História O melhor amigo do meu irmão - Capítulo 62


Escrita por: ~ e ~Minacapelly

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 97
Palavras 970
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 62 - Uma semana quase perfeita


Narradora

Depois do esplêndido pedido de casamento todos estavam felizes. Veronica e Fernando viajaram pra Bruxelas na tarde do dia seguinte e a Beca e o Biel foram ver os primeiros preparativos para o casamento ja que queriam se casar em uns três ou quatro meses. O bom é que o Biel ja estava guardando dinheiro pro casamento como a Beca também estava fazendo e juntando todo o dinheiro eles iriam conseguir se casar esse ano mesmo. O Arthur ficaria uma semana em casa e isso deixou a Gabi animada afinal agora ela poderia conhecer Nova Iorque depois de um tempão presa em casa. 

Pesquisou alguns lugares perto de onde moravam onde ela gostaria de visitar durante a semana com seu namorado, os lugares seriam :

- Rockfeller  Center 

- Central Park 

- Zoológico do Central Park 

- Estátua da Liberdade ( óbvio ) 

- Brooklyn 

- e também assistir um filme em casa mesmo ( bem agarradinhos) 

Estava tudo programado para os dois e mesmo com o Arthur cansado ele iria fazer os caprichos da sua namorada por deixar ela presa em casa por tanto tempo 

Era segunda-feira a tarde. A Gabi e o Arthur estavam olhando os gêmeos pra Beca e o Biel poderem sair para verem os preparativos e até que estava sendo divertido. 

Arthur: eu realmente queria ter um filho como o Murilo! Olha isso aqui! Ele não chora, brinca quietinho, gosta de dormir, comer e dormir de novo. Ele não da trabalho nenhum! - disse com o Murilo dormindo em seu colo 

Gabi: é realmente ele não da trabalho nenhum diferente dessa pestinha aqui! - disse tentando fazer a Mirella ficar queita no bebê conforto e ao mesmo tempo tentando soltar os seus cabelos das mãozinhas gordinhas da sobrinha 

Arthur: se a gente tivesse uma filha igual você ela seria pior que a Mirella. - disse dando risada da cara da namorada 

Gabi: por que? - perguntou confusa

Arthur: por que ela não ia parar queita, ia ser chorona, ia querer comer toda hora e seria uma chocolatra igual a mãe! - deu mais risada e a Gabi bufou inconformada 

Gabi: tomara que ela seja do jeitinho que você falou mais que seja bem apegada em você, por que ai você vai ter que aguentar ela todos os dias! - disse rindo da cara de desespero que ele fez

Arthur: pensando bem só uma como você ta de bom tamanho! - riu sem jeito fazendo a Gabi gargalhar 

Quando a tarde chegou ao fim a Beca e o Biel chegaram pra levar seus bebês pra casa 

Biel: então eles deram muitp trabalho? - perguntou pegando o Murilo no colo 

Arthur: Gabriel tu tem sorte! O Murilo não da um pingo de trabalho! - disse meio incrédulo 

Gabi: é diferente dessa pestinha aqui! - disse entregando a Mirella que estava finalmente dormindo pra Beca 

Beca: eu sei, essa ai puxou a disposição de aprontar do pai dela e olha que ela só tem três meses ainda! - suspirou 

Gabi: bom gente agora nós vamos nos arrumar pra sair, aliás vocês não querem ir com a gente não? Vocês podem ligar pra Cida e pagar pra ela ficar com os bebês essa noite! - disse animada 

Beca: tudo bem! Pra onde vamos? - perguntou 

Gabi: patinar! - disse abrindo um sorriso gigante 

Biel: gostei! - sorriu 

Arthur : é vai ser divertido! - sorriu também 

Talvez era disso que o Arthur precisava e não sabia, paz, descanso e um pouco de diversão!  

Gabi 

Depois de ja estar devidamente vestida para ir patinar e ter meu namorado lindo e cheiroso pronto pra ir fomos atrás dos dois enrolados que iam com a gente. 

Depois de fofocar muito no carro nós chegamos e ja fomos direto para pista de patinação ja que meu super namorado ou como alguns dizem um dos maiores empresários de NY ja tinha feito um reserva pra nós. 

A noite foi muito divertida, nós caimos, rimos, comemos, bebemos, dançamos e fomos parar em casa não sei como.


Já era o último dia da semana e o último dia que o Arthur ia ficar em casa. Bom essa semana foi maravilhosamente maravilhosa. Eu e o Arthur fomos em todos os lugares que eu queria, compramos pulseiras que combinam, vários ursos de pelúcia para por no nosso cantinho, fomos no parque de diversões e eu vomitei depois de ir na montanha russa o que foi bom ja que depois eu ganhei um banho junto ao meu namorado com tudo que eu tinha direito, em um outro dia eu ganhei uma madrugada inteira de brincadeiras para maiores de dezoito, algumas vezes eu passei mal e vomitei ou entao fiquei meio enjoada mais a Cida disse que não era nada demais só alguma coisa que eu comi que me fez mal. E depois de aproveitar o corpinho do meu namorado a semana inteira passeando de dia e brincando a noite nós estamos aqui só deitados e assistindo um filme.

 Quer dizer nós estavamos por que o interfone tocou e eu atendi, o porteiro disse que tinha uma caixa e eu imaginei que eram meus batons que haviam chegado - por que eu comprei pela Internet e la é mais barato - desci pra portaria e tinha uma caixa pra mim mesmo mais não eram os meus batons. Tinha um bilhete. O Arthur apareceu atrás de mim e o bilhete dizia pra mim ir la pra fora pois tinha uma surpresa me esperando e eu curiosa fui. Pior escolha da minha vida! Senti uma dor insuportável, meu corpo todo doia e eu pudi ouvir la longe os gritos de desespero do Arthur e não era pra menos afinal eu havia acabado de ser atropelada por um carro em alta velocidade. E depois de ver o rosto do meu namorado mais uma vez eu apaguei completamente. 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...