouso para os pontos não abrir – Pontos? Não tinha sido tão fundo.

-P-Pontos? – Pergunto assustado – Não foi fundo

-Foi sim, apesar de pequeno o corte, foi fundo e ficar aberto do jeito que ficou fez com que uma pequena infecção tomasse conta. – O medico me respondeu com calma.

O medico sai do quarto me liberando, Izzy logo me olha com um olhar de reprovação.

-O que? – Pergunto sem entender.

-Alec, você se meteu numa briga, você nunca fez isso, sabe que não consegue controlar a raiva, aposto que o cara saiu muito pior que você.

-Desculpa – É a única coisa que falo antes de levantar com cuidado e colocar os meus sapatos, não via a hora de sair dali, odeio hospitais.

-Com fome? – Ela pergunta enquanto saímos

-Muita – Dou um sorriso para ela.

-Os garotos estão comendo na lanchonete daqui perto.

-Vamos lá então, Magnus também esta? – Pergunto tentando não parecer empolgado.

-Ele e aquele amigo dele.


Notas Finais


Deixe sempre a sua opinião aqui nos comentários, adoro le-los (juro que não sei se esta escrito certo, "le-los")


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...