História O Lugar Que Eu Roubei ( F. S. A .T. S ) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Kylie Jenner
Personagens Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Kylie Jenner
Tags Chaz Somers, Christian Beadles, Gigi Hadid, Hailey Baldwin, Justin Bieber, Kylie Jenner, Ryan Butler
Exibições 111
Palavras 1.412
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Touché.


Fanfic / Fanfiction O Lugar Que Eu Roubei ( F. S. A .T. S ) - Capítulo 6 - Touché.

 

Fiquei parado com uma cara de taxo, eu não acreditava que ela tinha descoberto sobre isso, merda, era tudo o que eu menos precisava agora, outra briga, outro problema. Mas eu tinha que ser sincero, mentir só iria fazer ficar tudo pior do que já estava. 

- Foi em uma festa, eu bebi muito, nós dois tínhamos brigado, e eu fiquei com Melanie, mas foi um grande erro, eu te juro, que isso aconteceu por culpa da bebida. – Contei tudo à Hailey. 

- EU DISSE! MIL E UMA VEZES QUE ELA NÃO ERA UMA BOA PESSOA PRA FICAR PERTO DE VOCÊ! EU SABIA QUE ELA TINHA SEGUNDAS INTENÇÕES, VADIA! – Hailey começou a gritar. – Você é um trouxa mesmo, por que fez isso? Achei que me amasse! 

- Mas eu amo, para com isso, Melanie não teve culpa, e sim eu, ela ficou irada comigo, não fale o que não sabe Hailey! – Me irritei. – Me perdoa, por favor! Eu te amo tanto! - Fui sincero. 

- Você me traiu! Com ela! A garota que eu mais odeio nessa vida Justin! – Hailey chorava, mas pouco. – Não sei se posso te perdoar. – A olhei assustado, como não? Podia sim!

E ela iria. 

- Por que tem tanta raiva de Melanie? Ela nunca fez nada a você! – Falei convicto. – Por favor Hailey eu te imploro, me perdoa. Eu te amo tanto, você não tem ideia, tu é meu mundo porra! – Sorri

- Você foi a uma boate, sem mim, ficou bêbado, coisa que nunca aconteceu, me traiu, com ELA! – Hailey deu ênfase no “ ela “. – Eu não sei Justin, eu te juro que não sei se posso te perdoar. 

- Você pode! Você quer me perdoar, mas seu orgulho não deixa. – Falei sério. – Acredita de uma vez que eu não vou fazer mais isso, é você quem eu amo e acabou Hailey. – A puxei para mim. 

- Promete mesmo que não vai mais fazer isso? – Sorri e assenti. 

- Eu prometo! Você não se compara a ela baby! – Hailey me beijou. Era fácil levar ela na conversa, mas eu falei a verdade. 

Melanie tinha uma beleza incomparável eu tinha que admitir, eu nunca havia visto uma pessoa tão linda, com um corpo esculpido por Deus. Mas mesmo ela sendo tudo isso e um pouco mais, era Hailey que eu amava, e eu não trocava minha loira por nadinha. 

Peguei minha namorada no colo e a coloquei na cama, tirei sua roupa e então comecei a beijar todo seu corpo de modelo, por um momento eu pensei naquelas curvas de Melanie, e aqueles peitos vistos naquele biquíni, merda! Eu estava traindo minha namorada mentalmente, isso era errado.

Droga, droga. Esquece! 

 Hailey estava comigo oficialmente há cinco anos, éramos mais novos que Jazzy é Melanie quando começamos a namorar, mas ela foi minha namoradinha desde criança. O meu primeiro amor. Mas isso estava mudando, de uns dias pra cá meus olhos eram direcionados para apenas Melanie, eu queria muito saber como ela era, como era sentir essa garota, eu tinha certeza que era virgem, a fazer sexo com ela iria ser... Porra... CONCENTRA! Eu nunca havia transado com outra pessoa além de Hailey, nem ela, merda eu estava parecendo um garoto de quinze anos assim. 

- Awn Justin! – Ouvi Hailey gemer aos meus atos em seus peitos. Tirei finalmente minha box e então a penetrei com cuidado. 

- Minha Hails, eu te amo. – Falei dando estocadas bem de leve. Assim que ela gemeu mais uma vez eu comecei a ir mais rápido, Hailey sorria a cada estocada forte que eu lhe dava, suas mãos caminhavam por seu próprio corpo, apertando seus pequenos seios. Investi mais uma vez em estocadas e comecei a rebolar revolta de leve dentro dela, logo senti que iria gozar e gozei. 

- Eu te amo Justin. – Ela disse me dando leves beijos na boca. 

- Eu também! – Sorri. – Vai posar aqui? – Pedi e ela negou. – Eu te levo. – Falei e ela negou também. – Está acontecendo algo? 

- Sim. Eu vim de carro talvez?!  - Ela me mostrou as chaves. Ri. 

- Tudo bem, você me pegou dessa vez. – Ela riu. – Posso te pedir mais uma coisa? Promete que não vai brigar? – Ela assentiu. 

- Se você quer saber onde eu escondi aquelas calças...  – Ri. 

- Não é sobre isso. – Avisei. – Quero saber quem te contou sobre eu e a Melanie. – Falei rápido. – Por favor, seja sincera comigo. 

- Você precisa saber que em boates, sempre tem conhecidos. – Ela disse e eu concordei. Era claro que tinha amigos dela lá. 

- Tudo bem. – Falei baixo. – Eu amo você. – A abracei. – Muito. 

- Eu também, mas agora tenho que ir. Beijos. – Ela disse saindo. 

Fiquei deitado mais um pouco, minha mente gritava para que eu fosse até a boate, ou o galpão ver se tinha algo pra fazer, mas eu não queria, isso traria problemas para num no futuro. O que era mais um problema perto dos que eu estava tendo? Nada mesmo. Me levantei e tomei um banho pra tirar esse cheiro de sexo, vesti uma roupa qualquer e dei no pé, já era mais de meia noite agora. 

Entrei no fervo e logo avistei os caras, esses eram meus amigos. Quando eu disse onde estava metido eles não pensaram duas vezes ao dizer: Eu vou com você. Um por todos e todos por um. 

- Fala fodedor de novinhas. – Ryan chegou fazendo gracinha.

- Acho melhor você calar essa boquinha antes que eu meta bala. – Falei rindo.

Eu havia contado a eles sobre mim e Melanie. 

- Perdão majestade. – Rimos. – Vamos, hoje tem strippers aqui. 

Ryan me puxou para junto com os meninos e então eu avistei a tremenda putaria que o fervo estava hoje, caralho! Quanta puta! 

- Está sozinho? – Uma morena praticamente grudou em mim. Ela usava apenas calcinha e sutiã, seu corpo ela inteiro turbinado. Ah - O que acha?! – Dei um sorriso malicioso. – Traz uma maconha? – Pedi e ela assentiu.

Era hora de espairecer dos meus problemas

[ Melanie POV, Foster’s House’s, 04:48am, Canadá ]

Levantei assustada, meu celular não parava de tocar e tinha alguém batendo na minha porta essa hora da matina. Merda. Olhei na tela do meu iPhone e me assustei ao ver Justin, escrito. Corri até o banheiro pois eu estava muito apertada, lavei meu rosto e escovei meus dentes rapidamente, era ele lá embaixo.

Desci correndo e abri a porta, meu coração se despedaçou todo. 

- O que aconteceu? – Pedi trêmula. – Entra aqui. – O puxei. 

- E- eu errei em tudo Melanie! – Seu voz estava embargada. 

- Do que você está falando? – Pedi sem entender. – Responda! Olhei bem para Justin e vi que ele havia fumado, muito.

Touché.  

- E- E- eu a traí. Mais uma vez. – Vi que Bieber chorava alto. – Eu não consegui me controlar, era novo pra num aquilo, e- e foi tão bom, todas aquelas mulheres... Merda! Merda! – Respirei fundo. 

- Não pode ser que você fez isso! – Eu me recusava a acreditar. – VIU! ISSO É CULPA SUA! POR QUE ESTÁ FUMANDO MACONHA? 

- PARA DE GRITAR COMIGO MELANIE! MINHA VIDA ESTÁ UMA DROGA NÃO ENTENDE? UMA DROGA! – Bieber se levantou. 

- Não é dessa forma que se resolve os problemas Justin! – Falei bem alto. – Você não percebe que está piorando tudo? Porra!

- Você nunca vai compreender, apenas fique ao meu lado. – Justin disse e eu tentava me controlar. – Preciso de você junto. 

- Eu não posso ficar olhando você se acabar e não fazer nada! 

- Mas você pode fazer algo. – Ele disse ficando mais próximo. 

- O- o que? – Justin tentou me beijar mas me afastou. – Sai! Acha mesmo que vou ser idiota assim? Você não ponde fazer isso comigo, muito menos com Hailey! – Falei controlando o choro. 

- Você tem razão. – Ele abaixou a cabeça. – Me desculpa Melanie

- Esquece isso Bieber. – Digo derrotada. – Vá pra casa e durma. 

- Posso ficar aqui? Eu não estou muito bem, não quero que me vejam desse jeito. – Fechei meus olhos e assenti. Eu era fraca. 

- Tudo bem. – Falei subindo as escadas e ele veio atrás. – Mas você vai dormir do quarto de visitas. – Ele concordou. 

Peguei uma roupa que tinha ali e dei a ele para tomar banho, Justin não demorou, assim que saiu eu arrumei a sua cama. 

- Quer comer? – Pedi e ele negou. – Ok. Boa noite. – Completei. 

- Obrigado Melanie, por tudo. – Sorri e sai fechando a porta. 

Eu estava cavando minha própria cova. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...