História O Insuportável Do Meu "Colega" - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Simon Lewis
Tags Alec, Hunters, Magnus, Malec, Shadow, Shadowhunters
Exibições 48
Palavras 723
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei denovo, eu simplesmente achei esse capitulo lindo, espero que vocês também goste !

Capítulo 17 - Eu vou cuidar de você


~Narradora

Para eles parecia que as horas não passavam nunca, a cada médico que passava ali o coração apertava.

Magnus agora estava sentado em um dos bancos do lado de fora do hospital com o Ragnor o abraçando, nada poderia deixar ele bem naquele momento a não ser noticias boas do Alec.

Jace estava inquieto e Clary tentava acalma-lo, e o mesmo com a Izzy e o Simon, enquanto isso Maryse se sentia culpada por dentro, por tudo que Robert fez eles passar, por ela ter errado e principalmente, por Alec estar nesse estado.

~~~~~~1 SEMANA DEPOIS~~~~~~~~

~Magnus                                      

Uma semana já se passou, eu não conseguia dormir, comer, a única coisa que eu conseguia fazer era chorar, se Alec não acordasse até o fim do dia, o hospital constataria que ele está em coma indeterminado, eu rezava a todo instante para que ele acordasse, eu queria poder falar o quanto eu amo ele, o quanto eu preciso dele.

Neste exato momento eu estou aqui, sentado na poltrona enquanto seguro sua mão na espera de algum sinal, enquanto o observava ouço a porta ser aberta, era o Ragnor, ele estava com alguns pao de queijo e café, eu não sentia fome, eu não queria aquilo, tudo o que eu queria era o Alec.

~Ragnor

Eu estou preocupado com o Magnus e no quanto ele ama esse garoto, ele não come e não dorme a dias, eu queria poder fazer algo, mas infelizmente o único que pode fazer algo é o Alec, eu sei que ele vai conseguir.

Daqui a pouco eu vou me encontrar com Maryse para ajudar ela com o julgamento do Robert, não quero que ela vá sozinha, eu sei que ela precisa de alguém neste momento, mesmo sabendo que eu não sou a melhor pessoa.

~Alec

Eu estou na casa de Magnus o beijando, a primeira vez que eu o beijei e Ragnor apareceu, parece tudo tão real, é como se estivesse acontecendo tudo de novo, a gente sentado debaixo da arvore, nesse instante foi quando eu percebi que o amava e que eu precisava proteger ele, quando aquele cara da escola veio falar besteira e eu me descontrolei.

Eu sinto como se eu já tivesse vivido isso, eu sinto como se isso fosse um sonho, mesmo que pareça real, eu sinto que eu preciso acordar.

~Magnus

-Eu já disse que não quero comer, não estou com fome Ragnor – Digo sem desviar a minha atenção de Alec

-Mas você precisa comer, querendo ou não! – Tudo o que Ragnor dizia naquele momento, entrava por um ouvido e saia pelo outro.

-Eu não vou comer e ponto final – Encerro mais uma vez o assunto, todos os dias era a mesma coisa, só que dessa vez Ragnor não insistiu

-Tudo bem, eu vou indo, mais tarde passo aqui – Ele diz forçando um pequeno sorriso para me confortar

Não respondo, apenas fico em silencio, de tanto olhar para o Alec eu já tinha decorado cada detalhe de seu rosto, ele dormia tranquilamente, como se estivesse tudo bem, mas não estava.

O que ninguém sabia, é que todo dia eu escrevo um texto, parece que isso me conforta, era como se eu escrevesse isso para o Alec e soubesse que um dia ele iria ler.

~Jace

A cada vez que fecho os olhos vem um flash em minha mente, se não é daquela cena horrível do tiro, é de um momento que eu passei com o Alec, e isso me doía, mesmo sendo lembranças boas, eu tinha medo de não poder mais ter lembranças assim.

 

 

-Quem é esse mamãe? – Alec perguntava para a sua mãe enquanto Jace observava timido

-Seu irmão Alec – Ela dizia calmamente para ele

-Mas mamãe, ele não nasceu de você igual a mim – Ele dizia inocente

-É claro que não Alec, mas ele nasceu aqui – Ela apontava em seu coração – Ele pode não ser de sangue, mas é de coração – Ela dizia com um sorriso em seu rosto

 

 

-Alec, Alec, me ajuda – Jace gritava da escada e no mesmo momento Alec apareceu correndo

-O que aconteceu Jace? – Alec dizia enquanto o examinava

-Eu cai, meu joelho doi – Jace dizia já com lagrimas no rosto.

-Calma, eu vou cuidar de você – Disse Alec, enquanto passava a mão no rosto de Jace limpando as suas lagrimas – Vem – Ele disse enquanto pegava Jace no colo.


Notas Finais


Espero que vocês gostem, de verdade
Eu achei esse capitulo bonito, gosto dele :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...