História O jardineiro - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7, TWICE
Personagens BamBam, Chaeyoung, Jackson, JB, Mark, Mina, Momo, Nayeon, Youngjae
Tags Got7, Novela, Romance, Twice
Visualizações 8
Palavras 743
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


PENÚLTIMO CAPÍTULO! É revelado se o filho da Nayeon é menino ou menina. E Mark vai encontrar Jackson?

Capítulo 7 - Menino ou menina?


Fanfic / Fanfiction O jardineiro - Capítulo 7 - Menino ou menina?

01/03/1935

Haviam-se passado a novena (nove meses) da gravidez de Nayeon. Jackson ainda estava desaparecido, Nayeon temia que ele tivesse morrido. Mark cuidou de Nayeon durante esse. E não, meus amigos, ela ainda não revelou o mal-entendido de Mark, poderia ter aproveitado as inúmeras oportunidades de falar a respeito de tal fato, mas não o fez.

Durante a tarde, o padre Bambam estava em seu escritório organizando a palavra pra missa do batismo, quando alguém bate na porta.

Bb: entre!

E ao abrir, Bambam se choca. Era Jackson, que esteve foragido por meses.

Bb: Jackson?

Jc: oi, padre.

Bb: meu filho, aonde esteve esse tempo todo?

Jc: eu fugi, padre. Fugi para bem longe de Goyang.

Bb: meu Deus do céu, como não destes notícias? Vós te procurais em todos os cantos dessa cidade. Seu paradeiro era misterioso.

Jackson começa a chorar.

Jc: padre, eu pequei.

Bb: pecou como?

Jc: me envolvi com a Nayeon, e agora o filho que está no ventre dela é meu.

Bambam cobre a boca impressionado e quase cai pra trás.

Bb: meu filho... você teve relações com uma mulher casada?

Jc: ela não está mais casada.

Após contar toda a história que está em “meu pecado parte 1” alguém bate na porta.

Bb: entra!

M: padre, você... JACKSON?

Jc: Mark!

M: pensei que o caminhão do lixo levasse o lixo, não trouxesse.

Bb: Mark, não ofenda seu irmão.

M: ele não é meu irmão. É só um pervertido que resolveu voltar.

Jc: eu voltei pra criar o meu filho com a Nayeon.

M: seu filho, uma pinoia!

Bb: gente, brigar é pecado.

M: vamos resolver esse problema lá fora.

Jc: na chuva?

M: sim, é bom que ela limpa seus pecados antes da morte.

E Mark puxa Jackson pelos cabelos.

Nayeon estava dormindo e começa a sentir dores.

N: ai! Ai!

Chaeyoung e Momo, que estavam lá, ajudam ela.

C: eu acho que é agora.

Mm: o filho dela vai nascer.

C: chama a parteira.

N: Chaeyoung... a parteira viajou. Ai!

C: e agora?

Mm: minha vó era parteira, ela me ensinou tudo.

C: beleza!

Mm: Nayeon, abra as pernas.

Nayeon obedece e começa a chorar com as dores.

De volta à luta num terreno.

M: você engravidou uma mulher casada.

Jc: ela não é sua esposa. Você deu pra ela um contrato de divórcio e ela assinou.

M: mentira!

Bb: verdade! Ele me falou tudo.

M: ele mentiu, padre!

Bb: eu sei quando um filho está mentindo, e não é o caso dele.

M: agora chega!

Mark aponta uma arma para Jackson.

Bb: Mark, você não vai fazer isso.

M: vou sim!

Bb: não!

E Bambam agarra a mão de Mark e ele atira três vezes pro alto.

Nayeon começa a parir o filho.

Mm: vai, tá saindo.

Mark derruba o padre e dá um tiro na direção de Jackson.

Nayeon geme mais e mais com a dor.

O tiro que Mark deu foi na parede por muito pouco.

Nayeon grita mais.

Mm: vai, tá no caminho.

N: eu não aguento mais.

Mm: aguenta!

Jackson avança em Mark e ele atira.

Nayeon dá o último grito.

N: aaaaaaaaaaaaaaaaaah!

E ouvem o bebê chorar.

Mm: nasceu! Nasceu seu filho, Nayeon.

N: é o quê? Menino ou menina?

C: Menino!

N: um menino?

Nayeon sorri e pega o filho recém-nascido nos braços. Nayeon o beija intensamente.

N: meu filho, abençoado, fruto de Deus.

Mm: valeu a pena a dor, não valeu?

N: valeu! Vocês aceitam ser as madrinhas.

C e Mm: com prazer, amiga.

N: Chaeyoung, dá um banho nele. Momo, me ajuda aqui.

Mm: claro!

E Mark estava no chão, morto. O tiro que ele deu, acertou seu coração. Jackson estava impressionado.

Jc: padre, o senhor está bem?

Bb: estou!

Jc: ele quis me matar e acabou se matando.

Bb: lei da semeadura, meu filho. Ele colhe o que ele planta.

Jc: colheu o que plantou, na verdade. Porque ele deve estar morto.

Bb: um tiro no coração é quase improvável sobreviver.

Jc: vamos logo pra debaixo de um teto, antes que a gente pegue uma gripe.

Bb: olha, a casa do Jaebum. Além de conforto, você terá que contar que o filho é seu.

Jc: vou ser homem e assumir minha responsabilidade, foi por isso que voltei, Deus não vai me livrar com desculpas, vai me livrar se eu for honesto.

Bb: assim que se fala, vamos.

E eles saem correndo até a casa do Jaebum  


Notas Finais


ULTIMO CAPÍTULO! Jaebum recebe o padre Bambam e Jackson na casa deles, e agora? Como Jaebum vai reagir ao saber do retorno do pai de seu neto? Jackson conhecerá o filho? E não podemos esquecer do velório de Mark, e isso jogará Jessica e Nayeon frente a frente, Como será essa conversa? Jessica revelará que era a esposa de Mark? Eu sei, são tantas perguntas, mas só um capítulo para responder todas, não perca o lançamento do último capítulo, se perder procure essa história na barra de pesquisa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...