História O intercambista - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Personagens Originais, Suga
Tags Drama, Min Yoongi, Romance, Suga
Exibições 46
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Noite mal dormida


Saí de perto daquele quarto e desci para o andar de baixo, como em uma corrida, para apenas sair de perto daquele garoto.

Quem ele pensa que é? Que idiota!

"O mesmo pra você, Scarllet"

Mil vezes idiota! Por mim eu poderia ficar o chamando de Idiota o resto da noite, e continuaria não sendo o bastante.

Parei ao lado do sofá, respirando fundo. Eu não me controlo quando sinto raiva, parece que ela me comanda.

Olhei para minhas mãos e... Cadê as roupas?

Fechei os olhos balançando a cabeça de um lado para outro, me arrependendo imensamente de ter deixado a roupa já dobrada em cima da cama sem nem perceber. Maldito!

Bom, mas de qualquer jeito, terei que subir para fazer meus afazeres antes de dormir. Não posso deixar de fazê-los por causa de um mero intercambista irritante. E talvez eu também consiga pegar minha roupa praticamente largada, certo?

Certo.

Subi degrau por degrau, cautelosa. Passei pela porta do meu quarto, vasculhando lá dentro com o meu olhar bisbilhoteiro. A porta, como minutos atrás, estava totalmente aberta, mas faltava algo: O intercambista

Entrei no quarto com pequenos passos, olhando cada canto.

Ele não está aqui, graças!

Me aproximei da minha cama calmamente. Peguei minha roupa dobrada em forma abrupta. Respirei agora mais aliviada e virei-me em direção a porta para a saída do quarto, mas, acabo batendo de cara em algo duro mas ao mesmo tempo macio, algo que não machuca, e tenho certeza que não era uma parede.

- Ai! - Exclamei enraivecida. Levantei meu olhar, prestes a descontar minha raiva no possível objeto que estava em minha frente.

Arregalei os olhos de imediato. Minha missão era: Não encontrar, nunca mais, esse maldito intercambista em minha casa, mas acaba de ser falha.

- Você é cega?! - O garoto pálido fez uma careta engraçada, parecendo demonstrar dor, colocando a sua mão no lugar em que minha cara foi de encontro, logo em seu peitoral.

- A-a culpa é sua por aparecer de repente! - Deixei-me gaguejar sem querer, arrumando um motivo besta para colocar a culpa nele.

Eu estava me batendo mentalmente. Mais arrependida que antes.

O garoto voltou-se para mim, com um olhar cínico e investigador.

- Decidiu dormir aqui, revoltadinha? - Perguntou em um tom de deboche, ignorando minha fala anterior

- Do que... Você me chamou? - Perguntei o fitando com os olhos semicerrados. Eu ainda tentava processar o tipo de apelido dado para mim.

- Não é você que gosta de chamar as pessoas pelo diminutivo? - Ele franziu o cenho, me encarando de forma intensa questionador, sem desviar. - E eu apenas dei um simples apelido, no diminutivo. - Terminou com um sorriso fechado, triunfante.

Maldito seja Min Yoongi!

- Dorme logo aí, não vou fazer nada enquanto você estiver dormindo - Falou, passando por mim. - Não sou um pervertido.

Segui ele com meu olhar, que agora já estava do outro lado do quarto, pegando algo em sua mala aberta no chão.

Eu fiquei parada ali na porta, observando os movimentos calmos do garoto. Claramente eu não tinha nada para fazer no momento, parecia que fitar o garoto era uma das mil e uma maravilhas.

- Vocês vão dormir agora? - Surgiu uma voz feminina por trás de mim. Dei um pulo pelo susto. - Aconteceu algo, filha? - Perguntou minha mãe com sua feição preocupada. Eu normalmente não levo susto tão facilmente.

- Não, não se preocupe, estou bem! - Disse, logo em seguida dando um sorriso mínimo acalmando-a de alguma forma.

- Está bem. Querido, já está pronto para dormir? - Perguntou ela para o garoto lá atrás.

Querido? Por que chamou-o de "querido"?

- Sim senhora - Respondeu Min educado, acho que bem o contrário que é comigo. - Muito obrigado por me receber! - Estampou um sorriso mais aberto em seu rosto delicado e pálido.

- Não há de que, querido. Não esqueçam da escola amanhã de manhã! Boa noite para vocês. - Falou, logo fechando a porta, praticamente na minha cara, deixando aquele maldito Yoongi sozinho comigo novamente, em um cômodo que para mim, agora, considerava-se pequeno demais.

- Vai dormir ou não? Não gosto de dormir com luzes acesas - O garoto reclamou, saindo de onde estava vindo até mim. Confesso que me apavorei um pouco. Talvez fosse porque ele estava vindo muito rápido. Quando ele chegou, parou ao lado do interruptor de luz, que também estava ao meu lado. O intercambista estava frente a frente comigo. - Vou desligar, é melhor ir para sua cama, antes que erre o caminho - Percebi o tom malicioso em sua voz. Abri minimamente a boca um tanto chocada com a definição: "Antes que erre o caminho". Nem sonhando que eu vá, algum dia, para a sua cama, mesmo que sem querer.

{••••}

Considero o dia de ontem, o pior de todos, assim como essa madrugada. Eu não consegui dormir!

Aquele maldito Min Yoongi falava diversas vezes de noite enquanto dormia. Eram coisas desconexas, que com certeza devia ser a língua de sua origem. E também, eu não troquei de roupa, ele simplesmente não deixou. Quem é o ser que adentra minha própria casa e não me deixa trocar de roupa?


Flashback on

- Você tem apenas duas opções: Ou troca de roupa aqui mesmo, ou dorme.- Desafiou.

- Você não pode mandar no que eu quero fazer!

- Ah, se eu posso - O garoto desligou as luzes do quarto, me deixando em choque no mesmo lugar. Eu odiava o escuro, era uma das coisas que eu mais tinha medo. E agora, eu estava no escuro com alguém. Céus!

Escuto passos se afastando, e logo escuto alguém pular em uma das camas. Claramente era o garoto.

- Boa noite, e não se atreva a ligar a luz, ou eu irei aí. - Avisou, e logo um silêncio predomina.


O que eu faria agora? Que ódio desse garoto!

Flashback off

Eu, claro, acordei primeiro que ele para ir à escola. Além de não dormir direito, eu tinha que ainda ir à escola. E o pior de tudo agora é que o maldito Min estuda junto comigo, e já é o segundo intercambista coreano que entra naquela escola, que é considerada uma das melhores da cidade.


Notas Finais


HEELLOU BABES :')

O CAP TA UMA MERDA MSM PQ N FOI BEM PLANEJADO, enfim

Foi rapido? Sim. Acho. Mas algum dia ae eu posto outro cap, e vai demorar pq minhas provas vão acabar só em dezembro :") POR ISSO EU DIGO: EU NÃO DEVIA ESTAR AQUI!

BJOON (eu n tenho nd a comentar sobre esse cap ;-;) me desculpem se tem erros, DAQUI A POUCO EU REVISO <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...