História O Melhor de Mim - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Bianca di Angelo, Clarisse La Rue, Frank Zhang, Hazel Levesque, Jason Grace, Leo Valdez, Nico di Angelo, Percy Jackson, Thalia Grace
Tags Oitavo, Percy-bianca
Exibições 23
Palavras 801
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Survival, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Isso é fumaça?


  Nem mesmo volto para minha casa, apenas envio uma mensagem para Percy que vou para uma festa de um amigo de Damien, e que é para ele ir para a casa dele. 

  - Qual vai ser dessa noite? - pergunto para Damien, estou falando de  garota, já que ele pega uma diferente a cada dia.

  Ele dá de ombros, e não tira os olhos do celular.

  - Você acha que eu conseguiria namorar sério? - pergunta.

  Encaro ele, rindo um pouco. 

  - Quem é? 

  Ele desvia o olhar do celular.

  - Deixa pra lá - diz indo para cozinha. 

  - Vou pra casa de Lou, fazer companhia pra aquela Drácula - aviso saindo. 

  - Sentiu minha falta - afirma ela me vendo entrar. - Não é? 

  Dou de ombros e sento ao lado dela. 

  - Damien está muito quieto, sei lá,  é estranho ver ele assim - digo pegando o controle da TV e mudando de canal. 

  - Ei - ela pega o controle da minha mão. - É Harry Potter! Não faça isso com Harry Potter! 

  - Você, queridinha, sabe as falas - reclamo revirando os olhos.

  Ela não diz nada, e deixo ela continua a assistir o Vício 1 dela, o dois é escolher as roupas, minhas e de Damien, para sair. 

  - Tem aquelas roupas minhas aqui, não é? 

  - Sim, está no meu guarda-roupa - responde virando a rosto para me encarar, com um sorriso contagiante. 

  Reviro os olhos me  levantando. Vou direto para seu quarto, ela me segui dando pequenos saltinhos. Me jogo na cama enquanto ela jogar toda as suas roupas de sair a meu lado na cama. 

  - Nada de vestido, por favor - digo  assim que ela pegar um vestido vermelho. 

  Ela revira os olhos, exasperada. 

  - Tudo bem - diz ela colocando de volta no lugar. - Sem vestidos. 

  - Parece uma patricinha - provoco ela rindo. 

  Ela odeia ser chamada de patricinha, na verdade, ela não é tão patricinha, só um pouquinho. 

  - Está brincando? - pergunta com uma expressão de matar. - Eu sou 100% patricinha! 

  Sua voz transpira ironia. Ela escolhe algumas peças de roupa, algumas dela, outras minhas, para ver qual ficar melhor com qual.  Depois de uns minutos ela jogar em cima de mim. 

  - Toma - diz ela saindo do quarto. 

  - Como estou? - pergunto para ela já na sala. 

  Ela nem olha para trás, ou desviabo olhar para TV. 

  - Linda, já que eu escolhir as roupas - diz ela ainda sem olhar para mim.

  Por um momento, penso em mostra o dedo do meio, mas apenas reviro os olhos de vou saindo. 

  - Não vem mesmo? Você já fugiu de um castigo uma vez - lembro ela. 

  - Não, vou ter companhia - responde ela piscando para mim. 

  Reviro os olhos, claro que vai ter, por isso que ela não saiu - leia-se fugiu - do castigo, deveria ter percebido. 

  Fecho a porta e volto para a casa de Damien, já desligando meu celular, chega de ligações por hoje. 

  Entro sem bater mesmo, já sou de casa. Vou para o quarto de Damien, entro e ele está tentando arrumar seu cabelo, é liso, e está muito curto, e ele está parecendo um porco espinho. 

  - Por que cortou tão curto? - pergunto. 

  - Minha mãe, sua tia - responde fazendo uma expressão azeda. - Ainda está cedo, vamos assistir algum filme no cinema, podemos até arrastar Lou também.

  - Vou chamar Nico - aviso.


  - Truque de Mestres 2 - afirma Lou me encarando. 

  - Vamos assistir um filme de terror - afirma Nico, emburrado. 

  Reviro os olhos. 

  - Temos o dia todo, eu escolho um filme de terror - afirma Damien. 

  - Quando as Luzes se Apagam - eu e Nico dizemos juntos, sorrindo maldosos para Lou, emburrada. 

  Assim que entramos, começa os trailers. Sentamos quase na última fila. Damien fica jogando pipoca em Lou, ela parece corajosa, mas quando o quesito é filme de terror, a coragem se esvair.

  - Só não corre Lou - diz Damien para ela, rindo. 

  O filme começa, apenas com cenas típicas de filme de terror. Começo a sentir um cheiro forte, e começo a tossir. 

  - Isso é fumaça? - ouço Damien pergunta ao meu lado. 

  E o alarme de incêndio soa. Não é só fumaça, é fogo. Seguro na primeira coisa sólida que acho, a jaqueta de Damien. 

  - Lou, Nico, corram para juntos, não larguem da mão do outro - ouço Damon dizer nervoso. 

  Ele pega meu pulso, ele está tremendo. A gente corre para a saída de emergência, sinto a fumaça entrando em meus pulmões, acabo batendo em algo, e não sinto a mão de Damien me segurando, me deixo levar pela multidão, até que alguém me empurra, e caio escada abaixo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...