História O melhor (pior) senpai do mundo - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Fluffy, Jikook, Jimin, Jungkook, Taegi, Taehyung, Taekook, Texting, Yoongi, Yoonmin
Exibições 43
Palavras 1.722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem sz

Capítulo 6 - O "encontro"


Mais um dia hein, pessoal? Isso ta durando mais do que eu previa, como vocês gostam disso? Nem sei, mistérios da vida moderna. Enfim, depois que aquele cubinho de gelo desgraçado me pediu desculpas, nós não nos desgrudamos mais um do outro, to esperando o dia em que aquele puto vai me pedir em namoro, alias, TA ATRASADO JÁ HEIN, MIN YOONGI? Revoltas a parte, bora pra mais um flashback, mas agora não sou eu que vou narrar esse capítulo paN pAN PAAAAN

 

 

[-chimchim.] [09:21] hoi crush vamo sair?

 

[*yoonie-] [09:22] noa sei depende rs

 

[-chimchim.] [09:22] do que gato?

 

[*yoonie-] [09:22] paga quantos?

 

[-chimchim.] [09:22] quantos você quiser, delicia

 

[*yoonie-] [09:23] opa então eu quero cinco pasteis e um tampico eh nois

 

[-chimchim.] [09:23] afe idiota achei que você tava falando de uns boquetinho

 

[*yoonie-] [09:23] você tem que me levar pra comer antes né rs

 

[-chimchim.] [09:23] aaaaaa safada adoro cof

 

[-chimchim.] [09:24] te levo num restaurante, o prato do dia é park jimin

 

[*yoonie-] [09:24] e eh gostoso esse park jimin ai?

 

[-chimchim.] [09:24] vem comer pra saber rs

 

[*yoonie-] [09:24] opa quando?

 

[-chimchim.] [09:24] todos os dias se deols permitir

 

[*yoonie-] [09:24] caramba você ta no cio mesmo né??

 

[-chimchim.] [09:25] claro depois do que eu vi semana passada

 

[*yoonie-] [09:25] nada demais poxa

 

[-chimchim.] [09:25] meu cu que é

 

[*yoonie-] [09:26] tenhointeressecofcofcof

 

[-chimchim.] [09:26] OPAAAAA

 

[*yoonie-] [09:26] ksjdksajkds idiota

 

[-chimchim.] [09:26] ainda bem que tem rsrs, mas sério, bora sair??

 

[*yoonie-] [09:27] pra onde bolinho?

 

[-chimchim.] [09:27] sei lá, a gente vai na praça um pouco, perto de lá tem uma lanchonete onde vende pastel ó

 

[*yoonie-] [09:27] PASTEL QUERO VAMO

[-chimchim.] [09:29] vem me pegar aqui?

 

[*yoonie-] [09:30] quando??

 

[-chimchim.] [09:32] a noite inteira se deus quiser AMÉM

 

[*yoonie-] [09:33] porra chim skdjksd é sério

 

[-chimchim.] [09:35] 13:30 pode ser??

 

[*yoonie-] [09:36] pode sim, agora eu vou sair pq tenho coisa demais pra fazer, fui

 

[-chimchim.] [09:38] até bae

 

[*yoonie-] [09:38] até <3

 

...

 

[*yoonie-] [13:01] oi puta, to saindo

 

[-chimchim.] [09:38] eu mesmo sua puta, okay to te esperando

 

[...]

 

—Jimin! Jimin, seu porra, abra a porta, vai começar a chover! -esbravejava o garoto moreno em frente a porta da casa do Park. Ele socava a porta de madeira com força, tamanha impaciência. O céu se mostrava mal humorado, e não que o mesmo fosse de açúcar, mas se tinha uma coisa que prezava na vida, era o cabelo perfeito, e estraga-lo com uma chuva seria inaceitável.

 

—Calma cosplayzinho de satã! -ouviu o loiro gritar de dentro da casa, provavelmente corria do seu jeito desajeitado para alcançar a porta.

 

—Vem logo, cacete! -reclamou ainda socando a porta, já pensando em começar a chuta-la.

 

—Tô aqui! - Jimin surgiu na porta de repente, todo afobado e com a respiração desregulada. —Entra logo. -deu espaço para que o menino já carrancudo, parado na varanda, entrasse de uma vez.

 

—Muito obrigado, Senhor Lerdo.- o tom sarcástico carregado na voz suave fez com que o loiro, que fechava a porta, soltasse um riso soprado.

 

—Lerdo é o médico que demorou pra fazer o teu parto, aí você nasceu estressadinho e sem paciência.- Jimin rebateu, virando para o moreno, orgulhoso de si pela resposta que saíra rápida, na ponta da língua.

 

—Tá, tá, enfim, o que tem pra comer? -resmungou o Min, ignorando o comentário do garoto miúdo a sua frente —To morrendo de fome. -completou com uma careta engraçadinha adornando o rosto delicado.

 

—Além de mim? Bom, tem sanduíche, que é o mais fácil de fazer... o resto só se quiser cozinhar, mas se não quiser esperar, tem eu aqui, prontinho e uma delícia. - respondeu com ar divertido, apontando de forma exagerada para si mesmo ao fim da frase; um sorriso bonito brincava no rosto, junto das sobrancelhas erguidas.

 

—Nossa, tu é um idiota mesmo, né? -soltou o Min, revirando os olhos em desaprovação, mas logo cedendo e deixando um riso curto chegar aos ouvidos do loiro.

 

—To no cio, não me julga... -fingiu estar desapontado.

 

— Okay, senhor “Eu preciso de uma piroca na minha bunda urgentemente”. -disse devagar, provocando o menor a sua frente, que acabou corando com a ousadia do garoto.

 

—Nossa, vai se foder Yoonie! -disse se afastando, constrangido, tomando caminho para a sala de estar.

 

—Se bem que eu preciso mesmo... -resmungou, mais para si mesmo, não esperando que Jimin de fato ouvisse a "confissão"; mas o loiro estava mais que atento a suas falas, e com o vocabulário pronto para rebater qualquer idiotice que fosse.

 

—Falando nisso, quando você vai me dar a sua, hein? - perguntou Jimin, deixando um riso debochado escapar por entre os lábios cheios.

 

—Não sei, algum dia, se você merecer. -devolveu no mesmo tom.

 

—Ai, não faz assim que eu fico com vontade. -reclamou emburrado, fazendo um bico engraçado e cruzando os braços.

 

—Idiota. - o Min começou a rir alto, achando a cena completamente fofa; não acreditava como o garoto conseguia ser tão ingênuo a ponto de ser cara de pau daquela forma.

 

—Você que começa, seu coiso!

 

— Okay, okay. - tentava controlar o riso, ao mesmo que limpava uma lágrima que insistia em escapar dos olhinhos pequenos.

 

Jimin já não entendia o motivo pela qual Yoongi tanto ria daquela maneira, afinal, passou anos a considerar mais fácil ganhar na loteria e levar sete raios na cabeça, do que arrancar um mero sorriso do menino de fios escuros. E não que isso lhe incomodasse, na verdade, estava mais que disposto a se acostumar com o som das gargalhadas do Min, e em sua mente, já considerava sua melodia preferida na vida, fazendo com que tivesse vontade de sorrir sem parar, feito o bobo apaixonado que sempre fora.

 

—Onde fica a cozinha? Quero comer algo. - perguntou, assim que se recuperou da crise de risos repentina, afinal sentia o estômago resmungar por comida desde que chegara ali, e rir tanto parecia ter feito a fome aumentar consideravelmente.

 

—Segue o corredor, terceira porta a direita. - respondeu o loiro, se aconchegando no sofá fofinho enquanto abraçava uma almofada com as bochechas vermelhinhas; sentia-se ridiculamente feliz com aquilo tudo.

 

—Beleza. Tem filme? Se tiver, pega um pra gente assistir. - ditou já se afastando, seguindo o caminho indicado para a cozinha.

 

—Okayzinho!

 

Jimin saiu do sofá em um pulo, estava contente pois aquela parecia a oportunidade perfeita. Estava tudo arquitetado em sua mente, e para o menino parecia a melhor ideia que já tivera.

Fez questão de escolher um filme que considerasse completamente entediante e piegas; conhecia Min Yoongi como ninguém, e o garoto era capaz de dormir no ponto de ônibus -literalmente, afinal tal fato já acontecera, e o idiota teria passado a madrugada toda na rua, se não fosse o Park-, sabia que com um filme chatinho, a luz baixa e uma boa dose de um cafuné bem feito, o moreno dormiria logo, na certa, e o melhor: no colo do loiro.

 

[ . . . ]

 

—Hey, Yooniee, o que você ta fazendo aí? - perguntou da sala. Yoongi ainda estava na cozinha, e o Park estava a ficar entediado com a demora daquele tonto. Até mesmo cogitava se o menino não tinha dado um jeitinho de escapar pela janela minúscula da cozinha, para então rir da sua cara e lhe dizer que na verdade estava apenas tirando uma com a cara de Jimin, voltando a ser o estúpido insuportável de sempre.

 

—To preparando os sanduíches e a pipoca, por quê? - respondera, elevando o tom de voz para que o outro pudesse escutar.

 

—Nada não. - Jimin suspirou aliviado, voltando a se jogar no sofá, com as pernas pra cima, quase que como uma criança. —Traz refrigerante também!

 

—Beleza, to levando.

 

[ . . . ]

 

—Cheguei. - Yoongi entrou na sala com um prato cheio de pequenos sanduíches cortados em quadradinhos e um pote do Star Wars com pipoca até a boca; Jimin encarava o garoto, perguntando-se quando seu crush carrancudo tinha adquirido 'poderes de mãe', mas deixou os pensamentos de lado assim que se deu conta de que estava com fome, atacando os sanduíches e fazendo o moreno rir. —Que filme pegou? - perguntou, se ajeitando ao lado do loiro que agora se encontrava com as bochechas cheias da comida.

 

—Um filme aí, só assiste. - respondeu, correndo para apagar as luzes; queria pular, tamanha a animação, mas se controlou para que o moreno sentado no sofá não desconfiasse de algo. Voltou para seu lugar com um sorriso grande no rosto, fazendo os olhinhos se tornarem duas linhazinhas curvadas.

 

—Ué... Beleza então... - Min era preguiçoso demais para argumentar em algo, portanto se limitou a dar de ombros.

 

[ . . . ]

 

—Nossa, mal começou e eu já to com sono. - Yoongi bocejava e esfregava os olhos, manhoso como um gato, pensou Jimin. O loiro quase nem acreditava que seu plano tinha dado certo, e o garoto ao seu lado quase que caía de cara em cima do prato de sanduíches, de tanto sono.

 

—Dorme no meu colo, neném... - sugeriu com a voz baixa; por algum motivo estava tímido diante a situação, mas pretendia continuar com o plano e fazer aquilo tudo valer.

 

—É o jeito né, teu sofá é duro pra porra. - quase que imediatamente, se jogou no colo do Park, se aninhando ali e fechando os olhos, suspirando alto.

 

Jimin tinha as bochechas vermelhas naquele momento, mas isso não o impediu de levar as mãos até os cabelos negros do menino, deixando um carinho leve.

Queria gritar e gargalhar, eufórico, por finalmente estar naquela situação com a pessoa que tanto amou desde que era uma criança miudinha. Yoongi, além de amigo, levava o título de seu primeiro amor, e Jimin sentia que, depois de tanto levar na cara e no coração, tudo finalmente valia a pena.

 

E foi somente quando Jimin se entregara ao sono, com Yoongi aconchegado sobre ele, com a boca aberta e os braços ao redor do pescoço do loiro, que a chuva que há tempos ameaçava cair, cedeu das nuvens carregadas, finalizando a tarde de dois amigos, não tão amigos assim.

A partir daquele momento, Jimin provavelmente bolaria mais alguns daqueles planos idiotas para ter o moreno dormindo em cima de si daquela forma; e Yoongi, com toda certeza, cairia fácil em todos eles.

 


Notas Finais


e ai gostaram? FINALMENTE UM "ENCONTRO" NÉ TAVA DEMORANDO PO

meu twitter: https://twitter.com/jooseokw
meu curious cat: https://curiouscat.me/jojinluv


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...