História O Insuportável Do Meu "Colega" - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Simon Lewis
Tags Alec, Hunters, Magnus, Malec, Shadow, Shadowhunters
Exibições 185
Palavras 709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


AHHHHHHHHHH VOLTEI RAPIDIM OLHA QUE LEGAL ;D

Capítulo 9 - Homofobico


-Alexander – Ele diz se encostando na parede – Aceita uma voltinha? – Ele balança as chaves.

-E-eu não sei – Merda estou gaguejando

-Eu não mordo – Ele diz irônico

-Ta, vamos – Fecho a porta e me viro para ele que estava com um sorriso no rosto

Entramos no carro e ele nos levou em um parque que tinha ali, eu apenas mantinha o silencio.

Descemos do carro, ele caminhava na frente, até se sentar debaixo de uma arvore, apenas me sento do seu lado e assim ele quebra o silencio.

-Sabe Alexander, eu nunca pensei que ia gostar de alguém – Ele diz olhando pra baixo. – Não do mesmo jeito que eu gosto de você – Aquilo fez meu coração acelerar, eu apenas o observava – E você não sabe o quanto me machuca não saber se você sente o mesmo – Agora ele olhava no fundo dos meus olhos

-E-eu, eu sinto, por mais que tente admitir pra mim mesmo que não, eu sinto Magnus – No mesmo momento ele aproxima o seu rosto do meu, num toque suave ele sela nossos lábios.

Subo em seu colo e começo a beijar com cada vez mais intensidade, até que somos atrapalhados.

-Ora, Ora, se não é a purpurina da escola e o que se faz de machão se pegando de baixo da arvore, que falta de vergonha hu? – Jackson, o popular da escola, ele é homofobico e claro que não ia perder a chance de nos encher o saco – A escola adoraria saber que você é um viadinho Alexander.

-E adorariam saber que você apanhou do viadinho – Digo me levantando pra enfrentar ele

-Alec, não faz isso – Magnus diz no meu ouvido, mas eu ignoro.

-Vamos Alec, mostra que você sabe lutar que nem homem – Ele diz me deixando cada vez nervoso e logo desfiro um soco em seu rosto, o mesmo devolve 2 em mim, pego o seu braço e o seguro caindo no chão e provavelmente deixando alguma lesão ali, desfiro vários socos em seu rosto e alguns chutes até Magnus me parar

-Alec, para, você vai matar ele – Ele me puxa até que eu percebo o estrago que eu fiz – Vamos – Ele me puxa pro carro.

Ele começa a dirigir, mas percebo que o caminho é o da casa dele, não digo nada, não queria aparecer em casa com o olho roxo.

Desço do carro junto com o Magnus e entro acompanhado do mesmo, não vejo o tal amigo dele e vou a caminho do banheiro, olho no espelho e vejo que não esta tão feio.

Magnus entra com um kit medico, é até engraçado ver que ele tinha um daqueles na casa dele.

-Magnus não precisa de tudo isso, só uma lavada com agua já vai melhorar – Digo ligando a torneira enquanto o mesmo me impede

-Senta ai – Ele diz e aponta para a privada com a tampa fechada, apenas sento por que discutir com o Magnus é perca de tempo.

-Magnus por que você tem um Kit desses ?  - Pergunto enquanto o mesmo pega um algodão, passando em meu machucado.

-Catarina me deu, ela é enfermeira, mas eu nunca usei – Ele diz agora passando um dos remédio que tinha ali.

Depois de fazer um curativo totalmente exagerado do meu ponto de vista, ele vai até a cozinha e eu vou atrás encontrando Ragnor lá.

-Oi Ragnor – Digo enquanto me sento do seu lado do meu jeito tímido

-Eai garotão – Ele diz pra mim e depois olha pra Magnus – O que aconteceu?

-Ele apenas se meteu em uma briga, mas o seu adversário saiu muito pior – Ele diz fazendo algo para a gente comer.

Apenas abaixo a cabeça encarando as minhas mãos na mesa.

-Não sabia que lutava Alec – Magnus diz para mim.

-Nem eu – Digo mais para mim do que para ele.

Passei mais um tempo com eles, descobri que Ragnor é um cara muito legal e também muito protetor com o Magnus.

Magnus meio que me forçou a aceitar me levar de carro pra minha casa.

Chegando lá, antes que eu pudesse abrir a porta ele tranca, segura com delicadeza o meu rosto deixando ali um beijo calmo, na qual eu retribui na mesma intensidade, depois do beijo ele destranca o carro.

-Boa noite Alec – Ele diz

-Boa noite Magnus. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Deixe sempre a sua opinião nos comentarios


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...