História O Lobo Mau e a Menina Da Capa Vermelha - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Tags Aventura, Romance, Ruggarol
Visualizações 85
Palavras 447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiiiiieeeeee voltei na vdd eu ia excluir a fic mais por uma pessoa que agradeço muitooooooooo e quero dizer que o cap eu ofereço a você ~isabellesevilla eu também resolvi fazer maratona então daqui a pouco vem mais um cap de 3.

Capítulo 4 - Three


- Não sou idiota por não querer que os dois se machuquem! _Falei o enfrentando coisa que não sou acostumada a fazer, odeio brigar ou discutir com as pessoas mais nesse caso foi necessário.

- Pois bem, eu vou te machucar, vai ser uma morte lenta e dolorosa. _Andei para trás com medo e cai no chão ao tropeçar em uma pedra, ele se aproximou e seu rosto ficou bem na frente do meu, comecei a tremer.

- Po..rrr...favor...na..õ...me...ma...chuque _ Já estava chorando e tremendo de novo.

- Puxa _Sua expressão antes de raiva suavizou um pouco,mas continuava irritado - Você é muito medrosa.... _Ele se afastou e voltou a forma humana. -Quer ir pra casa da velha neh? _Ele perguntou provavelmente se referindo a minha avó. -Eu te levo... _Ele falou suspirando e me estendendo a mão.

- An?

- Você quer ou não vê sua vó? _Ele perguntou já se irritando.

- Que..ro _Falei peguei sua mão e ele me ajudou a levantar - O.obrigada. _Ele soltou minha mão e começou a andar com as mãos no bolso da calça marrom e eu apenas o segui em silêncio.

Por que ele não me atacou?

Será que teve pena?

Acabei dando um sorriso bobo, ele não é mau, pude ver em seus olhos quando estávamos perto um do outro, ele é bom so é arrogante e orgulhoso demais para admitir, acho que ele não tem muitos amigos é isso tive uma ideia eu vou ser sua amiga! Não me importo se ele é o Lobo tão temido da vila, ele é um ser vivo um ser vivo muito belo.

Senti minhas bochechas arderem, mas no que eu estava pensando? Não posso gostar dele mal o conheço e ele é o Lobo.

- Chegamos a velha morra aí _Ele parou e eu também logo avistei a única parte da floresta que não possui árvores e lá estava a casa que eu costumava visitar, não era muito grande, tinha o teto vermelho e as paredes eram marrom claro e tinha janelas uma em cada lado, nelas tinham margaridas, que são adoradas pela minha avó. Abri um sorriso eu estava lá.

- É a casa da minha avó! Vem boo pode sair. _Tirei o pequeno de dentro da cesta e virei para o lobo.

- Muito obrigado, foi muito gentil da sua parte. _Ele apenas virou o rosto.

- Quando quiser ir embora apenas vá por aqui, tchau _Ele foi andando na direção que nós vinhemos.

- Ei! _Ele parou e se virou para me encarar - Amanhã eu velho aqui te ver _Ele pareceu surpreso.

- Assim podemos ser amigos _Ele não disse nada só se virou novamente e voltou a caminhar.

- Faça o que quiser _Sorri era um tipo de permissão.



Notas Finais


Até daqui a pouco 1/3.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...