História O melhor amigo do meu namorado - imagine 5SOS - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~littlebaby_cat

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Visualizações 21
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Verdades...



~S/n on~

Eu batia desesperadamente na porta do quarto de Luke, eu não faço ideia do que ele vai fazer com a Cat, mas coisa boa não vai ser...

Ele não vai abrir, eu vou ficar aqui batendo até ele se irritar e me xingar de algo que vai me magoar e fazer eu me trancar no banheiro pra chorar, bela escolha de namorado a minha...

Como eu sei que nada vai adiantar, então desço pra sala e me encolho no sofá segurando o choro.

Eu fico quatro anos sem ver o homem que eu amo, quatro anos chorando sozinha de saudade, quatro anos sonhando com esse dia, e ele chegou... E que dia... Como a pessoa mais amorosa e gentil que eu conheci conseguiu se tornar uma pessoa tão rude e prepotente? Ele não é a mesma pessoa, ele não é mais o meu Luke... 

Minhas lágrimas já não eram mais controláveis, eu me desmanchava em lágrimas insistentes o mais baixo possível para que ninguém me ouvisse. Até que sinto um calor contra o meu corpo, eu estava sendo abraçada por alguém sabia exatamente do que eu precisava, que era compreensão. Levanto a cabeça na esperança de ver Luke ali pronto para se desculpar, mas acabo me surpreendendo com quem vejo.

S/n- Calum? O que você...

Calum- Olha, eu não sei o que esse idiota fez pra você, mas a última coisa que você tem que fazer é chorar por ele.- ele me interrompe- Isso só vai vai fazer ele achar que tem mais poder sobre você.

S/n- Mas ele tem... Tudo que eu faço é por ele...

Calum- Ele não merece isso... Ele não merece você.

S/n- Por que tá falando isso Calum?- digo me soltando de seu abraço e olhando fixamente para ele que se encontrava parado em minha frente.

Calum- Por que eu não consigo aguentar ver você sofrendo por aquele babaca.

S/n- O babaca que é seu melhor amigo...

Calum- O babaca que é seu namorado!

S/n- Mas foi esse babaca que me salvou de uma vida completamente desprezível a quatro anos.

Calum- As pessoas mudam S/n... Eu só tô tentando te ajudar...

S/n- Eu não preciso da sua ajuda, eu sei muito bem quem é meu namorado, e é nele que eu vou confiar até o fim da minha vida.

Calum- Você que sabe, mas pensa no que eu te falei. Ele mudou, e seus pensamentos sobre ele também vão mudar quando eu te provar a verdade...

S/n- "Provar a verdade"? Calum ele é seu melhor amigo... 

Calum- Talvez não seja mais. Como eu disse, as pessoa mudam...

Ele se afasta indo em direção a escada.

S/n- Ande vai?

Calum- Procurar meu quarto.

S/n- Você sobe as escadas e o corredor à esquerda tem três quartos, você pode escolher o seu.

Calum- Obrigada.

Ele sobe as escadas e eu ouço os passos de Ashton e Michael vindo pra sala, vou ao banheiro antes que eles possam me encontrar chorando. Já no banheiro eu lavo meu rosto para tentar amenizar os inchados que ficaram em meu rosto por conta do choro. 

Logo após secar meu rosto com a toalha vejo meu reflexo no espelho, fico ali um tempo lembrando do motivo de eu ter chorado tanto, por um momento vem em minha mente as palavras de Calum, qual é o problema dele? Não confia nem no seu melhor amigo e ainda acha que eu vou confiar em suas palavras, eu me forçava a não acreditar em nenhuma...

Saio do banheiro e volto pra sala encontrando lá Ashton, Michael e Cat assistindo a algum filme, me junto a eles sentando entre Cat e Michael e direciono minha atenção toda ao filme.

~S/n off~


~Calum on~

Subo as escadas inconformado com as palavras de S/n, ela precisa acreditar em mim, tenho que fazer algo pra que ela possa saber da verdade...

Por que eu estou fazendo isso? Nem eu sei... De repente eu simplesmente passei a não ter mais confiança alguma no meu melhor amigo e a falar pra namorada dele que ele é um babaca que não merece ela. Mas independentemente do porque de eu ter esses pensamentos eu acho melhor eu seguir meus meus instintos, por mais improváveis e irresponsáveis que eles sejam...


Subo a escada e viro para a esquerda como S/n me explicou, mas ouço um barulho vindo do corredor a direita, mais especificamente do último quarto, vou até lá e encosto minha orelha na porta na tentativa de ouvir algo.


~

Luke- Você prefere que eu demonstre ou só fale o que eu pretendo fazer com você?

Cat- É melhor você não fazer nada se não eu conto pra sua namorada.

Luke- Vai contar pra ela? Então acho que tenho que caprichar pra você não conseguir chegar até ela...

Cat- Não, por favor, eu juro que não conto nada...

~


Eu sabia! Meus instintos não mentem... Eu preciso contar isso pra S/n, só não sei se ela vai acreditar...

De repente levo um susto quando a porta é aberta.

Luke- Tá fazendo o que aqui?

Calum- Eu só... Eu... Eu tava procurando meu quarto...

Luke- É pro outro lado...

Calum- Ata, obrigado. Pode me levar até lá Cat?

Cat- Claro.

Nós vamos juntos até o outro corredor, no caminho eu quebro o silêncio que permanecia entre nós.

Calum- O que você tava fazendo no quarto do Luke? Ele te fez alguma coisa?

Cat- Não... Ele só me deu uma bronca, como esperado...

Calum- Vindo do Luke a gente não sabe o que esperar...

Cat- Pois é... Chegamos. Agora é só você escolher seu quarto.

Calum- Vou ficar com o primeiro do corredor.

Cat- Ok. Eu vou descer, pelo barulho da TV eles devem estar assistindo a algum filme.

Calum- Vocês vão ficar até muito tarde acordados?

Cat- Se o filme for bom talvez, mas a S/n com certeza vai vir dormir logo, ela não aguenta ficar muito tempo acordada...

Calum- Bom saber...

Cat- Boa noite Calum.

Calum- Boa note.

Ela desce e eu entro em meu quarto.

~Calum off~


~S/n on~

Estávamos assistindo a aquele filme a uns trinta minutos, ele não parecia ter fim, eu não conseguia mais aguentar, tenho que dormir.

S/n- Eu já vou indo gente.- digo me levantando- Boa noite.

Todos- Boa noite.

Eu estava subindo a escada até que chego no topo, quando vou virar pro corredor a direita, onde fica meu quarto, sinto alguém me puxar para o outro lado e me arrastar para o primeiro quarto do corredor. Olho para ver quem era e me deparo com quem eu menos queria ver.

S/n- Você de novo Calum? Gosta de me pegar de surpresa? Qual é a graça nisso?

Calum- Desculpa eu ter te surpreendido assim de novo...

S/n- O que foi?

Calum- Eu preciso te contar uma coisa.

S/n- Então fala.

Ele vai até a porta abrindo-a e vendo se havia alguém no corredor e logo depois trancando a porta novamente.

S/n- O que aconteceu Calum? Tá me deixando preocupada...

Calum- Olha... É que... É...

S/n- Desembucha Calum!

Calum- O Luke não é aquele príncipe encantado que você pensa, eu ouvi ele falando, ele ia te trair com a Cat contra a vontade dela...




...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...