História O Máfioso ( Jikook ) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Hentai, Jikook, Namjin, Vhope, Yaoi
Exibições 288
Palavras 1.163
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - CAP 5


  

  Estou acordado a algumas horas, recebi uma ligação de Yoongi, perguntando como estava as minhas férias, não contei sobre jimin, pois ainda não é hora.

Enquanto falava com Yoongi de negócios, vejo jimin desse as escadas , coçando o olho com uma carinho de sono que deu vontade de abraçar e apertar.  

 Ele estava sem as calças, só com a blusa, que dava quase em seus joelhos.

Me despeço de Yoongi e vou falar com jimin. 

- dormiu bem? - faço um afago em seus cabelos.

- sim 

- está com fome ? 

- tô 

- então vamos tomar café - digo indo pra cozinha 

- você estava me esperando? 

- sim ,porque? - da um leve sorriso 

- nada


Comemos bolos, trutas , tomamos sucos , e conversarmos,mas não consegui tirar muita coisa dele , quando ele estiver avontade sei que irá me contar.

 Em quanto comíamos , vi que suas mãos eram pequeninas e gorduchinhas, vi também que duas unhas estavam um pouco grande , teria que cortar ou ele se machucaria. 

- por que está sem calças? - pergunto  

- estavam arranhado meus joelhos - diz olhando pra eles. 

Tinha esquecido de fazer os curativos em seus machucados. 

- vamos ali no banheiro, pra resolvermos isso - subimos pra o quarto do meu pai , que é a suíte maior e onde fica a maleta de primeiros socorros. 

Era um banheiro nem grande, tinha uma banheira pra dois, ao fundo, com uma bancada pra duas pias e em baixo os armários, onde ficam os medicamentos. 

Coloco minha mãos em suas axilas e  o ponho  em cima da bancada, tipo quando erguemos uma criança do chão , em quanto pegava a maleta , ele balançava as pernas como uma criança, pernas que agora estava bem expostas já que o a blusa moleton veio parar acima do meio da suas coxas branquinhas e volumosas , quis apertalas e marca las , mas não posso. 

Pego um ant-bacteriano e ponho em um algodão, para evitar  infeccionar.

- vai arde um pouco - digo ao aproximar minha mão do seu joelho. 

- tá - ele diz e fecha os olhos 

Ele dá um pulinho, quando encosto o algodão. 

- calma , vou ser rápido - falo

- passo o remédio em seus dói joelhos, mas sempre com uns gemidos de dor vindo de jimin. 

Ponho os curativos finalizando, pego um cortador de unhas , pra dar um jeito nelas.

- me de a sua mão - estico a minha 

- pra que ?- pergunta e coloca as mãos  pra trás de suas costas 

- preciso cortadas - digo simplista 

- por que você quer cortar minhas mãos ? - fala já querendo desse  do balcão 

- rsrs eu não quero cortas as suas mãos, eu preciso cortar as suas unas - digo

Ele vai tirando as mãos devagar de suas costas e as estende pra mim. 

- muito bem, isso não vai doer - posiciono o cortardo em sua unha da mão direita, e corto a primeira. 

- PARA , TÁ DOENDO -  ele grita e para a minha mão 

- mas isso não dou - digo rindo da sua cara

- porque você tem que fazer isso - diz num tom choroso 

- é pra sua higiene, a quanto tempo não corta as unhas?

- não me lembro - provavelmente nunca as cortou 

Eu já tinha idéia em que condições esse garoto vivia , até por que eu era um dos que ganhava dinheiro com esse tipo de coisa. 

O vejo encarar uma escova de dentes que estava em um pote ao seu lado.

- você quer uma dessa?- pergunto 

- quero 

- então vamos fazer o seguinte, se me deixar cortar as suas unhas , te darei uma dessa e outras coisas.- proponho 

Mas ele abaixa a cabeça e uma lágrima cai, por que ele está chorando. 

- ei o que foi?- ergo o seu rosto 

- por que está fazendo isso? Você nem me conhece? - e lágrimas não paravam de cair 

- você tem muitos porque,  sabia - por um momento ele me fez sentir um aperto no peito - vamos terminar aqui ok? 

Quando terminamos no banheiro , fomos ao meu quarto, no caminho até lá , ele segurou na barra da minha blusa,como se ele nao fizesse eu iria desaparecer ,foi engraçado.

Entramos em meu banheiro, peguei uma escova de dentes nova , uma pasta dental , uma caixinha de fio dental e um saquinho de lenços, coloco tudo ao lado da pia . 

- esses são seus, pode usar quando quiser- digo 

- posso usar agora? - pergunta 

- claro - o observo olhar a escova,mais parecia não saber manusear. 

- você já usou uma dessas?- ele nega

- tudo bem, eu vou te ensinar uma vez- como um garoto de 16 anos nuca usou uma escova de dente.

   Pego a pasta e ponho na escova e a  molho na água.

- abra a boca - o encosto na pia e coloco a escova em sua boca - você faz movimentos circulares devagar, do fundo pra frente, desse jeito, agora tente- ele se vira pro espelho e faz com o eu ensinei.

Eu parecia um pai ensinado ao se filho como usar pela primeira vez uma escova.

- agora você enxagua a boca e pronto, depois te mostro como usar o fio dental- jimin pega sã coisas que avia lê dado e segura contra o peito, como se alguém fosse tomar dele - você pode deixar elas aí , ninguém vai tirar do lugar, elas são suas - ele volta e ponho encima da pia. 

- Owen você quer fazer agora ?- eu não tinha muita noção do que fazer com ele , basicamente só comíamos e dormíamos- o que você gosta de fazer ?

- não sei , eu não fazia muita coisa, só o que me mandavam - ele diz e para no meio do quarto

- você gosta de desenhar?

- não sei - ele definitivamente vivia em preso. 

- eu preciso resolver algumas coisas na biblioteca, se quiser pode ficar lá e desenhar 

- tá bom 


Jimin agarra a barra da minha blusa e déssemos a escada , fomos para a grande biblioteca do meu pai , em todas as paredes avia estantes repletas de livros , uma grande  mesa , duas poltronas de couro marrom e um sofá com uma mesa de centro.

Vou até a mesa , pego alguns lápis e folhas brancas, e as entrego pra ele.

- sente onde quiser - vou pra trás da mesa e me sento , vendo ele se sentar em cima do tapete em frente o sofá.

Tiro minha atenção dele pra mandar um email pra Yoongi. 

Abro o computador e digito o email. 


De: Jungkook 

Para: Min Yoongi 

 Preciso que me made algumas coisas. 

4 pares de tênis número 39

5 camisetas de cores diferentes 

5 calças jeans 

7 cuecas 

3 casacos de frio

1 casaco de chuva 

Um grande urso de pelúcia 

E algumas armas. 

Quero que você venha entregar, te espero hoje a noite. 


                            Enviar 








Notas Finais


Desculpem qualquer erro*-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...