História O Manicômio...(JiKook) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, O Manicômio
Visualizações 1.018
Palavras 2.806
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Cold


Fanfic / Fanfiction O Manicômio...(JiKook) - Capítulo 4 - Cold

Jimin On 

Meu corpo tremia e eu me sentia um completo inútil por não conseguir fazer nada! Mas eu só iria me machucar se tentasse impedi-lo, eu tenho somente 15 anos! JungKook estava em cima dele e dava mais e mais socos no cara loiro..eu estava paralisado..

Aquele cara é mal, eu sei que é! Ele pegou no lugar onde não podia, Omma sempre disse pra não tocar lá! Mas JungKook bate nele tão friamente..Oh..Kook é tão forte, mas ele já está se machucando de tanto bater..

-J-JungKook..pare! -eu pedia baixinho- P-Pare! Por favor, pare!

E ele parou, o cara a sua frente estava sangrando e quase desacordado. Sua respiração estava pouco ofegante ao sair de cima do garoto e suas mãos estavam machucadas, eu o olhei e vi suas órbitas negras me fitando, parecia um demônio me observando, estava escuro, seus olhos brilhavam ao me olhar como se eu fosse seu prêmio por ter me salvado..

-Você está bem? -ele pergunta e pretende vir até mim, mas para ao me ver recuar alguns passos- Não vou te machucar Jimin..

-E-Ele..ia..-eu disse e corei fortemente, Jeon veio de mansinho até mim e eu senti sua mão grande e gelada na minha-

-Acho melhor sairmos daqui..-ele diz e olha para o corredor atrás de mim, eu segui seu olhar e congelei com a visão de um garoto um pouco mais baixo que eu escondido atrás de uma pilastra, ele nos encarava com ódio e sorria. Eu apertei a mão de JungKook e me prendi em seu braço me esquecendo completamente de seus machucados. Ele me puxou e começamos a andar por outro corredor-

-E-E o garoto loiro? Ele pode..-eu disse, com medo do que o garoto escondido poderia fazer com o loiro inconsciente-

-Ele ficará bem..-JungKook disse firme e eu me encolhi-

Andávamos por um corredor um tanto escuro, eu escutava barulhos de risadas baixinhas e arranhões no chão..eu estava apavorado, mas lembrar que estava com JungKook me deixava aliviado, afinal, todos o temem aqui..Um grito um pouco alto me tirou dos meus pensamentos, me fazendo encolher-me ainda mais em JungKook, vendo-o sorrir minimamente com o meu ato. Ele não sentia medo de nada, nada o assustava!

-O-Onde estamos? -pergunto enquanto olho para os lados, ele abre uma porta e me puxa para dentro da mesma-

-Meu quarto..-ele diz e eu sinto o arrependimento bater por tê-lo seguido-

-P-Por quê? JungKook eu..eu estou com medo..

Meu corpo chegava a doer pelo frio..

-Não precisa ter medo, Jimin..nem tudo é o que aparenta ser, de dia eles até parecem normais, mas de noite a loucura é visível..-ele diz e se senta na cama-

O que me preocupa é se isso se aplica à ele também..

-E-Eu não sou como eles..porque estou aqui? -pergunto baixo e ele ri sarcástico-

-Só porque você não age como eles, não quer dizer que não seja como eles.Você pode ser até pior..

-Não..-nego com a cabeça e ele vem até mim, entendendo a mão e me chamando-

-Venha.. -ele fala rude e eu vou até ele, ele me encara e depois me olha de cima à baixo-

-O que ele fez com você? -pergunta ríspido e eu engulo em seco-

-E-Ele tocou em mim..tocou onde não podia..-falei e senti meus olhos marejarem-

-Mostre..-ele pede e eu coro-

Lentamente, levo minha mão até meu membro, ele segue meus movimentos e sua expressão muda para ódio, tirei a mão de meu membro e levei até minha bunda, ele fechou os punhos e acertou em cheio a parede, me fazendo soltar um grito um pouco fino de susto. Havia ficado a marca de sangue na mesma..

-Onde mais? Ele te machucou? -ele pergunta irritado e eu assinto, levo a mesma mão até meus cabelos ainda doloridos e ele me olha-

-P-Porque ele fez isso comigo? -perguntei tirando a mão do cabelo-

-Porque ele é um idiota! E você não devia estar aqui!! -ele disse num tom alto e veio até mim, senti minhas pernas falharem e ele me encarou- O que caralhos estava fazendo aqui no terceiro andar, Jimin?? Não te avisaram que é proibido!? -ele pergunta ainda alto e eu nego olhando pra baixo-

Escuto um suspiro e sinto sua mão tocar minha cintura, me fazendo dar um mini pulo de susto. Eu estou com medo..

-Se acalme..me escute e me olhe quando eu falar com você! -ele diz e eu encaro- Não venha mais aqui! É perigoso..você não vai gostar de passar uma noite preso e sozinho aqui..-ele diz mais calmo e eu assinto- Vou te levar para o seu quarto, mas..-ele ia terminar e eu o interrompi-

-Não! E-Eu quero ficar com você! -falo e ele continua me encarando sério-

De onde eu havia tirado aquela ideia suicída? Eu não sei..muito menos sei de onde surgiu a coragem! Mas ficar com ele me pareceu a coisa mais certa agora, eu estava apavorado e não queria passar por aquilo de novo..os gritos e os ruídos, o garoto estranho..eu não queria!!

-Porque está chorando, Jimin? -JungKook pergunta e eu percebo meu ato-

-E-Eu não quero..-ando até o maior- Eu não quero mais ficar aqui!! -disse desabando em choro, eu não aguentava mais segurar aquilo- As pessoas..e-elas são más e..eu não gosto delas!! JungKookie, me tira daqui!! -peço entre soluços e coloco as mãos no rosto, esperando acordar em outro lugar-

JungKook On 

Ele é tão frágil e inocente. Jimin parecia uma criança assustada, por motivos que desconheço senti que devo protegê-lo disso tudo..

Eu ia acabar perdendo o controle se ele continuasse assim, não posso machucá-lo.

-Jimin..-levanto seu rosto- Você não vai sair daqui tão cedo, sabe disso né? -pergunto e ele assente- Olha, sei que está assustado com tudo isso, não precisa ter medo..não vou deixar que nada de ruim te aconteça de novo!

O que deu em mim? Estou mesmo dizendo isso à ele? Porque me preocupo tanto com esse pirralho??

-Jin disse que você vai proteger a mim e a Tae porque agora somos do grupo..-pela primeira vez o vi dizer algo sem gaguejar, ele havia parado de chorar mas seu rosto corado ainda estava molhado e seus olhos brilhavam ao me olhar..Jimin é tão bonito..-

Eu assenti e o garotinho me abraçou, escondendo o rosto no meu peito. No fundo, sentia vontade de bater nele por ter encostado em mim sem minha permissão, mas não conseguia, eu congelei, meu corpo paralisou com aquele ato. Fechei meus punhos e respirei fundo, o cheiro doce e inocente dele pairou pelo ar e eu senti meus pulmões se encherem do mesmo, foi como se eu estivesse respirando pela primeira vez na vida! Perto dele eu consigo respirar e me sinto aliviado..

-Jimin..-o chamo e ele me solta envergonhado-

-D-Desculpe, esqueci que você não gosta..-ele diz cabisbaixo-

-Quem te disse isso? -pergunto ainda sério-

-Jin Hyung..ele disse pra nunca te tocar..

-Jimin, nunca mais quero que deixe alguém te tocar do jeito que o loiro de tocou, Ok? -pergunto e ele me olha-

-M-Mas eu não deixei! Ele era bem mais forte e..disse que não ia doer, mas doeu! -eu senti meu sangue ferver só de imaginar aquela cena novamente, com certeza Jackson ia abusar sexualmente de Jimin!!-

-Devia ter feito algo, você não agiu! Por isso tornou tudo mais fácil pra ele! -falo irritado e ele abaixa a cabeça-

-Eu não consigo..você não entende! -ele diz num tom elevado, o que me deixou surpreso-

Eu sei que o distúrbio do Jimin inclui sérios problemas sociais, e isso o impede de agir as vezes, mas não posso deixar que ele continue assim..

-Então deixaria que eu fizesse o que eu quiser com você agora? -pergunto sério e ele me olha assustado-

-V-Você não faria isso..-solto um sorriso e chego perto dele em passos lentos, eu vi o desespero em seu olhar e isso havia me deixado louco, ele estava totalmente tenso e amedrontado- J-JungKook! POR FAVOR! -ele gritou e eu ri baixinho-

-Ninguém vai te escutar, pode gritar o quanto quiser..-eu disse e vi sua respiração ficar acelerada, ele estava entrando em pânico e isso só fazia meu membro pulsar cada vez mais, suas reações eram de extremo prazer pra mim, a boca e as mãos trêmulas, o olhar desesperado..Ah Park Jimin, você mexe tanto comigo!- Porque não faz nada Jimin? Está com medo? -pergunto provocativo e ele continua a olhar em meus olhos- Veja, veja como quero machucar você! Olhe no fundo dos meus olhos e veja como quero arrancar cada órgão seu lentamente..-falo minhas vontades e o vejo estremecer enquanto me fitava, ele estava ficando pálido e sua boca ganhava uma coloração roxa- Se não respirar, vai morrer..e eu não quero que isso aconteça antes de eu me divertir um pouco..-falo me distanciando um pouco dele, vendo-o respirar como se estivesse sido sufocado-

-V-Você..-ele diz assustado e eu vejo lágrimas descerem descontroladamente de seus olhos, levo minha mão até seu rosto mas ele recua, se afastando- Não toque em mim..-ele diz baixo e eu sorrio-

-Era disso que você precisava..coragem! -o puxo e prenso seu corpo no meu- Jimin..-o chamei e sua respiração voltou a ficar ofegante-

Eu senti meu coração disparar ao olha-lo, seus olhos..eram inocentes mais ao mesmo tempo me ameaçavam..Jimin queria me ver sofrer igual eu queria vê-lo..

-Você.. -o empurrei irritado, vendo-o tombar a cabeça para o lado, confuso-

Eu vi..Jimin queria me machucar, eu vi em seus olhos a raiva que a alma de Jimin continha..todo esse ódio estava trancado a mil correntes! Por isso Jimin é tão inocente, seu distúrbio não havia se manifestado ainda..não por completo..

* * *

Jimin On 

-JungKook, está acordado? Não consigo dormir! -falo baixinho e escuto ele bufar-

-Feche os olhos e conte carneirinhos então!

-Eu não sou uma criança!! -falo irritado mas meu tom de voz diminui ao lembrar-me com quem eu falava-

-É sim..ainda tem 15..

-Não sou!!

-Infantil, baixinho e chato..você é uma criança! Agora vá dormir, Jimin! -ele diz nervoso e eu bufo, eu estava com raiva, odeio quando dizem isso!-

Me levantei da cama em que eu estava e fui até a sua, se eu estava com medo? Muito! Mas eu não ligo se ele me machucar, eu não estou com sono e não quero dormir!

-O que você..-ele diz ao abrir os olhos e eu o interrompo, subindo em seu colo, deixei uma perna de cada lado do seu corpo e me sentei em seu quadril, me apoiando em seu peito-

-Eu não sou criança! E não quero dormir! Por favor, fique comigo Hyung!! -peço e o vejo se inclinar e fitar minha cintura-

-J-Jimin..saia! -ele diz autoritário e eu nego-

-Não vou sair até retirar o que disse! -falei e ele me olhou com raiva, meu coração disparou e eu apertei sua camisa entre meus dedos-

-Acha que com essa atitude vou dizer que você não é infantil? -ele pergunta e eu assinto, sinto algo encomodando meu bumbum e me mexo pra tentar achar uma posição melhor, escuto JungKook gemer baixo e segurar minha cintura com força- Jimin! Pare! -ele diz e suspira-

-Mas está me encomodando! -continuo me mexendo e JungKook me olha, seus olhos brilhavam e suas veias do pescoço saltavam, era quase como se ele estivesse tentando se controlar ou evitar algo-

-Jimin..e-eu vou acabar te machucando! -ele disse e apertou mais forte a minha cintura, me fazendo arfar com a dor, ele assistiu minhas expressões e movimentos, de repente senti meu corpo ser empurrado com força, fazendo minhas costas baterem contra o colchão- Droga!! Você vai me enlouquecer desse jeito! O que pensa que está fazendo?? -ele pergunta e eu abro meus olhos, vendo-o em cima de mim, entre minhas pernas-

A-Aigoo!

-E-Eu fiz algo de errado? -pergunto confuso e ele suspira-

-Sim..-ele pega minha mão pequena e leva até seu membro volumoso, me fazendo corar com o grande tamanho, eu me assustei ao senti-lo duro, eu nunca havia ficado daquele jeito, porque ele estava assim??- Olha o que você fez! -ele diz e eu aperto o local, vendo-o gemer baixo e rouco mais uma vez, eu senti minha virilha formigar e algo estranho atormentar o meu corpo-

-D-Desculpe, eu...eu te machuquei? -pergunto, ele fecha os olhos e nega com a cabeça, as falas de minha mãe me vêm a cabeça e eu rapidamente tiro minha mão de lá-

-Você nunca ficou assim antes? -ele pergunta, abrindo os olhos e eu nego- Quer saber como é?

Eu não sei se devia confiar nele assim, todos tem medo dele por algum motivo, e pela reação de Jin, não é algo bom. Mas eu estava curioso! Eu queria saber o porque ele havia ficado assim e porque comigo!

-S-Sim..-falo baixo e sinto a mão grande e gelada de JungKook adentrar minha blusa, tocando minha pele e me causando arrepios- O que..

-Relaxe e sinta meus toques..feche seus olhos, Jimin..-eu estava com medo, mas resolvi obedecê-lo-

Eu senti todos os pelos do meu corpo se arrepiarem. Uma onda de eletricidade invadiu meu corpo, esses toques, as sensações, tudo era extremamente novo, minha mente estava em branco, as lições de minha omma já não vinham mais à tona..Senti a mão de JungKook em meu mamilo e rapidamente arfei com o toque, ele o apertou e eu senti algo pulsar debaixo da minha calça, eu gemi e virei meu rosto para o lado, apertando meus olhos, aquilo me causava sensações boas, aquele lugar era sensível pra mim, como JungKook sabia disso? Como ele conseguia fazer eu me sentir assim?

JungKook On 

Eu não devia estar fazendo isso! Eu não devia estar com ele aqui e agora! Mas era errado e por isso eu estava gostando..Jimin estava totalmente submisso à mim! Eu estava enlouquecendo com a possibilidade de fodê-lo ali mesmo! Ele é tão ingênuo, tão novo..o garoto mal sabe o que é uma ereção, nunca teve um orgasmo, saber disso me deixa louco. Sua camisa estava levantada até seu peito, me dando a visão de seu abdômen branquinho e pouco definido..ele gemeu com meus toques, sua pele alva implorava por marcas e eu rapidamente passei a distribuir beijos e mordidas junto de chupões em seu corpo...

-A-Ah! JungKookie..é-é bom! -ele gemeu e eu senti meu membro já dolorido pulsar-

Levei minha mão até seu membro, ele estava pulsando e quase enrijecido por completo, eu sorri ao ver o garotinho corado com meu ato e apertei o local, escutando um gemido como resposta. Meu mundo pareceu parar quando meu olhar se encontrou com a cicatriz média em sua costela..levei minha mão até o local, sentindo a marca e escutei Jimin fungar, o olhando seguida.

-Eu não..desculpe..-falo me assustando com minhas próprias palavras-

-É feio..eu não gosto..-ele diz com a voz embriagada e eu o encarei-

-Não é feia..é linda..-falo e vejo seu sorriso pequeno surgir-

-S-Sério? Eu não acho..o garoto da aula de comunicação dizia coisas assim...-ele disse e eu ri baixo-

-Você é o garoto mais bonito que já conheci..-deixei as palavras escaparem e ele corou fortemente-

-A-Acho tão feio..-ele diz e eu me levanto, deixando-o confuso-

-Vou te mostrar uma coisa..-tiro minha camisa, ele se senta e eu suspiro antes de me virar de costas pra ele, escuto-o se assustar e fecho meus olhos, esperando sua reação-

Eu nunca havia mostrado à ninguém além de Jin..mas sinto que posso confiar no Park. Senti a ponta de seus dedos em minhas costas e me assustei, ele passeava os dedos pelas cicatrizes, seus toques me deixavam extasiado. Rapidamente vesti minha camisa e me virei, encarando-o. O garoto andou até mim e eu recuei, mas seus passos continuaram.

-Porque todos tem medo de você?

-Porque eu fiz algo imperdoável..-continuei recuando até sentir a parede em minhas costas, ele chegou mais perto de mim e fitou meus olhos-

-O que você fez JungKook?..-ele perguntou e eu neguei-

-Você não precisa saber..-falo baixo-

Ele estava hipnotizado comigo, o que deu nele?

-Eu não sinto medo de você agora..porque?

Nos encaramos por alguns segundos, eu sentia algo diferente em mim. Eu estava confuso e..assustado? Eu não sabia reagir ao Jimin, normalmente eu vejo o que a pessoa sente pelo olhar, mas o Park simplesmente bagunça tudo!

-Você está perto demais..-digo sério-

Sua boca estava entreaberta e sem querer eu mantive meu olhar nela.

-Você é tão diferente deles..

-Jimin, saia!

-Porque quer que eu saia? Está com medo de mim? -meu coração acelerou ao escuta-lo-

Ele havia usado minhas próprias palavras contra mim..

-Você não é tão ingênuo assim né? -pergunto sarcástico e ele sorri-

-Me ensine! Eu sei que quer..-sua respiração bate contra minha pele- Seja meu professor, JungKook..

Eu sorri. Suas palavras eram música pra mim. Jimin era meu aluno agora, e eu ia ensiná-lo tudo que ele não sabia, principalmente fingir a amar e estraçalhar com o psicológico de alguém, algo que ele já fazia muito bem com o meu...




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...