História O irmão da minha prima - Capítulo 18


Postado
Categorias Amizade Colorida, Amor e Inocência (Becoming Jane)
Tags Romance
Exibições 8
Palavras 333
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Harem, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


*-* espero que gostem.

Capítulo 18 - Coisas estranhas.


Pov.Maria

Acordo e sinto um alívio, sabia que Bruno estava bem longe de mim, levanto toda sorridente. Me arrumo, faço minhas higienes, pego minha mochila e vou para a escola.

Quando chego vejo Paulo ele me vê chegando, eu viro o rosto e vou para dentro. Vou na sala de aula antes de todos (tínhamos acesso às nossas salas a qualquer hra) arrumo tudo e me senti, coloco meus fones *-* e escuto música.

Logo depois poucos minutos sinto uma mão em meu ombro, meu corpo fica tremendo quando olho para trás vejo Bruno ;-;.

Seus cabelos escondiam seus olhos, sua pele estava pálida, suas roupas rasgadas e um sorriso semi aberto ;-.

Depois quando vou gritar ;-; o sinal toca, eu pisco e quando abro ele desaparece.

Eu estava muito assustada e todos que entraram me estranharam.

Continuação

------Quebra de Tempo-----

Alguns minutos antes, vejo uma mão na porta da sala, eu cruzo meus braços e deito a minha cabeça sobre eles, quando levanto a mão não esta mas lá, ( bateu o sinal : tritritri) eu me levanto e vou pro refeitório, sinto que algo esta me puchando para não ir lá e sim pro banheiro feminino, chego lá n tem ningem algo fecha a porta, depois palavras são escritas no espelho: Vou Te Infernizar , eu me assusto abro rapidamente a porta e vou correndo para a direção, eu falo tudo oq aconteceu e eles me liberaram mais cedo. Chego em casa tranquila, derrepente eu vejo uma menina com cabelos pretos e um vestido branco com sangue nele, ela corre na minha direção, eu corro na direção dela e desvio pra direita para ir até a minha casa.

Quando entro tranco a porta, vou até o banheiro, lavo meu rosto e me olho no espelho quando percebo a menina lá fora me olhava.

Eu olho para trás e não à ninguém e quando me viro ela avia sumido, meu pai já estava na cama o dia já estava terminando. Nem comi fui direito para a cama aonde acabei dormindo *-*



Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...