História O internato que mudou nossas vidas. - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Personagens Originais
Tags Mambar Lumon
Visualizações 40
Palavras 620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Spoilers, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - "Quem e Sebastian?"


Fanfic / Fanfiction O internato que mudou nossas vidas. - Capítulo 18 - "Quem e Sebastian?"

Âmbar on

Chegou ao certo ponto onde eu não conseguia mais me manter em pé, A garota loira da qual não consigo reconhecer mais estava do mesmo jeito, O garoto que também não sei quem é nos levou até a um banco do qual me sentei, eu do nada comecei a ver unicórnios, eles eram lindos e pulavam de um lado para o outro, eu ria descontrolada deles, eu tentava identificar alguém mais foi em vão, estava tudo embaçado, eu Fechei os olhos com força e quando abrir de de cara com uma pessoal da qual nunca mais queria ver, Sebastian, eu comecei a entrar em desespero e tentei me levanta porem tudo girou e eu cai no banco novamente, eu tentei me levantar novamente porém dessa vez obter susseso, eu me levantei e a figura dele veio logo atrás de mim, eu sair correndo daquela lugar, a rua estava movimentada e ele seguiu me seguindo, eu entrei numa rua sem saída e o desespero tomou conta de mim, ele segurou me braço, eu tenho medo dele, uma parte do nosso namoro que quaser ninguém saber e que ele me batia, eu passava maquiagem no local e conseguia desfaça.

Âmbar: Me solta Sebastian...


Matteo on


Eu agradeço por não ter bebido tanto, eu estava me pegando com uma morena mo gostasa que me deu mole, eu confesso que fiquei um pouco chateado pela Âmbar não ter me dado atenção aqui mais dexei quieto, do nado sinto alguém me puxando, Ramiro.

Matteo: pó cara, não atrapalhar o rolê- Ele revirou os olhos.

Ramiro: Cara e melhor chama os meninos e levamos as meninas para casa, a Âmbar mau consegue ficar de pé, Luna estar se pegando com aquele menino a uma hora e o resto estar bebendo loucamente- Eu concordo e vou atrás da Âmbar, quando cheguei perto dela ela estava de olhos fechados, eu a encarei por um bom tempo até ela abrir os olhos, ela me encarou com pavor, tentou se levanta mais não conseguiu, porém logo depois ela saiu correndo, eu chamava ela mas ela não parecia me ouvir, corria sem direção e eu ai atrás, ela entrou numa rua sem saída e eu conseguir alcançar ela, segurei o braço dela para tentar fazer ela para mais ela me encarava com medo nos olhos.

Âmbar: Me solta Sebastian- Eu estrainhei mais logo percebi que ela estava alucinado, ela logo começou a chorar enquanto tentava se solta, eu não sabia o que fazer, Ela repetia a mesma frase todas as vezes, por fim eu abraço ela, tentando acalmar a mesma.

Matteo: Calma, Âmbar sou eu, sou eu Âmbar, sou eu- Eu me separou do abraço e coloco as mãos no rosto dela a olhando nos olhos- Sou eu- Os olhos azuis dela estavam cheios de lágrimas, meu coração doeu ao ver ela assim, eu realmente não sei o que estar acontecendo comigo. Aos poucos ela foi se acalmando e parece que as alucinações pararam, ela me deu um abraço forte e voltou a chorar.

Âmbar: Não deixa ele fazer nada comigo Matteo, por favor.

Matteo: Eu nunca vou deixar ele fazer nada com você, eu prometo- Eu dou um beijo na testa dela e voltamos para a frente da porta da balada onde o resto ja estavam no táxi, eu coloquei ela do meu lado e entrei logo em seguida, agora estávamos em 3 táxis pois elas mal conseguiam se manterem em pé, para pular o muro então, ai sim foi o problema, por fim levamos elas até o quarto e colocamos cada uma em suas respectivas camas, e saímos logo em seguida.

Uma pergunta que não quer cala é, quem e esse Sebastian e o que ele fez para ela, se ele encostou um dedo nela ele estar morto.



Notas Finais


Mambar reina👸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...