História O Jogo da Vida... - Capítulo 63


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Caleb Rivers, Cece Drake, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Ian Thomas, Jason Dilaurentis, Jenna Marshall, Maya St. Germain, Melissa Hastings, Mike Montgomery, Mona Vardewaal, Paige McCullers, Pam Fields, Veronica Hastings
Tags Emison
Exibições 155
Palavras 1.154
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, FemmeSlash, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Bem estamos perto do final não sei se iremos ate 70 ou 80 capitulos, e nem tem RAFFAEL eu não vou a 100 com essa ok... Meu ombro não aguenta...

Capítulo 63 - Recuperação...


Fanfic / Fanfiction O Jogo da Vida... - Capítulo 63 - Recuperação...

Recuperação...

Depois do susto, tudo foi se tranquilizando, Amélia explicou o motivo de Emily na hora conseguir falar normalmente, era somente um reflexo, agora seria normal ela tem alguma dificuldade na fala afinal foram meses dormindo, ela também diz que Emily terá que fazer fisioterapia seria um caminho longo, mas, fácil, pois ela já estava fazendo exercícios quando estava de coma, Alison não sai do lado de Emily em nenhum momento, mas, teve uma hora que ela precisou ir para casa para comer e tomar um banho, todas as meninas estavam muito felizes.

Paul também estava feliz, para ele um milagre tinha acontecido afinal ele finalmente teria mais uma chance com sua filha, Amélia disse a ele que Emily não poderia mais morar no apartamento, teria que ser uma casa espaçosa e se possível com piscina, Paul sorriu e disse:

_ Isso não será problema doutora... Tudo vai estar pronto para Emily...

Ele sai a vai ao encontro de Tália que estava no restaurante preparando tudo para a recepção de Emily em sua casa nova...

Nesse momento Amélia aproveita a oportunidade para finalmente poder falar com Emily a sós pois, sempre havia alguém com ela, ela vai para o quarto de Emily, bate na porta então:

_En...re...

Amélia sorri abre a porta, ao ver que era medica Emily sorri, ela tinha muito que falar com medica também, mas, queria falar com ela sozinha, pois, sabia que Alison era muito superprotetora e ficaria muito nervosa com suas perguntas.

_Olá Emily... Acho que agora podemos conversar...

Emily somente acena, ela aponta para cadeira, Amélia senta – se e diz:

_ Você deve ter algumas perguntas creio...

_Sim...

Emily conseguiu dizer essa palavra sem gaguejar, ela sorri pela vitória, Amélia sorri de volta e diz:

_ Bom... Pode começar...

Emily respira funda e diz:

_Eu v...u fal... as...im t..é qua..o....

Emily suspira triste por ter falado daquele jeito, Amélia toca sua mão e diz:

_ Esta tudo Emily, você foi muito bem, tem pacientes que saem do coma e precisam voltar aprender a falar tudo de novo, não e atoa que suas amigas dizem que você e incrível...

Emily sorri, mas, fica vermelha pelo elogio, Amélia acha lindo como a jovem fica por se elogiada, ela tenta manter a compostura, e volta a dizer:

_ Tenho certeza que daqui algumas semanas você estará falando muito bem, com ajuda da fonoaudióloga será perfeito... O que temos que focar e na sua recuperação de seus músculos da perna e braços, e tudo mais, principalmente da sua coordenação motora, mas, tenho certeza que você se saíra muito bem...

Emily sorri, era um sorriso meio triste, mas, assim mesmo Amélia ficou admirada, então Emily diz:

_Esp...ro qu...do p...so vo...ar ca...a...

_ Você quer saber quando pode voltar para sua casa, bem isso e algo que você deve ter paciência...

Emily olha preocupada e triste, Amélia tenta sorrir e diz:

_ Seu estado era muito preocupante Emily, mas, sua recuperação também surpreendeu a muito, por essa estamos tomando todas as precauções necessárias para sua recuperação, mas, sei que você e uma pessoa que não gosta de ficar em hospitais sua namorada me disseram, então por essa razão ate no máximo depois de amanha você poderá voltar para casa...

Ao ouvir as palavras volta para casa Emily, abriu um sorriso que iluminava o quarto, Amélia fica admirada o sorriso de Emily era lindo, ela sabe que não deve ter esses sentimentos pela jovem, mas, era impossível Emily tinha conseguido algo que poucas pessoas conseguiram em sua vida, somente o pai de seu filho fez o coração de Amélia pulsar assim... Ela estava perdida em seus pensamentos quando sente o toque de Emily em seu braço, a jovem olhava para era confusa, Amélia se recompõe de novo e diz:

_ Desculpe... O que você disse?

Emily sorri e diz:

_ Ob...gada...

_ Você não precisa agradecer Emily, mas, agora vem a parte que você não pode gostar muito, você não vai mais poder morar no apartamento em cima do restaurante de Tália, e também você ira precisar de ajuda em tudo no começo, sei que você e uma jovem que sempre se virou e se cuidou sozinha, mas, dessa vez você não poderá fazer isso...

Emily abaixa a cabeça, ela sabia que a doutora estava certa, mas, era difícil para ela aceitar que agora nesse momento ela não conseguia nem mesmo tomar um copo de agua se ajuda e alguém, ela tinha que aceitar isso... Emily respira funda e diz:

_ Quan...do co..m...o a fi....t...pia...

Amélia sorri e diz:

_ Muito bem, tudo indica que será daqui a dois dias, nesse meio tempo você ira para sua casa, acho que seu pai tem uma surpresa para você...

Emily sorri, Amélia se aproxima toca o rosto de Emily, a morena sente um arrepio na hora, Amélia sente o mesmo, ela se aproxima de Emily e diz:

_ Não se preocupe eu vou estar do seu lado todo tempo...

Amélia estava olhando fixamente para os olhos de Emily,  a jovem ficou sem ação, ela nunca se sentiu assim com ninguém, era como se os olhos de Amélia fossem duas chamas...

Nesse momento Hanna entra no quarto, ao ver a cena em sua frente ela não gostou nem um pouco, no mesma instante Amélia se afasta de Emily e diz:

_ Hanna...

Hanna com um olhar sério diz:

_ Doutora Shepard...

Amélia sorri, balança a cabeça e diz:

_ Já disse a vocês que podem me chamar de Amélia...

Hanna ainda seria nada diz... Amélia sorri e vai embora, mas, antes olha para Emily e diz:

_ Depois continuamos nossa conversa...

Emily sorri e diz:

_ k...

Amélia vai embora, Hanna bufa revira os olhos, depois via em direção de Emily e diz:

_ Escuta aqui Emily Catherine Fields... Eu não fiquei mais de meses ajudando você a se recuperar para Alison e voltar para nos, para uma doutora qualquer vir e roubar você da gente...

Hanna sai do quarto com raiva, e bate à porta, Emily não entendeu nada, como assim quem vai roubar quem...

Depois de alguns minutos Hanna volta mais calma, Emily estava com um olhar triste ao ver Hanna diz:

_Ha...a si...o  mu...o e

Antes que ela terminasse a frase Hanna esta em cima dela abraçando e chorando, Emily tenta abraçar de volta, mas, seus braços ainda não respondiam como ela queria, então Hanna diz:

_ Eu sinto muito Emily, eu te amo... Quando vi você nessa cama por tanto tempo, já tinha perdido a esperança, mas, depois vi sua recuperação e tive fé novamente, mas, ao entrar e ver como a doutora olhava para você, o medo de ter perder de novo me fez agir daquele jeito...

Emily sorri e diz:

_ E...u n~...o v...u a l..g..r  ne...um...

Elas ficam assim abraçadas, mas, Hanna sabia o que tinha visto, Emily pode não ter percebido, mas, ela sim Amélia Shepard estava enamorada por Emily...

 


Notas Finais


Até o próximo fuiiiiiiiiiiiiiiiii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...