História O Máfioso ( Jikook ) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Hentai, Jikook, Namjin, Vhope, Yaoi
Exibições 317
Palavras 949
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - CAP 9


Fanfic / Fanfiction O Máfioso ( Jikook ) - Capítulo 9 - CAP 9

Hoje é  sábado, e em vez de ficamos em casa comendo ou vendo tv,planejei um dia diferente, faríamos um piquenique. 

Fiz sanduíches, cortei frutas , fiz sucos,peguei bolachas , água, e uma manta pra por no chão .


Com tudo pronto vou chamar Jimin, que ainda não tinha acorda. 


Eu já tinha separado a sua roupa , uma calça, tênis , camiseta e um gorro , ainda está cedo e um pouco frio ,então pego um casaco mais pesado pra ele. 


Subo e vou ao meu quarto , Jimin está deitado,com os cabelos bagunçados e o rosto inchado, me sento ao seu lado. 

- Jimin...ei acordar - o balanço 

- hum - ele abre os olhos

- se levante, eu tenho uma surpresa pra você , se vista , estou te esperando lá em baixado.

Depois de alguns minutos ele aparece, vestido e com cara de sono.

- onde vamos? - pergunta desconfiado 

- a um piquenique, já está tudo pronto 

- o que é um piquenique? - eu esqueço que ele não teve qualquer tipo de instrução, ele aprendeu muita coisa vendo TV , mas nem tudo ele intende. 

- depois eu te explico .


Saímos de casa , e fomos por uma trilha ,ele andava ao meu lado, tinha um sorriso no rosto , talvez de expectativa.

A trilha onde andávamos, era cercada por grandes árvores, que faziam sombra por toda ela, o sol já estava alto, mais ainda fazia frio. 

 Noto que nossas mãos estão se tocado, então seguro a dele , e Jimin solta um risinho fofo. 

Uma hora subimos e outra déssemos, nossas mãos balançavam, parecíamos um casal de namorados. 


Depôs do ocorrido no banho,  Jimin passou a ter um pouco mais de liberdade comigo, me abraçava, dava Beijos na minha bochecha , e gostava de fazer cafune no meu cabelo. 


Não conversamos muito durante o caminho, o silêncio nos bastava. 


Quando estávamos quase chegando, paramos.


- por paramos? 

- fecha os olhos - digo pra ele 

- pra que ?

- só fecha olhos - ele fecha e o guio até onde queria. 

- 1,2,3 pode abri -

Quando ele abre , sua boca forma um O .

- que lindo , que lindo - ele corre até a beirada da água. 

Enquanto ele admirava o lugar , eu montava as coisas, estico o pano no chão, ponho as comidas em cima. Pego o meu celular e tiro várias fotos de Jimin, da cara de felicidade que ele tinha ao ver como a água era cristalina e os peixes que dava pra ver. 

- Jimin vem toma café - Jimin estava quase do outro lado do lago

- já vou - ele corri até mim

- isso é um piquenique - lhe informo ao velo sentar em cima da manta .

- que legal, você fez tudo isso? - pergunta da comida

- e quem mais faria? 


Jimin gosta muito dos sanduíches que faço e é a primeira coisa que come.


- você tem esposa?  - do nada ele me pergunta e isso me assustou um pouco , ele nunca tinha mostrado interesse em minha vida. 


- não , por que? -

- você é  tão perfeito que é estranho você não ter ninguém. - diz da forma mais normal possível 

 - vamos fazer assim , você me faz uma pergunta e eu respondo, aí eu te faço uma e você responde, ok? 

- ok , é a sua vêz -

- você é virgem? - pergunto só pra ter certeza 

- com certeza não - ele só é puro de mente e não de corpo. 

- por quê que  na casa não tem ninguém? -Jimin 

- estou de férias, então mandei meus empregados pra férias também, queria um pouco de paz- kook 

-  com quantos anos você foi vendido? 

- dês dos 10 anos , fui vendido pra eles , mas não sei porque. 

Mas eu sabia, muitas pessoas criam dívidas com a máfia , e não conseguem pagar ,  e tem que dar algo a nos mafiosos, não importa o que seja.


- você trabalha? - Jimin

- sim , eu sou dono de imóveis - não menti  

- você gosta de morar comigo? 

- ...sim - ele sussurra 

- você tem família? 

- tenho um pai , minha mão morreu.

- você gosta de mim- kook 

Ele abaixa o rosto e concorda com a cabeça. Vontade de morder ele. 


Ficamos nisso até a hora do almoço , já estava quente então resolvi entrar na água. 


Tiro as minha roupas ficando só de cueca. 

- o que tá fazendo?  - Jimin pergunta

- vou entrar na água, você não vem ?- ele se levanta e começa a tirar a roupa , lentamente.

Vem até a beirada da água e ponho só a pontinha do dedão do pé. Eu já estava dentro do lago.

- tá frio - ele da um passo pra trás 

- vem, já já você acostuma 

- não - ele faz bico 

- vem - estico minha mão pra ele .

Ele a segura e vem passo por passo. Chegando a parte mais funda, ele se agarra a mim ,ponha seus braços em volta do meu pescoço e segura firme. 

- tá frio , muito  frio - ele parecia um bebê 

- seu corpo vai acostumar - retribuo o abraço , e fiquei andando pela água com ele grudado em mim.


- obrigado - Jimin diz

- pelo que ?

- por tudo,  pela comida , roupas , casa e pela sua companhia, eu estou tão feliz, que sinto que isso é  um sonho que pode acabar. 

- não vai acabar -

- eu quero tanto retribuir por tudo isso , mas não sei como 

- mas eu sei - início um beijo doce e suave , apreciando todas as sensações que é beijar Jimin. 



    Continua....




Notas Finais


Por hoje é só.

Fui na Black friday da Américanas,queria ter comprado um celular, mas só comprei comida, passei duas horas na fila , tô acabada.

Perdoem os erros.
Bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...