História O Lado Escuro Do Vermelho — Imagine Jungkook - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Jungkook
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine, Imagine Bts, Jungkook, Sexo, Você
Visualizações 386
Palavras 1.072
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores :') tudo bem? Espero que sim

Meu Deus mais de 400 favoritos, eu estou morta por isso. Eu fico muito feliz em saber que todos vocês gostam da Fic. Eu amo vocês ❤

Pessoas do grupo, a Tia Suzy ama vocês ❤_❤

Boa leitura =

Capítulo 10 - Sendo vendida.


Fanfic / Fanfiction O Lado Escuro Do Vermelho — Imagine Jungkook - Capítulo 10 - Sendo vendida.

Cadê você, Jungkook? — Já se passaram duas semanas desde que esse homem me levou. 

Ele estava me fazendo de escrava sexual, sempre que tinha alguma festa eu tinha que está ali, apenas com uma lingerie exibindo meu corpo para milhares de pessoas. 

Este homem é louco. Milhares de mulher vivem ao seu redor, mesmo assim ele não quer me deixar ir embora. Eu já fiz de tudo para sair deste local, para sair dessa vida, mas não dá. Ele não deixar. 

Eu poderia ter ido para casa do meu pai, mas não iria. Mesmo ele tido me pedido desculpa, eu não tenho mais coragem para voltar a morar com ele. Não consigo mais voltar a casa dele, não depois do que ele fez. 

Eu ainda tenho medo dele me vender de novo e acontece tudo que aconteceu comigo. Meu maior medo era de ser estrupada de novo, mas até agora Parker não encostou em mim. E espero que nunca encoste, eu não teria a mínima chance de lutar com ele. 

JungKook não fez um sinal de quem viria me buscar, ou me tirar daqui. Ele não apareceu, eu digo isso porquê sei que ele sabe quem me levou. Mas ele não fez nada até agora.

Talvez ele não me ame, ou não goste de mim. Sua namorada chegou, então para que ele viria me buscar? Porque ele iria me levar de volta para sua casa. 

Eu pensei que gostasse de mim, Jeon Jungkook!

— Vamos logo. — Fui puxada pelo Braço por um dos seguranças. — Ele não tem muito tempo. 

— Eu não quero ser vendida. — Tentei me soltar. — Me solta.

— Pare de reclamar e vamos logo. — Jogou meu corpo no chão.

Fui apanhada e levada para o cômodo de baixo. Percebi que várias pessoas estavam sentadas em cadeiras olhando para a frente. 

Senhoras e senhores, vamos agora a nossa outra garota! — Me levaram até o centro. — O preço dado por ela, será de dois mil reais. — Eu estava sendo vendida. 

Quatro mil reais.

Sete mil reais.

Nove mil reais. 

Dez mil e quietos.

Eu estava ficando louca pelos preços que estavam dando por mim. Estava fazendo de tudo para se soltar mas os seguranças não deixavam. 

Vinte mil reais. — Olhei para o lado de boca aberta pelo preço que o homem dava por meu corpo.

— Vinte mil reais. Mais alguém irá aumentar o preço? — Ficaram todos calados. — Dou-lhe uma. Dou-lhe dois. Dou-lhe três. Vendido para ele. 

Não. Me soltem, eu não irei mais ele, me soltem. — Eu gritava e tentava se soltar enquanto eles me levaram até o homem. 

— Faça bom proveito. — Eles diziam para o homem. O mesmo apenas sorriu. 

Eu não conseguia ver seu rosto por conta da mascara que tinha nele. O mesmo foi me puxando para algum lugar. Eu tentava me soltar a todo momento, mas ele não deixava. 

— Para com isso! — Arregalei meus olhos quando ouvi seu timbre. Ele retirou sua máscara. — Eu vim te levar de volta. — Ele sorriu. 

— Jungkook. — Polei em seus braços. — Eu sabia que você viria. — Sorri.

Eu não poderia deixar minha garota sozinha. — Sossurou em meu ouvido. 

Olhei para ele vendo o mesmo morde os lábios. Não resistir, ataquei sua boca. Nosso beijo era rápido e com desejo, Jungkook estava com saudades de meus lábios e eu dos deles. 

— Vista isso. — O vi tirar sua blusa, enquanto me entregava. Acabei me esquecendo que estava apenas de lingerie. — Venha comigo. — Ele segurou minha mão enquanto me puxava para cima. 

— Para onde vamos? A saída e pelo outro lado. — Apontei para a porta. 

— Não vamos sair agora. Eu quero saber aonde está ele. — Se referia a Parker. 

Andamos as escadas até chegamos ao andar de cima. Fomos andando por cada porta que se encontrava ali é entrando para ver aonde ele poderia estar. 

Eu sabia que você viria hoje! — Escultamos a voz dele o quarto aonde estávamos para entrar. — Estava com saudades de você. Vamos logo para o quê interessa. 

— Antes disso, eu quero saber se ela foi vendida mesmo. — Antes que pudéssemos entrar no quarto, escutamos a voz de Yumi. — Eu quero que ela fique bem longe de Jungkook. 

— Não se preucupe, ela ficará. Ela foi vendida por vinte mil reais. — Riram.

— Aquela vadia vale menos que isso. Mas foi melhor assim. — As mãos de Jungkook me puxaram com uma certa força.

Descemos e andamos até a saída, ele parecia está com raiava. JungKook ainda gostava dela é saber que a mesma tem um casa não deve ser fácil para ele, ainda mais com seu pior inimigo.

— Ela mentiu para mim todo esse tempo? Aquela vadia. — Socou seu carro. — Eu amava ela, como teve coragem de fazer isso comigo? 

— Você gosta dela? — Olhei para baixo. — Eu não sabia que ainda amava. — Percebi seus olhos em mim. 

— Eu não quis dizer isso, apenas disse que ela me traia com meu próprio inimigo. Como ela pode ter feito isso. — Levou suas mãos até seus cabelos. 

— Eu te entendo. — Fui em direção da porta, mas antes que pudesse entrar ele me impediu. 

Eu gostava dela mas agora amo você, (S/N). — Olhei para ele. — Não fique com raiva disso. — Segurou meu pescoço. — Eu só quero você. — Selo nossos lábios. 

— Eu também gosto de você, Jeon Jungkook. — Sussurei em seus ouvido. — Eu gosto muito de você, meu criminoso. 

Escutamos tiros sendo disparados por nós. Tentei se baixa mas nessa hora ele me puxou para dentro do carro. Mas ele não entrou, apenas atirou contra os outros. 

— Jungkook não faz isso. — Sai do carro se pondo ao seu lado. Ele continuou atirando nós homens e por incrível que pareça eles caíram no chão, mas outras pessoas já estavam vindo. 

— Vamos sair daqui agora. — Quando ele me puxou eu cai no chão. — (S/N). — Ele gritou comigo. — Você foi baleada, eu disse para não sair do carro. 

— Ju-jungkook. — Pós o dedo indicador em meus lábios. 

— Não diga nada. Apenas venha comigo, eu não deixarei você morrer. — Beijou minha testa. 

Acho que está sendo tarde demais. — Dito isso meus olhos se fecharam. 


Notas Finais


Não esqueçam de comentar aí ❤_❤

Amo vocês ❣

Perfil: @StayGirl


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...