História O Manicômio...(JiKook) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, O Manicômio
Visualizações 1.151
Palavras 2.425
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Group


Fanfic / Fanfiction O Manicômio...(JiKook) - Capítulo 2 - Group

Jimin On

E lá estava eu, em frente a um hospital para loucos. O que eu estou fazendo aqui? Eu devia estar em casa agora, lendo meus livros ou fazendo algo desnecessário. Eu nunca fui de fazer amizades, por isso nunca tive amigos ou até mesmo uma conversa civilizada com alguém além de meus pais ou familiares. Eu não ia à escola, recebia aulas em casa já que minha mãe é professora. Segundo meus vários psicólogos, eu tenho sociopatia, mas diz ele que mesmo eu não demonstrando isso ainda, posso ficar perigoso com o tempo. E obviamente minha mãe acreditou na possibilidade de eu assassinar alguém. Eu? Eu tenho preguiça de levantar até pra pegar o controle..

-Qual é seu nome garoto?? -um velho com uma prancheta me pergunta-

-Park Jimin..-ele olha os papéis que tinha em mãos e assente me entregando o número do meu quarto e dando passagem-

Até que o lugar não era tão sombrio quanto pensei. Graças a Deus esse lugar é só para adolescentes, eu nem quero pensar na possibilidade de ficar preso num lugar jogando bingo com um monte de velhinhos banquelas presos em camisas de força.

-Oh! M-Me desculpe..-falo ao esbarrar em alguém, era um garoto, tinha cabelos castanhos escuros iguais aos olhos, pele morena e um sorriso....retangular??-

-Tudo bem. Me chamo Kim Taehyung! Mas me chame de Tae! Como vai?? -ele pergunta sorridente-

Que animação..

-Me chamo Park Jimin..e tirando o fato de estar aqui, acho que estou bem..-ao terminar minha fala, vejo seu sorriso desaparecer e ele olhar para o lado-

-Não. Fique calado! -ele disse e eu fiquei confuso, afinal, não havia ninguém ali- Não vou perguntar isso!

Eu não estava entendendo literalmente nada! Ele estava conversando com o vento? 

-Taehyung..está tudo bem? -pergunto receoso e ele me olha assustado-

-V-Você é de verdade né? -ele me pergunta. Ok, estou com medo-

-De..verdade? -pergunto confuso e ele suspira-

-Viu! Ele é! Agora me deixe em paz! -ao terminar de dizer, ele me olha e abaixa a cabeça- Desculpe..e-eu não queria parecer estranho!

Ele parecia ser tão legal. Com certeza era esse o motivo de estar ali, inocente e louco. O pior é que não posso dizer nada, ele parece uma cópia minha, só que esse fala com o nada..

-Tudo bem, eu até gosto de estranho..-falo e o vejo sorrir-

-Qual é o seu quarto? -ele pergunta animado, me fazendo rir-

-102. E o seu? -ele me mostra um papelzinho- Aah somos do mesmo quarto!

-Vamos! -ele pega em minha mão e eu congelo-

Eu nunca havia sentido algo assim. Minhas pernas travaram e eu fiquei encarando nossas mãos juntas, um enorme medo invadiu meu corpo. Talvez pelo fato de ser algo novo? Eu nunca havia tocado em mais ninguém que não fosse meus pais ou meu cachorro.

-Jimin, está tudo bem?..eu..me desculpe! -ele diz e solta minha mão rapidamente, me fazendo suspirar-

-Desculpe..e-eu não sou acostumado com isso! -falo baixinho e ele ri-

-Tudo bem..me siga então!

Nós fomos em direção aos quartos, era tudo muito bem arrumado mas eu me sentia observado, os corredores brancos e limpos, o cheiro era bom e a maioria ali não parecia ter problemas, e o lindo jardim que se encontrava lá em baixo, com um pequeno lago e árvores médias, era tudo muito bonito. Entramos e eu me deparei com uma beliche, fiquei com a cama de baixo e ele com a de cima. Guardamos nossas coisas no guarda-roupas, que por acaso era bem grande. Eu estava abismado com tudo, afinal, não era o que eu imaginava ou o que tinha lido. Até havia um computador no canto do quarto. Fiquei feliz por ter me saído bem no meu primeiro diálogo também, venho treinando em frente ao espelho há algum tempo..

Ainda me sentia observado..

-Eu quase caí lá dentro! -Tae dizia indignado enquanto saía do banheiro com a toalha na cintura e eu secava meu cabelo-

Acabei rindo dele.

-Não ria! É sério! Achei que ia fazer uma abertura! -acabo gargalhando-

-Não é tão difícil assim! -falo ganhando seu olhar indignado-

-Então faz aí cabelo rosado! -ele disse irônico e eu pendurei a toalha, me preparando e fazendo o que foi pedido- Aigoo!! Como faz isso?? -ele coloca a mão na parte proibida e faz cara de dor, me fazendo rir-

Me levanto e escuto alguém bater na porta, Tae diz um "entre", revelando um garoto alto de cabelos esverdeados e covinhas.

-Olá, me chamo Kim Namjoon, sou ajudante da secretaria, a diretora pediu para que todos nos reuníssemos no pátio para a apresentação dos novatos.-ele diz e sorri-

-Tudo bem, já vamos descer..-falo e ele sai em seguida- Eu não vou! -Tae me olha-

-Mas você acabou de dizer que..-o interrompo-

-Não vou Taehyung, não insista..-ele assentiu cabisbaixo e eu me deitei na cama, suspirando aliviado-

Tae se arrumou e quando estava prestes a sair, parou no batente da porta.

-Pode pelo menos ir jantar comigo hoje? -assenti- Obrigado..

Eu realmente não queria ir, mas preciso! Não posso ficar trancado no quarto pro resto da vida! 

O que mais me intrigava era que a sensação se estar sendo observado ainda não havia passado..


* * *

Eu estava arrumado e Tae me esperava com um tal de Jin lá fora, passo perfume e coloco meus anéis, eu estava com uma calça jeans preta que estava um tanto apertada aliás, uma camisa de manga longa listrada entre preto e branco e uma gargantilha preta, junto ao vans da mesma cor. Saio do quarto e os dois me olham, Tae sorri e os dois me olham de baixo a cima. Jin era alto e loiro. Por Deus! Todo mundo aqui tem dois metros de altura??

-Você ta muito bonito!! -escuto Tae dizer e coro-

-Realmente, vocês são os novatos mais bonitos esse ano. Prazer Park, sou Kim SeokJin, mas conhecido por Jin! -ele sorri e eu retribuo-

Começamos a andar.

-Eu vou lhes mostrar tudo aqui, principalmente como funciona, esse ano não teve muita gente nova aqui, já separaram as pessoas dos muros, então agora só há vocês dois e mais uns cinco ou quatro garotos..-Jin diz enquanto eu e Tae prestamos total atenção em suas palavras-

-Muros?

-Sim. O hospital em si é extremamente grande, mas é separado em três parte por três grandes muros. Uma das partes é só para idosos, outra só para mulheres e esta daqui para garotos!

-Então nesse lugar só tem garotos? Não acredito que vou passar o resto da vida sem ver uma garota! -Tae disse e eu fiquei confuso, ele deve gostar de amizades femininas-

-Vai por mim, não se precisa de garotas quando se está aqui..-Jin diz e eu fico mais confuso ainda-

-Você é gay? -Tae pergunta e eu olho Jin sem entender nada-

Gay? É algum tipo de religião??

-Sim! Vocês tem algo contra? -ele pergunta e Tae nega, eu nego junto a ele já que não fazia idéia do que fazer- Chegamos! -diz nos fazendo parar em frente a uma porta branca- Aqui é a sala de café, almoço, lanche e jantar! Todas as refeições são feitas aqui! -ele abre e eu quase passo mal ali mesmo, havia muita gente!-

-E-Eu acho que vou voltar..-digo e Jin me puxa-

-Se não enfrentar esse seu medo e nojo das pessoas nunca vai vai sair daqui! -ele diz perto do meu ouvido-

C-Como ele sabe??

-T-Ta..

Nós adentramos aquele lugar enorme com várias mesas e cadeiras. Sinceramente? Eu me sentia em uma escola americana. Jin foi falando onde devemos pegar a comida ou até mesmo onde devemos sentar. Haviam pessoas nos olhando e outras cochichando baixinho, já algumas nem nos reparavam, mas todas olhavam para Jin, ele deve ser muito importante aqui! Nos sentamos em uma mesa vazia no meio da sala, as pessoas conversavam alto e isso me tirava do sério.

-E-Eu não vou aguentar ficar aqui por muito tempo..-falo ao Jin enquanto Tae trampava os ouvidos e fechava os olhos-

Jin olhou seu celular após vibrar e sorriu.

-Vão se calar daqui a..-ele subiu o primeiro, o segundo e o terceiro dedo, de repente a sala inteira ficou em silêncio, só se escutava o barulho da porta de entrada se abrindo e revelando quatro garotos, todos muito bonitos. Um tinha os cabelos pretos e algumas mechas azuis escuro, sua pele era tão branca que ele poderia sumir na luz se não fosse pelos cabelos e olhos escuros, o outro era branco também, mas nem tanto, tinha um rosto mais delicado e os cabelos e olhos pretos, e pelo que vi, chamou a atenção de TaeHyung. Mas um deles me chamou total atenção, cabelos castanho escuro do mesmo jeito que os olhos e pele pouco morena, seu olhar era penetrante e assustador, todos por quem ele passava abaixavam a cabeça, seu olhar era sério e frio, não expressava nenhum tipo de emoção ou reação. Ninguém ousava encará-lo..

-Este pra quem você tanto olha é Jeon JungKook..o do lado esquerdo é Min Yoongi e do direito Jung Hoseok..o Nam vocês devem conhecer..-Jin diz baixinho perto de mim e eu assinto sem tirar os olhos deles- JungKook tem psicopatia..-ao escutar isso meu coração disparou, o que alguém com esse tipo de distúrbio faz aqui assim? Solto?! Se todos o temem assim, com certeza ele fez algo ruim!- O grupo deles é formado por cinco garotos..-fiquei confuso, afinal, onde estaria o quinto garoto?-

-Jin! E-Eles estão vindo pra cá! -falo baixo e Jin ri- O-O que está acontecendo aqui? Porque só tem quatro garotos ali? -pergunto nervoso enquanto eles chegavam mais perto-

-Eu sou o quinto, Jimin..

Se eu me assustei? Ha! Eu e Tae olhamos um pro outro como se fôssemos ser mortos daqui a cinco minutos! O olhar dele dizia "foi bom te conhecer". Jin se levantou e cumprimentou os garotos, mas um deles foi o Namjoon, que eu ouso dizer que são mais íntimos, pois eles encostaram os lábios igual meus pais fazem.

-Quem são esses Jin hyung?? -Yoongi pergunta fuzilando à mim e à Taehyung enquanto se senta do outro lado da mesa-

-Este é Kim Taehyung, e este..-aponta pra mim- Park Jimin.-Só três nos encaravam, já que Namjoon já nós conhecia-

Eu queria sair correndo dali, tinha tanta gente, eu me sentia sem oxigênio, tentei respirar melhor e não consegui, todos me olhavam e aos poucos as pessoas voltavam a conversar, o que me deixou pior ainda.

-Você precisa se concentrar somente na gente, Jimin..-Jin disse e eu o olhei confuso-

-Não preste atenção nos outros e foque na gente, foque em quem está perto de você e com quem você conversa..esqueça totalmente dos outros..-escuto o tal Hoseok falar e Tae o encara-

Tentei fazer o que foi pedido me concentrando só neles, mas não conseguia. Estava difícil, todos conversavam e eu já tremia.

-Que bom! Mais um com fobia! -Yoongi diz e Jin o olha-

-Ele não tem fobia! Tem sociopatia! -Jin diz e todos me olham surpresos, menos JungKook, que mantinha seu olhar penetrante e sério em mim-

Vi um sorriso mínimo aparecer no canto de sua boca e o encarei, seus olhos pareciam perfurar minha alma, avisando para não chegar perto, eu me sentia totalmente desprotegido e com medo ao olha-lo, era como se ele estivesse me estudando, mas algo em minha cabeça sussurrava tais palavras..

Continue olhando...

Subi meu olhar de sua boca até seus olhos, órbitas escuras e pupilas dilatadas, ele me olhava com fome, parecia ler meu pensamento. Jeon JungKook era o verdadeiro demônio em pessoa, eu via seu olhar em mim como se fosse me devorar, eu senti medo dele, pela primeira vez senti medo de alguém, eu não sentia desgosti dele igual sentia das outras pessoas.

Quando percebi, já respirava normalmente e todos na mesa me encaravam. Eu corei fortemente e desviei o olhar enquanto JungKook mantinha o seu sobre mim. Como ele havia feito isso?

-Então..-Tae se pronuncia- Q-Quem é o sexto? -ele pergunta e todos o olham confusos-

-Não tem..são só cinco! -Jin diz e Hoseok encara Tae assustado-

-Não sabe contar?? -Yoongi pergunta nervoso-

-V-Você vê ele?..-Jung pergunta e Tae assente receoso-

-D-Desculpe..-Tae pede-

-Agora temos dois loucos no grupo! -Namjoon diz e Yoongi ri baixinho-

-Todos somos loucos..-JungKook pronuncia-

Aquela voz...eu senti todos os pelos do meu corpo se arrepiarem. Era um timbre forte, sua voz era rouca e grossa, diria que era perfeita para definir sua personalidade. Ele voltou a me olhar e eu rapidamente desviei meu olhar para Tae que se encarava com Hoseok e sorria corado.

-Isso é verdade..-Yoongi diz e dá de ombros-

-Tem quantos anos? -escuto novamente JungKook falar-

-Q-Quinze..-ele sorri com a minha resposta-

Seu sorriso era lindo! Ele tinha os dentes da frente grandinhos, pareciam dentes de coelho. O vendo sorrir assim, nem parece que tem esse distúrbio perigoso, ele parecia ser tão mal quando estava sério. Eu estava confuso e inconformado, porque tinham tanto medo dele??

-A maioria já pegou sua comida e eu estou morrendo de fome, então..-Jin se levantou, eu segurei a barra de sua camisa e meu coração disparou-

-D-Desculpe..-falo e solto rapidamente ao perceber que todos me olhavam-

-Tudo bem. Olha..ninguém aqui vai te fazer nada Ok? -eu assinto e Tae segura minha mão-

Eu deixei..pela primeira vez não me senti tão desconfortável com um toque..

-Só o JungKook..-Yoongi diz e se levanta, indo buscar a sua comida-

Eu olhei assustado para Jin que mantinha seu olhar de ódio em Yoongi que ria de nós. O que esse garoto tem? Uma hora está frio e ignorante e na outra está rindo e fazendo brincadeirinhas!

-Ele nã- -Jin ia dizer algo mas JungKook o interrompeu-

-Não vou tocar em você..a não ser que queira..-ele disse e se levantou, saindo em seguida-

-Esse cara me dá medo..-Tae diz e Jin ri-

-Normal! -o mais velho diz- Todos tem medo dele aqui, vocês tem sorte de terem se enturmado conosco..

-Porque?? Sinto que vou morrer quando estou perto dele! -falo e Tae assente, novamente Jin ri alto-

-A partir de hoje vocês são do nosso grupo, e nós protegemos uns aos outros, e vai por mim, você vai precisar de proteção! Ainda mais você Park! Que é tão inocente e fofo..sendo bonito desse jeito, você pode acabar sofrendo com alguns idiotas!

Eu me sentia um coelhindo preso em uma gaiola de caça rodeada por cachorros sedentos por carne fresca. JungKook simplesmente me dava arrepios..e suas palavras sendo pronunciadas por aquela voz..

"...Não vou tocar em você, a não ser que queira..."

E se eu quiser Jeon JungKook? Seria errado?? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...