História O ladrão de Oreos - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Oreo, Texuga, Yoongi
Exibições 29
Palavras 1.279
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Mistério
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Texuga te love

Capítulo 1 - O início


  Era pleno dia dos namorados quando tudo aconteceu. Eu estava preparado para comemorar essa data tão especial sozinho em meu quarto, saboreando meu oreo, e bebendo meu refrigerante, em quanto assistia a algum dorama, ou reprise do Weekly Idol.
  Claro que normalmente meus planos nunca dão certo como eu quero, mas eu realmente não esperava que algo pudesse dar errado desta vez. Ao chegar na casa deixei meus sapatos na porta atravessei lentamente a sala quando encontrei Hoseok que passava em direção a cozinha.
  - Yoongi-hyung, eu estou indo na loja de conveniência, se o Taehyung chegar avise que eu volto logo. – Ele disse pegando suas chaves em cima da mesa.
  - Ele saiu? – Perguntei curioso.
  - Sim. Ele foi comprar roupas novas, sua calça rasgou em quanto ele praticava semana passada, lembra? – Ele explicou tentando fazer com que eu me recordasse.
  - Oh... Acho que lembrei. – Afirmei pensativo. – Tudo bem, se ele chegar eu aviso. Estou indo pro quarto agora. – Eu disse virando-me para ir embora quando ele me interrompeu.
  - Hyung, será que você poderia lavar as louças que estão na pia? É que todos os garotos saíram hoje, e eu estou indo agora, só você vai ficar em casa, então... – Antes que ele concluísse eu me posicionei.
  - Ok, ok, eu lavo as louças. – Disse virando-me e indo embora.
  Acho que minha tarde confortável teria que esperar um pouco. Depois de lavar toda a louça eu finalmente estava livre para fazer o que eu queria. Subi rapidamente as escadas que levavam até os quartos, e entrei no meu indo direto a caixa que eu guardava escondida em baixo da cama. Era uma caixa repleta de comida. Eu sei que não deveria esconder comida dos outros membros, e eu não escondo, mas estas são comidas especiais que eu preciso guardar com mais cuidado.
  Cuidadosamente, eu coloquei a caixa em cima da cama e arranjando uma posição confortável liguei a TV e trouxe a caixa para perto de mim. E ali deveria estar a atração principal da tarde, aquela pela qual tanto esperei, o mais saboroso entre todos os outros, o meu oreo.
  Sim, ele deveria estar lá, porque ele não estava. Eu engoli seco, e me levantei da cama para me certificar de que ele não havia caído em algum lugar, mas depois de revirar minha cama ele realmente não estava ali. Alguém tinha pego o meu oreo. Mas quem?
  Todos ali estavam cientes da minha paixão pelo biscoito, e qualquer um que tivesse a audácia de pegá-lo deveria ser considerado um traidor. Um traidor capaz de qualquer coisa. Eu precisava descobrir quem havia feito isso.
  Imediatamente eu comecei a raciocinar outra vez. Antes de tudo, não poderia ser o Taehyung, pois ele prefere negresco. Então o Taehyung estava eliminado da minha lista. Em seguida também percebi que não poderia ser o Hoseok, pois ele prefere treloso. E assim que já tinha duas pessoas na qual podia confiar. Quanto aos outros membros, estariam passando por uma série de investigações, e observações, até que eu encontrasse o culpado.
  Assim eu peguei o telefone determinado a começar com minha investigação. Isso não ficaria assim. Meu dia dos namorados já estava arruinado, mas eu não permitira que um traidor permanecesse livre em nosso meio sem qualquer punição, eu faria o necessário para encontrá-lo. Assim que Taehyung atendeu o telefone eu me preparei para pedir sua ajuda.
  Ele tinha feito o papel do detetive em Dope, então nada melhor do que pedir sua ajuda para essa investigação. Naquele momento eu dependia de sua inteligência, e capacidade de investigação. E eu confiava nisso.
  -- CENA DO VÍDEO * O ladrão de oreos - a loja de sopas * --
  - Alô? – Ele disse.
  - Alô, Preciso de sua ajuda, você pode vir aqui?
  - Eu não posso, estou comprando roupas. – Ele explicou.
  - Então se apresse e venha aqui.
  - Eu não consigo. Eu não consigo encontrá-las. – Ele explicou.
  - Como assim não encontra?!
  - Eu não as encontro. Só tem sopa. – Ele afirmou.
  - O que quer dizer com “só tem sopa”?! – Perguntei ficando irritado, como era possível que houvesse sopas em uma loja de roupas?
  - Quero dizer que só tem sopa! – Ele exclamou.
  - Então saia da ala de sopas! – Exclamei de volta.
  - Apenas mais sopa. – Ele afirmou.
  - Como assim  “apenas mais sopa”?!
  - Apenas mais sopa!
  - Então vá para a próxima ala!
  - Ainda é sopa! – Exclamou ele ao chegar lá.
  - Em que ala você está agora?! – Perguntei sem já sem paciência.
  - Estou na sopa! – Ele afirmou parecendo confiante no que dizia.
  - Como assim “Na sopa”?!
  - Quero dizer que estou na sopa!
  - Em que loja você está?!
  - Estou na loja de sopas!
  - Porque você está comprando roupas na loja de sopas?!
  -- CENA DO VÍDEO ENCERRADA --
  Eu acabei gritando um pouco alto demais, então depois de me xingar ele desligou a ligação. De qualquer forma, depois disso acho melhor eu descartar a inteligência do detetive dos meu planos.
  Agora eu só tinha uma pessoa com quem contar, no caso o Hoseok. Então com um salto me levantei da cama e desci as escadas para a sala. Coloquei meu casaco, calcei os sapatos, e fui em direção a loja de conveniência. Eu caminhava com passos rápidos, e assim que cheguei na porta da loja Hoseok saiu, se esbarrando comigo.
  - Yoongi?! – Ele disse surpreso. – Achei que você não saísse de casa durante dias dos namorados.
  - Eu não saio mesmo. Mas desta vez aconteceu algo terrível. Hoseok, eu preciso de sua ajuda.
  - Olha, se você perdeu sua cueca preferida de novo eu já vou avisando que não posso fazer nada. – Ele disse se antecipando.
  - Não, não é nada disso. É bem pior. – Eu disse fazendo uma pausa dramática. – Alguém pegou meu oreo.
  - Hum... Bem interessante.
  -- CENA DO VÍDEO * O ladrão de Oreos – Quem nasceu treloso nunca vai ser Oreo * --
  - Tinha dinheiro nos oreos? – Ele perguntou.
  - Não.
  - Tinha um treloso?
  - Um treloso nos oreos?! – Perguntei.
  - Ficaria surpreso. – Ele afirmou.
  - Então em conte o que tinha exatamente nos biscoitos. – Ele perguntou olhando seriamente para mim.
  - Chocolate...
  - Chocolate de morango?
  - Chocolate de morango?!
  - Ficaria surpreso. Ele afirmou. Bem, vou ver o que posso fazer.
  -- CENA DO VÍDEO ENCERRADA --
  - Então o que faço agora? – Perguntei.
  - Hum... Pode voltar pro dormitório e comer outra coisa. – Ele afirmou.
  - E pra onde você vai? – Perguntei.
  - Vou encontrar o Taehyung, ué.
  - Então você não vai investigar ninguém?! – Perguntei.
  - Claro que não. Hoje é dia dos namorados. – Afirmou. – Estou indo, vejo você mais tarde.
  Aparentemente a ajuda do Hoseok também não ia servir de muita coisa. O melhor a se fazer era agir sozinho. E era exatamente o que eu ia fazer. Parado na calçada, avistei do outro lado o Jimin e o Jungkook que acabavam de entrar em uma padaria. Era a oportunidade perfeita para que eu começasse com minha investigação. Então cautelosamente atravessei a avenida, entrei na padaria, e me sentei em uma mesa atrás da deles.
  - Posso ajudar? – Perguntou uma garçonete se aproximando de mim.
  - Até poderia, mas acho que você não pode investigar quatro pessoas em uma dia para descobrir entre elas quem foi que roubou o roubou um oreo que eu escondia no dormitório. – Afirmei olhando fixamente para a mesa da frente.
  - Desculpe, eu não entendi.
  - Olha moça, eu não tenho muito dinheiro aqui comigo não. Me trás uma água aí. – Eu disse dispensando-a e voltando-me a prestar atenção na conversa dos dois.
 


Notas Finais


Oiie gente, essa é a primeira fic que posto neste site, e decidi fazer uma pequena homenagem à Texuga a rainha dos chapas *¬*
Eu já tenho experiência com a escrita de outros tipos de textos, como crônicas, contos, livros, etc... Mas é a primeira vez que decido postar alguma fic, ent conto com vcs.
Eu também aceito sugestões para outras fics, como outros grupos, ou outros vídeos para criar fics baseados neles, quem sabe até de outros canais. Então é isso, espero que gostem. E até a próxima :^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...