História O Insuportável Do Meu "Colega" - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Simon Lewis
Tags Alec, Hunters, Magnus, Malec, Shadow, Shadowhunters
Exibições 133
Palavras 625
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei rapido hein! Espero que gostem desse capitulo, talvez eu atualize mais tarde de novo, não tenho aula mais essa semana!

Capítulo 8 - Aceita uma voltinha?


Depois daquela mensagem eu não respondi mais nada, eu não sabia o que responder na verdade.

Apenas bloqueei o meu celular e afundei a minha cabeça no travesseiro, meus pensamentos se baseavam em uma só pessoa, Magnus.

Depois de tanto tentar dormir eu consigo, mas não durou muito porque logo depois meu despertador tocou, levanto morrendo de sono e vou direto para o banheiro, todo um banho rápido, faço as minhas higienes e visto uma roupa para ir para a escola.

Desço e vejo que não tem ninguém na cozinha, pego a caixa de cereal e viro num pote para mim comer, sem leite mesmo.

Subo, escovo os os dentes e vou no quarto do pessoal, todo mundo dormindo, eu não estava entendendo nada, acordo a Izzy.

-Izzy – Balanço ela um pouco e a mesma resmunga algo – Voce não vai pra escola hoje?

-Alec? Vai dormir e me deixa dormir também – Ela diz e se vira para o outro lado

Vou até o calendário e vejo que hoje é feriado, eu me esqueci que não tinha aula, de certo modo é bom porque eu vou tentar dormir um pouco, mas antes passo no quarto de Max para ver como ele esta, e como sempre, dormindo como um anjo.

Vou para o meu quarto e vejo as horas, 7:36 da manhã, ultimamente eu ando muito desligado, eu não era assim.

~Magnus

Eu queria muito saber qual o problema do Ragnor, logo cedo derrubando tudo na cozinha, vou até lá e vejo ele tentando fritar um ovo, mas pra isso precisa acordar a vizinhança inteira.

-Deixa que eu faço – Pego a panela da mão dele e continuo a fazer

-Bom dia flor – Ele diz se sentando em um dos bancos da cozinha.

-Bom dia Rag

-Dormiu bem? – Ele pergunta

-Não consegui dormir, agora que peguei no sono e você me acorda – Digo bravo.

-Pensando no garoto né – Ele adora provocar, apenas ignoro e coloco o ovo dele em um prato.

-Tente fazer menos barulho – Digo a ele e vou para o meu quarto, me jogo na cama, tento dormir, mas é em vão, vou para o banheiro e me enfio no chuveiro, Alec não tinha respondido a minha mensagem ainda, e se ele não quisesse nada comigo? Eu to confuso, mas não vou desistir.

~Alec

Com muito esforço consigo pegar no sono e acabo acordando com a Izzy pulando em cima de mim.

-Izzy! – Fico bravo

-Calma maninho, eu Jace e Max vamos comer em um restaurante, quer ir com a gente? – Ela pergunta ainda em cima de mim.

-Quero, agora não vou conseguir dormir mais mesmo. – Me sento tirando ela de cima de mim.

-Tem 10 minutos – Ela diz se levantando e indo até a porta – Não demore – Apenas dou um sorriso pra ela enquanto a mesma fecha a porta, como eu não tinha trocado a roupa vou com a mesma.

Lavo o meu rosto tentando esconder a minha cara de sono, arrumo o meu cabelo e desço, estavam todos no sofá pronto pra ir.

Fomos no restaurante aqui perto, e graças a Deus estava aberto, fizemos nosso prato e nos sentamos, comemos e voltamos para casa.

Me jogo no sofá com o Jace e ficamos assistindo a um filme enquanto Izzy e Max ficavam “brincando” no quarto de Max.

Ouço a campainha tocar e vou até ela, já que o preguiçoso do Jace não levanta pra nada, aposto que se eu falar que é a Clary ele da um pulo, abro a porta e dou de cara com o Magnus com o seu sorriso único no rosto.

-M-Magnus? – Digo meio nervoso me lembrando de tudo o que aconteceu na casa dele.

-Alexander – Ele diz se encostando na parede – Aceita uma voltinha? – Ele balança as chaves.


Notas Finais


Sera que ele vai aceitar ?
Deixe sempre sua opinião aqui nos comentarios!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...