História O jogo que nos uniu - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inazuma Eleven (Super Onze)
Personagens Hakuryuu, Matsukaze Tenma, Shindou Takuto, Shuu, Tsurugi Kyousuke
Exibições 20
Palavras 1.136
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Esporte, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olha eu com mais uma one-shot!
Gente, pra que lê a Fique Comigo eu pesso desculpa pelo tempo se postar, é que eu to meio sem ideias pra história!

Boa leitura!!!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction O jogo que nos uniu - Capítulo 1 - Capítulo Único

Narração de Shuu

 

"Enquanto você me amar e enquanto jogar o futebol que nos uniu, eu sempre estarei ao seu lado"

Foi isso o que eu te disse, mas você não me deu ouvidos, pois ,até hoje, não conseguiste voltar ao campo e muito menos jogar futebol. Posso até dizer que se não fosse pela insistência de Tenma, você estaria sempre trancado em casa se perguntando o porquê de eu ter cedido tão de repente a doença, se eu já estava quase melhorando.

Posso ter partido, podem fazer anos desde que eu te deixei, mas, mesmo assim, você sustenta a mesma expressão de tristeza e o mesmo olhar vazio daquele dia.

Teu olhar não tem mais brilho, é visível que sentes a minha falta meu amor.

Ainda não acreditas nas minhas últimas palavras, não acreditas nas últimas palavras que te disse antes de me deixar levar pelo sono eterno.

Eu queria que você viesse ao campo pelo menos uma última vez, para jogar futebol, esse esporte que ajudou o nosso amor a se tornar tão forte quanto uma rocha e que nós jogávamos todas as tardes até depois do anoitecer.

Hoje, finalmente, Tenma conseguiu te trazer ao campo. Espero que você jogue ,pelo menos um pouco, apenas para que se lembre da sensação boa que esse jogo trás e das lembranças que conquistamos com ele, assim que você lembrar, poderei falar contigo, após tanto anos de espera.

 

Narração de Hakuryuu

 

Não sei como ainda estou vivo, é difícil crer que já faz tanto tempo que ele partiu, aliás, parece que foi ontem a última vez que eu vi o seu belo rosto

 

Eu sinto tanto a sua falta Shuu...

 

Você não faz ideia da incontáveis horas que eu passo trancado em casa apenas olhando para a sua foto. Não consigo entender, você era tão jovem, tinha uma vida inteira pela frente, então por que sucumbiu a doença? 

 

AQUELA NÃO ERA A SUA HORA SHUU!!! Aquela não era a sua hora...

 

Mesmo já fazendo anos desde a sua morte eu ainda não consigo ir ao campo, nem sequer uma vez, sei que seu último pedido foi que eu não deixasse o futebol, mas não consigo encarar a reslidade de que, quando eu chegar lá, você não estará mais me esperando para jogarmos, nem que eu nunca mais poderei repetor o nosso tão amado clichê de eu correr até você no meio do campo e roubar-lhe um beijo demorado antes de erguer-te e girar-te no ar enquanto o vejo dar aquele sorriso tão lindo, pelo qual eu ficava cada vez mais apaixonado.

Hoje Tenma, Shindou e Tsurugi conseguiram me tirar de casa à força e me trazer ao campo.

Eu não consegui segurar as lágrimas quando olhei para o gramado eu não o vi ali. Corri até o meio do campo e, ao chegar lá, desabei, enquanto lágrimas rolavam grossas pelo meu rosto...

 

 A dor em meu peito era insuportável...

 

De repente, sinto uma mão em meu ombro e me viro para ver quem era, era Tenma...

Ele se ajoelha ao meu lado e me abraça, mas após alguns momentos ele solta o abraço, olha em meus olhos e diz: 

"Sei que voce sente falta do Shuu mesmo depois de todos esses anos, mas ele não vai voltar! Sou incapaz de te pedir para esquece-lo, pois sei que pra você é impossível, só estou pedindo para que não se isole dentro de casa, nós sentimos sua falta, já perdemos um amigo, não queremos perder outro!".

 

Logo após ele, quem se pronunciou foi Shindou 

 

"Vocês se amavam muito, nós somos testemunhas disso e não a cho que Shuu ia querer que você se isolasse dos seus amigos, ele ia querer que você seguisse em frente!" 

 

E agora Tsurugi

 

"E mais uma coisa, ele ia querer que você não parasse de jogar futebol, mas eu acho que você sabe disso, ou não se lembra das últimas palavras dele?".

 

Nesse momento lembreime das palavras de Shuu e dei um pequeno sorriso ao recitalas

 

"Enquanto você me amar e jogar o futebol que nos uniu, eu sempre estarei ao seu lado".

 

Permiti que mais algumas lágrimas caissem antes de levantar e pegar a bola que eles haviam levado

 

"Vamos jogar?" 

Perguntei enquanto olhava o objeto em minhas mãos

 

"Claro!"

 

Responderam em uníssono

E com isso nós nos dividimos duplas e começamos a jogar. 

Eu havia esquecido de como era bom jogar com meus amigos e estava me divertindo como a muito não fazia, porém, faltava uma coisa, ou melhor, alguém, e eu sabia quem era esse alguém...

Durante o jogo eu olhava para a bola e para toda a extensão do campo, me lembrando de todos os momentos, do pedido de namoro que fiz após uma tarde de jogo e dos nossos beijos que ocorreram ali naquele lugar e que  foram vivenciados logo a pós o nosso jogo preferido: o futebol.

Em um momento eu olhei para a lateral do campo e vi o meu motivo para viver, a razão da minha existência: Shuu 

Ele estava ali parado, seu corpo quase transparente, me olhando e sorrindo, aquele sorriso lindo que a tanto tempo foi tirado de mim.

Fiquei ali olhando por alguns minutos, até que ele veio até a minha frente e, sorrindo ainda mais que antes, falou

 

"Hakuryuu..."

 

Ele ergueu sua mão e acariciou minha bochecha com o polegar, um toque tão suave quanto a petalade uma rosa

 

"Shuu..." 

 

Eu estava estático, não sabia o que fazer, então, apenas pra ter certeza de que ele de que ele estava ali ergui minha mão e também acariciei sua bochecha. Era visível que aquela era a alma do meu amor que a tanto tempo foi levado de minha vida por pura injustiça do destino, eu soube disso porque ao tocar seu rosto, tuve tive a mesma sensação de pétalas de rosa que a mão dele tranmitia em meu rosto.

 

"Hakuryuu, por que demorou tanto para vir me visitar? E por que passou tanto tempo afastado do esporte que nos uniu?" 

 

"Eu não queria encarar a realidade de que quando eu chegasse aqui, você não estaria mais me esperando, pois não queria acreditar em suas palavras..."

 

"Mas e agora? Você acredita?"

 

"Sim, pois vejo que agora você está aqui para mim!" 

 

Ele segurou minhas mãos, me olhou nos olhos e falou

 

"Ah meu amor, eu sempre estive aqui para você! Bastava você ter coragem, fé e amor para vir me ver!" 

 

 Fiquei mais um tempo ali segurando as mãos de meu amado e depois ele me mandou voltar a jogar e, enquanto eu me afastava via ele continuar com seu deslumbrante sorriso nos lábios.

Desde aquele dia eu ia ao campo todas as tardes para jogar, e agora não faltava ninguém, pois ele estava ali ao meu lado, jogando o jogo que nos uniu...

 

 


Notas Finais


É isso gente! Mereço comentários?

Até a próxima!

Kisses de KitKat !!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...