História O melhor amigo do meu irmão - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Christian Collins, Crawford Collins, Matthew Espinosa, Nash Grier
Personagens Cameron Dallas, Christian Collins, Crawford Collins, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais
Tags Celebridade, Christiancollins, Crawford Camerondallas, Magcon, Matthewespinosa, Nashgrier, Romance
Exibições 16
Palavras 1.440
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Mudança de comportamento/Ombro Amigo


Estava chovendo e eu estava andando a pé na rua, não estava me importando se eu ia molhar ou se minha mochila ia ficar encharcada, só estava procupada em ter algum tempo de sossego e de paz.

Eu moro com meus outros 2 irmãos, eles são 1 ano mais velhos que eu. Hoje quando eu cheguei em casa, eles estavam bebendo, e quando eles bebem eles ficam um pouco agressivos de mais, então preferi não ficar lá. Tirando isso, eles são as melhores pessoas pra se conviver.
Eles haviam me prometido que não iam mais beber e tals, mas não foi o que aconteceu hoje, e isso me machucava demais.

Eu estava indo pra casa do meu irmão, Tyler, ele era 3 anos mais velho que eu, mas ja morava sozinho, não totalmente, ele morava junto com um amigo dele, o Christian. O Christian é um galinha de marca maior, ele é legal e tals nós nos damos muito bem…de vez em quando….quase nunca….mas ele não se importa direito com os sentimentos das pessoas, principalmente mulheres, ele é um tipo de pessoa que eu jamais relaria com a boca.

Apertei a campainha, estava tudo escuro, não era pra menos, se passava da meia noite.
Depois de alguns minutos a luz da porta da frente se acende e eu sou recebida pelo Chris que assim que me vê me olha assustado.

- Amber? - ele fala com um tom surpreso e ao mesmo tempo confuso - você está encharcada, vem cá - ele pegou um casaco que acredito que seja dele que estava pendurado em um gancho ao lado da porta. Logo ele colocou em minhas costas e me puchou pra dentro da casa fechando a porta atrás de mim.

Ele pegou minha mochila colocando a mesma em cima de uma cadeira e sentou comigo no sofá.

Escutamos um barulho de alguém descendo as escadas e logo vejo meu irmãos com o cabelo bagunçado, com cara de sono, sem camisa deixando a mostra a tatuagem que tem em seu braço direito, mas sua cara de sono logo deu espaço a uma cara de preocupação assim que bate o olho em mim.

Ele vem até onde eu estava e me puxa pra um abraço e senta comigo no sofá.

- O que aconteceu? - ele fala tirando uma mecha de cabelo nolhada de meu rosto.

- O Jaick e o Connor - eu falo voltando a chorar.

- O que aconteceu com eles?

- Eles beberam demais hoje - eu falo chorando e meu irmão faz uma cara de tristeza, ele também fica muito chateado com os meninos quando eles fazem isso.

- Eles prometeram Tyler - eu falo soluçando.

- Eles tentaram alguma coisa com você?  Chris falou olhando pra mim.

- Não, eles não haviam bebido muito, só resolvi sair de lá por que eu estava chateada com eles…..Eles prometeram que não iam beber mais Tyler - eu falo soluçando.

Meus irmãos quando bebiam eles não saiam de si mas mesmo assim, ninguém da nossa familia gostava de beber por que nosso pai morreu em um acidente justamente por estar bêbado.
- É melhor você ficar aqui mesmo - meu irmão fala se levantando - vem, é melhor você tomar um banho, você esta encharcada, não quero que fique doente  - ele me da a mão me ajudando a levantar.

- Bom, eu vou pro meu quarto então - Chris falou se levantando - Boa noite bro - fez um toque com meu irmão - Boa noite Amber - ele disse e me deu um beijo na testa o que me deixou surpresa,
e subiu pro quarto dele.

- Vamos também? - meu irmão olha pra mim.

- Vamos - respondo e ele passa o braço em volta da minha cintura.

- Ty, tem roupa minha aqui neh? - eu falo enquanto entrávamos no quarto dele.

- Tem, só não sei se tem algum pijama seu aqui.

- Me empresta uma blusa sua?

- Aham - ele fala e vai até o closet dele e logo ele volta com uma blusa e entrega pra mim.

- Vou lá - eu falo indo pro banheiro do quarto dele.

Entro embaixo do chuveiro e deixo a água escorrer pelo meu corpo e me acalmar.

Termino de tomar banho, coloco minhas peças íntimas e me olho no espelho do quarto. Amanhã meus irmãos nem sequer vão se lembrar que beberam.

Logo pude sentir lágrimas nos meus olhos.
Abro a gaveta do armário, sabia que era ali onde meu irmão coloca as lâminas que ele fazia a barba.

Peguei uma na mão e fiquei encarando a mesma. E me veio uma coisa na cabeça, a um tempo atrás eu havia prometido ao Tyler que não me cortaria de novo.
Fiquei ali segurando a lâmina na mão.

- Amber? - meu irmão fala entrando no banheiro e imediatamente ele olha pra lâmina que ainda estava em minha mão, ele olha pra mim com uma expressão um pouco chateada .

- Você me prometeu - ele fala com uma voz meio embargada.

- Eu não fiz nada Ty, fica tranquilo - eu falo colocando a lâmina de volta ao lugar e coloco a blusa que ele me emprestou e olho pra ele.

- Vem cá - ele me chama e eu vou até ele e ele pega meus pulsos olhando pro mesmo e sorri - Vai la deitar, eu vou tomar banho antes de dormir - ele me da um beijo na testa e  eu saio do banheiro.

Sentei na poltrona que tinha no quarto do meu irmão e conectei meu celular no carregador e fiquei mechendo no mesmo.

Tyler narrando

Depois que a minha irmã saiu do banheiro, eu fui tomar banho, lavei meu cabelo. Assim que sai, coloquei uma boxer e sai do banheiro encontrando a Amber dormindo na poltrona com o celular na mão. Sorri.

Peguei o celular dela pra ver o que ela estava fazendo, e vi que ela estava conversando com o Lucas, ele era o melhor amigo dela.

" Bae, onde você está? Eu liguei no seu celular várias vezes e você não atendeu, liguei na sua casa e ninguém atendeu também"  ~Lucas.

" Desculpa não ter respondido antes. Eu estou na casa do Ty"

" Por que?"

"  Meus irmãos…."

" Eles beberam de novo?"

" Sim…"

" Você ta bem?"

" Vou ficar"

" Olha, se precisar de alguma coisa me liga tá?"

" Okay"

Bloqueei o celular dela colocando o mesmo na minha escrivaninha. Coloquei meu braço direito nas costa da Amber e o esquerdo em suas pernas pegando ela no colo. Coloquei ela deitada na cama e deitei do lado dela puxando ela pra mim.

[ ... ]

Assim que acordei olhei pro lado e a Amber dormia tranquilamente.
Levantei fui ao banheiro, vesti um short basico de ficar em casa e continuei sem camisa mesmo.

Peguei meu celular e desci pra cozinha encontrando o Chris emburrado na cozinha. Ele era um tipo de pessoa que eu já deixei de tentar entender.

Ele olha pra mim quando eu entro na cozinha.

- Bom dia - ele me comprimenta.

- Bom dia - respondo encostando na pia e disco o número do meu irmão.
Eles com certeza não devem ter acordado ainda, e devem estar com uma ressaca da pesada. Nem devem lembrar de nada.

No quinto toque meu irmão atende com uma voz de sono, com toda certeza ele acordou com essa chamada.

- Alo?

- Jaick? - eu falo e vejo o Chris levantar o olhar pra prestar atenção.

- Oii.

- Ta em casa?

- Tô, to morrendo de dor de cabeça. Nem vou sair hoje.

- Hmm, imagino mesmo - Falo irônico.

- Por que você ta falando assim?

- Você lembra o que você fez ontem?

- Eu lembro que eu e o Connor estávamos bebendo vinho e…….. - escuto a respiração dele aumentar - Tyler……É o que eu estou pensando? - ele fala com a voz embargada.

- Sim, é o que você está pensando.

- Como você descobriu que eu bebi ontem?

- A Amber chegou aqui em casa era quase uma da manhã, se vocês vissem o estado que ela chegou aqui ontem vocês não beberiam de novo - Falo isso e  vejo a Amber entrar na cozinha e assim que percebe que eu estou falando com o Jaick seu sorriso se desfaz e ela senta na mesa do lado do Chris e ela beija a testa dela, ergo a sobrancelha estranho o ato dele.

- Depois a gente conversa Jaick - eu falo e desligo o celular.....

......



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...