História O Melhor Presente - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Exibições 64
Palavras 4.703
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ooooi amoooores voltei mais dessa vez com uma One de presente do Amigo secreto de Natal das Fãs de plantão do melhor casal do mundo ninja SasuHina...

Sim ficou grande de mais eu sei mas faz tanto tempo que não escrevo e eu estava morrendo de saudade de vocês então paciência e leiam ate o fim, prometo que me esforcei para ficar aceitável...

Espero que gostem, Bjoooos amoooores...!

Capítulo 1 - Capitulo Único


 

 

Não me lembro muito bem quando esse sentimento surgiu mas sei que hoje eu sou um homem totalmente diferente. A conheci a quase cinco anos atrás, no começo me senti atraído por sua beleza por seus olhos grandes e encantadores mas um tempo depois me vi completamente apaixonado por ela apaixonado pela namorada do meu melhor amigo...

Naruto e eu sempre competimos em relação a quase tudo para alguns era somente coisa de criança mas para nós era mais como uma diversão entre irmãos, sempre fomos muito ligados não só por nossas famílias serem unidas desde sempre mas porque nós nos sentimos como irmãos até mesmo nossos gostos sempre foram bem parecidos mas de um tempo pra cá ele vem tendo uma sorte quase que absurda e me sinto envergonhado por inveja-lo tanto. Naruto é uma pessoa divertida e espontânea enquanto eu reservado e discreto talvez esse seja um dos motivos para ela ter o escolhido, o jeito que ele tem de ilumina tudo apenas com um sorriso e a forma de sempre sorrir independente do problema ele se parece com sol sempre iluminado tudo enquanto eu a noite a escuridão talvez seja isso que ela tanto gosta nele.

Hyuuga Hinata uma linda mulher de 23 anos com longos cabelos num tom de preto azulado com olhos incrivelmente perolados como a lua, linda gentil e responsável, diretora da empresa da família e uma excelente violinista simples e bondosa dona de um sorriso arrebatador, era quase impossível não se sentir atraído pelo rosto sereno e meigo. Nos conhecemos em uma festa assim que me mudei para Tokyo e eu simplesmente me encantei com tudo nela mas por algum motivo ela pareceu nem mesmo me notar talvez por sua amiga de cabelos estranhamente rosa ter mostrado um grande interesse em mim, e assim como eu Naruto só tinha olhos para ela não era para menos já que ela tem uma beleza fora do normal.  Nos tornamos amigos e saiamos quase todos os finais de semana e quanto mais eu a conhecia mais intrigado e encanto eu ficava porem Sakura não saia do meu pé e para piorar Naruto parecia mais interessado do que o normal por ela e eu nunca tinha chances de me aproximar.
Certo dia os Deuses pareceram notar meus sentimentos e resolveram me ajudar me dando a chance de sair  somente eu e ela e aquele dia eu tive mais do que certeza que o que sentia por ela era realmente amor, por um único dia eu pude sentir o gosto doce que os lábios dela tinha o toque delicado e o cheiro floral de seus cabelos, por um único dia eu senti a verdadeira felicidade e o sentimento de ser completo, por um único dia eu pude pensar que realmente poderia dar certo. Mas como eu sempre tenho um asar fora do normal uma semana depois nós encontramos novamente e ela fingiu que nada tinha acontecido não respondia minhas mensagens e nunca olhava nos meus olhos, quase um mês depois Naruto a pediu em namoro e ela aceitou e pra piorar bem na minha frente, naquele minuto pude ver todas as minha chances indo para o ralo e meu coração se despedaçar em milhões de pedaços, nunca pensei que sentiria algo tão doloroso em toda minha vida e ver o pedido de desculpas nos olhos dela só me fez sofrer ainda mais.

Durantes anos eu fui um cara que fugia de relacionamentos sérios como que de uma hora para outra eu diria para ele que havia me apaixonado por uma mulher e que essa mulher era sua namorada, ele me conhecia melhor do que ninguém eu sempre o contei todos os meus segredos mas tudo relacionado a ela me deixava de mãos atadas eu simplesmente não sabia como agir, e a única coisa que poderia fazer era continuar tendo esse sentimento com a esperança de que um dia ele suma ou que seja correspondido.

 

Era doloroso e extremamente irritante, com tantas mulheres no mundo eu tinha que me interessar justo por aquela que amava meu melhor amigo, destino clichê má sorte tudo isso eram desculpas que eu arrumava para mim mesmo com intuito de amenizar minha dor. Dois meses depois do início do namoro deles me mudei para Seoul, eu não consegui vê-los juntos e a cada vez que Naruto me falava o quanto ela era incrível eu me sentia pior, eu amava uma mulher e ela era namorada de um amigo que eu considerava um irmão era quase que uma traição, eu não devia e tentava de todas as formas esquece-la mas a cada dia eu pensava cada vez mais nela e tudo em mim me pedia para procura-la e sentir mais uma vez aquele sentimento bom mas eu não podia. Eu sentia falta de estar com ele e sentia muito mais por não poder ver o sorriso lindo que ela tinha meus dias eram extremamente chatos e sem vida mas eu não ia voltar e me aproximar de novo eu não podia, das vezes que nos encontramos depois que eles começaram a namorar eu percebi que ela se sentia incomodada com algo e que as vezes Naruto me olhava de forma estranha talvez ela tivesse o contado sobre minha pequena declaração e nosso único dia juntos. Naruto é uma pessoa alegre e gentil mas quando mechem no que é dele sua personalidade muda da água para o vinho em segundos eu o conheço o suficiente para dizer que ele sabe de algo mas sua insegurança não o permitiu me confrontar e nem me perguntar nada sobre o que eu sentia por ela, eu o entendo até porque se fosse ao contrário eu não permitiria que ele chegasse perto dela em hipótese alguma e muito menos iria afronta-lo sobre o assunto.

O pior é que mesmo depois de tanto tempo eu ainda a amo, é sempre ela a primeira e última coisa que penso no meu dia é ela que procuro quando estou na rua é nela que penso quando  não tenho nada para fazer e também quando tenho muito trabalho é ela o motivo das minhas insônias, ela é o motivo da minha falta de concentração e também da minha falta de interesse em todas as mulheres que conheço, e o que mais me irrita é que sempre procuro mulheres que tenham cabelos longos  escuros e olhos claros para satisfazer minhas vontades afinal de contas eu sou homem e preciso disso tanto quanto preciso descansar e como um idiota eu procura ela em outras mulheres tentando reprimir meus desejos...

Talvez não tenha sido uma boa ideia vir passar o fim de ano em Tokyo devia ter pensado um pouco mais antes de aceitar o convite de Shikamaru que celebraria o Natal e sua festa de noivado com a esquentadinha da família No Sabuko principalmente pelo fato de que eles provavelmente vão estar lá esbanjando felicidade enquanto eu invejo meu melhor amigo...

 

Sasuke usava uma calça preta com uma blusa branca um sobretudo cinza que cobria boa parte de suas pernas e um cachecol azul escuros, mesmo estando dentro de um Taxi com o ar ligado seus dedos estavam congelando e o motorista parecia bem apreçado já que corria a mais de 50klm por hora também não era para menos quem gostaria de estar trabalhando as 10 da noite na véspera de Natal. Não podia negar que queria chegar logo não só por Itachi e Naruto estar lá mas também por curiosidade queria mais do que tudo saber como meu coração iria reagir ao ver o sorriso dela depois de tanto tempo não por ter duvidas sobre meus sentimentos porque essa possibilidade se quer existia já que mesmo depois de quase dois anos era nela que eu pensava todos os dias. Minha ansiedade era evidente até para quem não me conhecia e eu tinha certeza disso afinal de contas já fazem quase dois anos desde que me mudei e não tenho nem noção de como as coisas estão já que troquei de numero e fiz questão de passar somente para Itachi e meus pais e isso me fez questionar como Shikamaru havia conseguido me ligar, bom isso já não importava eu estava aqui e bem em frente a mansão Nara.

- Vamos lá Sasuke você já veio até aqui seja homem e continue, pensava ele enquanto dava passos curtos até a entrada bem iluminada da mansão 

- O..ola gomen incomodar ma..mas será que poderia me ajudar, diz uma voz baixa um pouco mais atrás tirando grandes embrulhos de um carro

Mau havia chegado e tinha que encontra-la né, sim o destino adorava fazer essas brincadeiras com ele o deixando envergonhado e desconfortável sempre que estava próximo a ela, não podia negar que só de ouvir a voz doce e baixa já sentia o coração apertar e uma imensa vontade de abraça-la sim ele ainda a amava tão intensamente quanto antes...

- Posso sim Hinata, diz ele se aproximando a passos largo 

- Desculpa mas... ela finalmente levanta o rosto para ver quem era, ela o olhava com os olhos levemente arregalados, era mesmo ele? 

- Sa...Sasuke, diz ela semicerrando os olhos 

- Sim, quer que eu leve tudo parece pesado, pergunta ele tentando esconder o nervosismo 

- Nã...não e...eu posso te ajudar, diz ela corada 

Sei que ela sempre foi tímida mas porque gaguejar tanto comigo, tinha me esquecido do quão fofa ela fica quando cora e desvia os olhos quando esta envergonhada 

- Co...mo está ?, faz tanto tempo desde que você se mudou nunca nós mandou noticias, diz ela entregando um grande embrulho e o seguindo 

- Estou indo, bom acho que cumpri bem meu objetivo de me afastar um pouco, diz ele com um sorriso fraco... - Mas e você como esta?

- Indo, diz ela com a cabeça baixa abrindo a porta da grandiosa mansão...

 

- SASUKEEEEEE seu bastardo como assim você não me ligou para avisar que vinha para o noivado do Shikamaru, gritou Naruto ao ver o amigo adentrar a casa

- Escandaloso como sempre, diz ele com um pequeno sorriso se aproximando do loiro 

- Aaah Hina você também chegou, devia ter me ligado eu te ajudaria a trazer os presentes, diz ele coçando a nuca 

- Ola Naruto, bom eu achei que conseguiria carregar tudo e quando cheguei o Sasuke estava lá fora ai pedi para ele me ajudar, diz ela com um pequeno sorriso 

Porque ela cora e gagueja quando fala comigo e age tão naturalmente com ele... Você mau chegou e já está comparando como ela age com você claro que ela vai ser mais espontânea com ele afinal de contas já tem dois anos que estão juntos...

- Irmãozinho quando disse que vinha eu não acreditei, diz Itachi se aproximando e tirando o grande embrulho das mãos do mais novo 

- Eu disse que vinha você devia acreditar mais no seu irmão não acha, diz ele sorrindo 

- Talvez seja porque você costuma esconder as coisas muito bem quando quer, vem vou te apresentar minha namorada , diz ele caminhando para fora da mansão com o grande embrulho

- Itachi eu conheço a Izumi esqueceu que ela é nossa prima, diz Sasuke o seguindo 

- Não mas você conhece ela como sua prima não como minha noiva...

O grandioso jardim estava muito bem decorado e iluminado Sasuke já havia cumprimentado os noivos e desejado felicidades, tinha falado com quase todos presentes já que era muito amigo de Shikamaru e Gaara e sempre andavam com os amigos deles que estavam presentes, a festa tinha uma quantidade considerável de pessoas e isso o incomodava um pouco já que nunca gostou de aglomerações. Depois de conversar muito com Noivo e Neji o primo mais velho de Hinata resolveu se sentar com seu irmão juntamente com Izumi, Sasori e Gaara, eles bebiam e conversavam sobre as festas que iam no passado e como tudo havia mudado mas sua atenção era sempre desviada para ela...

- Devia ir falar com ela, diz Itachi com a voz baixa próximo ao mais novo

- Falar com quem? Pergunta ele tentando disfarçar 

- Qual é Sasuke tem uma hora e meia que chegou e a cada cinco minutos você a procura com os olhos não negue que ainda tem sentimentos por ela está estampado bem na sua cara

- Não sei de quem está falando, e eu nunca tive sentimento algum pela Hinata, diz ele com cara de poucos amigos enquanto os demais conversavam animadamente

- Você mente tão mau quando ela é o assunto e é tão despercebido também eu nem havia dito o nome dela e você mesmo se entregou, diz ele sorrindo 

- E...eu... a você é um saco sabia, diz ele bufando 

- E você previsível, eu sei que você ama aquela baixinha de olhos de lua e acho que devia lutar pelo que quer, diz ele bebendo um gole de champanhe 

- Como eu posso lutar contra ele, já viu como ela o olha eu não tenho chance alguma você sabe que eu odeio perder e uma vez só já foi o suficiente pra mim, diz ele com a cabeça baixa 

- Você é muito burro mesmo né nem se quer percebeu a distancia entre eles, isso que dá se afastar de todos mau sabe que eles terminaram a mais de um ano e ele me disse qu...

- O que você disse, diz ele o interrompendo sentindo o coração bater mais forte

- Isso que você ouviu a Hi na ta terminou com o Na ru to a muuiiito tempo, diz ele pausadamente e sorrindo da expressão do Uchiha mais novo 

- Porque não me disse isso antes, diz ele se levantando 

- Porque você não perguntou e só pra você saber ele disse que o coração dela pertence a outro, mas ele realmente a amava 

- Isso já não me importa mais, diz ele se afastando 

- Ei boa sorte e seja menos bastardo do que da ultima vez, diz Itachi acenando para o mais novo 

- O que foi isso, pergunta Gaara sem entender a reação dos irmãos

- Nada de mais ele só acordou pra vida, diz Itachi sorrindo 

 

Droga... porque quando eu quero encontra-la ela desaparece do mapa, pensava ele enquanto andava pela mansão a procura de algum vestígio dela, não sabia bem o que fazer ou falar quando a encontrar só queria ver nós olhos dela que ela realmente não amava o Uzumaki 

- Ei Teme, diz Naruto se aproximando 

- Agora não Naruto, preciso fazer uma coisa, diz ele procurando ela com os olhos 

- Eu sei que precisa mas antes vem aqui um estante é realmente importante diz ele sem graça caminhando para uma grandiosa biblioteca 

- 10 minutos Naruto, diz ele o seguindo 

- É o suficiente eu acho, diz ele sorrindo...

- Para de enrola e fala logo, diz Sasuke impaciente 

- Acho que você não sabe ou não sabia sei lá mas o caminho está livre para você, diz ele com um sorriso triste 

- Do que está falando, pergunta ele com cara de poucos amigos 

- Qual é Sasuke não vem com essa pra cima de mim eu sei que você a ama tanto quanto eu, diz ele com a cabeça baixa 

- Continuo não sabendo do que está falando 

- Você ama a Hinata Sasuke pare de negar pra mim e pra si mesmo esta estampado na sua cara desde que nós conhecemos que você se encantou por ela tanto quanto eu, eu sei que você a beijou e sei também que ela nunca me amou da forma que eu queria, diz ele com a cabeça baixa 

- Se você sabia porque está me contando isso agora, pergunta ele se sentando numa poltrona

- Porque eu também a amo Sasuke e o que eu mais quero na minha vida é vê-la feliz ela nunca me amou por isso terminou comigo, ela não te deu a chance que queria pela Sakura, você sabe que a Hinata prefere sofrer do que magoar as pessoas e aquela época a Sakura havia se apaixonado por você e a Hinata não queria magoar a melhor amiga mas agora é bem diferente não é, diz ele com um sorriso triste

- Tem razão eu a amo e esse foi o motivo pra eu ter me mudado eu sofria por ver vocês juntos e fui mesquinho ao ponto de te invejar por tê-la ao seu lado eu sei que ela é boa de mais pra mim como também era de mais pra você, mas não venha me dizer que ela não sente nada por você por que isso não é verdade ela te olha de uma forma diferente e seus olhos sempre brilhavam quando você sorria para ela. Talvez ela só tenha um pouco de ressentimento por ter me magoado já que eu disse para ela como me sentia se ela me amasse mesmo naquela época nada poderia fazer com que ela me rejeitasse porque eu mesmo sabendo que você também gostava dela lutei para tê-la e ela me rejeitou e um tempo depois aceitou os seus sentimento, eu não tenho duvidas de que ela não me ama afinal de contas ela só tinha olhos para você e depois que vocês terminaram eu não estava aqui duvido muito que quando ela aceitou ser sua namorada sentia algo por mim. Eu sou bem realista e você sabe disso mesmo que meu coração me diga que tenho chances minha mente diz totalmente o contrário

- Você consegue ser mais idiota do que antes... Você por algum acaso ouviu o que eu disse A HINATA TERMINOU COMIGO POR QUE NÂO ME AMAVA, diz ele pausadamente.
- Nós nos dávamos bem e quase nunca brigamos que motivos ela teria para terminar comigo se me amasse, nós já estávamos juntos e sete meses Sasuke, eu não disse que ela te ama ou amou só disse que não aceitou seus sentimentos por causa da Sakura depois que terminamos ela não teve mais ninguém é como se estivesse esperando alguém aparecer ou reaparecer... Bom entenda como quiser só queria deixar claro que não teria ressentimentos casos vocês decidissem ficar juntos até porque eu e ela somos amigos bem íntimos agora e esse amor não correspondido logo passa, diz ele caminhando para a porta da biblioteca

- Aaah se te interessa ela esta na varando no segundo andar é no final do corredor do lado esquerdo...

 

Ele suspira pesadamente e se levanta, mesmo que não quisesse precisava falar com ela até porque antes de conversar com Naruto já estava a procurando como um desesperado. Ele sobe as escada lentamente e relutante, não entendia o porque de Naruto ter o contado aquelas coisas e muito menos seus sentimentos no momento, por mais que quisesse acreditar que dessa vez teria uma chance sua cabeça dizia que ela o rejeitaria de novo, ele era persistente e nunca desistia fácil de seus objetivos mas quando ela era o que almejava uma tremenda insegurança tomava conta de seu corpo o fazendo pensar duas e até três vezes antes de agir e falar qualquer coisa quando próximo a ela.

Estava bem mais nervoso do que da última vez que pensei em me declarar só que agora era tudo muito diferente. Ainda a amava tanto quanto a dois anos atrás ela não era comprometida e muito menos ele, ela e Sakura nem deviam  ser tão amigas assim e a rosada provavelmente já tinha o esquecido tudo parecia conspirar a seu favor menos sua coragem... A cada passo que dava seu medo aumentava e estava se segurando para não desistir de procura-la

- Vamos lá Sasuke só mais essa vez, diz ele com a voz quase que inaudível já próximo da varanda...

A neve caia fina como uma garoa e as nuvens não tampavam o céu escuro por completo mesmo estando frio suas mãos soavam só por vê-la e nem precisava estar muito próximo para poder sentir o cheiro floral dos longos cabelos azulados que balançavam com o vento fraco – Ainda era o mesmo perfume, pensou ele com um pequeno sorriso encostando-se próximo a ela.

- Não vai descer para comemorar com os outros, pergunta ele se apoiando na sacada.

- Quero ver os fogos daqui de cima quando eles acabarem eu desço, e você não vai desejar felicidades aos outros, pergunta ela sem olha-lo 

- Posso fazer isso depois... Posso ficar aqui com você, pergunta ele virando minimamente o rosto para encara-la 

- Sim claro, diz ela com um pequeno sorriso 

- O que andou fazendo por esses anos

- Nada de muito interessante, ainda sou diretora da empresa ainda toco o mesmo violino, não fiz muitos amigos novos e saio bem menos para baladas não tenho mais um namorado e já não tenho mais uma melhor amiga, mas e você o que fez 

- Comprei o carro dos meus sonhos trabalho em uma grande construtora, me afastei dos meu antigos amigos e não fiz muitos novos ainda saio com frequência nunca tive uma namorada e... ainda amo a mesma mulher, diz ele a olhando nos olhos 

- Entendo, acho que você tem uma vida bem melhor que antes, se continuasse aqui talvez não tivesse comprado o carro que tanto queria mas teria tido uma namorada, até um tempo atrás Sakura ainda tinha esperanças 

- Ter me mudado não foi tão bom assim, lá eu quase não tenho amigos e também não podia ver o sorriso daquela que amo e além disso Sakura nunca foi uma opção nem se quer passou perto de ter algo que eu me interessasse 

- Você talvez só não tenha olhado direito, você é uma pessoa comunicativa e agradável de estar acho que muitas pessoas queiram ser suas amigas mas você quase sempre esta com uma cara fechada e isso meio que afasta as pessoas, e bem a Sakura é uma mulher bonita e uma medica bem sucedida pode ser um pouco agressiva mais é uma boa pessoa e tem um grande coração, você só devia prestar um pouco mais de atenção, diz ela com a voz calma o olhando

- Você nunca olhou pra mim não é mesmo, nunca vai sentir por mim o que sinto por você nunca vai me dar uma chance né, diz ele com a cabeça baixa...  - Tudo bem e...eu te entendo, bom acho que vou indo até uma próxima Hyuuga, diz ele se virando para a entrada da varando 

- Eu sempre amei você, diz ela com a voz baixa. - Desde que nós conhecemos eu sempre olhei você e quando você me beijou no parque no dia 22 de setembro o que eu mais quis era ter dito isso a você mas eu não podia, minha melhor amiga era apaixonada por você e eu não podia magoar a pessoa que sempre esteve do meu lado, eu estava mau e quando Naruto se confessou eu pensei que poderia deixar esse sentimento para trás e seguir com ele mas cada vez que eu te via meu peito doía tanto era como se estivessem me apunhalando e quando você foi embora eu percebi que a dor que sentia não era nada comparado a não te ver e nem ter notícias, um tempo depois eu me arrependi de ter dado a chance ao Naruto ele era carinho e atencioso comigo e quando ele dizia que me amava eu me lembrava de você e isso só me machucava ainda mais eu estava sendo ruim para uma pessoa tão boa quanto ele. Um tempo depois eu viajei para Seoul com Neji eu tinha esperanças de ver você e no ultimo dia lá ele me fez ir a um restaurante Italiano no centro e quando nós estávamos indo embora eu vi você entrar de mãos dadas com uma mulher bonita de olhos vermelhos e dai eu pensei que você tivesse me esquecido e estava seguindo em frente, e eu tentei fazer o mesmo. Hoje meu coração ainda bate por você e eu ainda não sei como agir na sua presença ainda fico tão nervosa quanto ficava a dois anos atrás mas não sei se ainda te amo tanto como amava antes   

 

Seu coração batia tão rápido e descompassado que pensou por um minuto que poderia enfartar, era mesmo possível que tudo isso estivesse mesmo acontecendo, lentamente ele se vira para encara-la. Tão linda quanto se lembrava, aponta do nariz e as bochechas estavam coradas talvez pelo frio os olhos perolados o encarava tão intensamente como se estivessem o confrontando ele teve que se segurar o máximo para não beija-la imediatamente.

- Porque diz isso, pergunta ele sem desviar o olhar 

- Porque afirmou que eu nunca olhei para você que eu nunca tive sentimentos por você e isso não é verdade, eu sei que fui egoísta e que sem querer te machuquei muito mas você não sabe nada sobre o que sinto não sabe como foi difícil pra mim ter que guardar isso pra mim durante todo esse tempo, sei que posso estar sendo injusta agora porque você deve ter sofrido mais do que eu mas não acho justo que você diga coisas sem saber 

- Te fiz duas afirmações e uma pergunta Hyuuga e estou esperando que me responda tão segura de suas ações quanto a resposta que acabou de me dar, diz ele se aproximando e a olhando nos olhos 

- Não tenho uma resposta para isso, diz ela suspirando e abaixando o olhar... – Não ainda 

- Posso te ajudar a responder, diz ele tocando levemente o rosto pálido...

 

- Chega de Histórias por hoje, diz ela se levantando 

- Mas Okaa-san ainda não temino, falta o beijo que nem naquela histólia da plincesa, diz a pequena de olhos perolados 

- Quem sabe no próximo Natal, diz Sasuke também se levantando 

A pequena faz bico arrancando risadas dos mais velhos 

- Akemi depois o Otou-san termina vem vamos dormir se não o papai noel não vem te dar seus presentes, diz Akira pegando a mais nova no colo 

- Mais nii-san eu só quelia que terminasse a histolia, diz ela com um olhar triste abraçando o mais velho 

- Se prometer se comportar eu conto pra você amanhã diz o mais velho de olhos negros e cabelos azulados sorrindo 

- Até amanha Okaa-san Otou-san agola eu vou mim ta bom, diz ela também sorrindo  

- Ate amanha pequena, diz Hinata beijando a testa da menor e indo em direção ao quarto 

- Akira, tem certeza que consegue coloca-la para dormir, pergunta Sasuke 

- Sim Otou-san, até amanha, diz ele caminhando até o quarto da mais nova...

 

- Você nunca percebe que esta contando partes indecentes para eles não é mesmo, diz ela já deitada na cama 

- Ainda bem que tenho você para me lembrar que eles ainda são pequenos de mais para saber que enquanto os outros via os fogos eu via seu rosto corado e suado enquanto gemia meu nome, diz ele com um sorriso de lado se deitando sobre ela 

- Sa...Sasuke i...isso não é coisa que se diga, diz ela corada 

- Sim, não é bom que eles saibam quando Akiro foi feito, diz ele dando beijos em todo o rosto dela 

- Você não tem jeito né, diz ela o abraçando

- Já disse que você foi o melhor presente de Natal que eu poderia ganhar, pergunta ele a olhando nos olhos 

- Sim todo ano você me diz isso no Natal, diz ela sorrindo 

- Que bom e acostume-se você vai ouvir isso em todos os Natais de sua vida... Mas agora que tal fazermos nosso Yoshiaki você me prometeu dois filhos Homens e uma Mulher e não sei se já percebeu mais Akiro já tem cinco anos e Akemi dois acho que já esta mais do que na hora da chegada do nosso ultimo filho 

- Como você pode ter tanta certeza de que se tivemos mais um filho será homem 

- Do mesmo jeito que sabia que Akiro teria os meus olhos e Akami os seus esqueceu que sou um Uchiha eu sei de tudo, diz ele antes de beija-la 

- Sei também que você me ama tanto quanto eu te amo, feliz Natal Hime...

 

 


Notas Finais


Grande né eu sei não me matem se eu escrevesse o Hentai ia ficar maior ainda rsrsrs

Espero que tenham gostado bjooos ate o próximo amooooores.!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...