História O menino da casa ao lado - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais, Stranger Things
Personagens Mike Wheeler, Personagens Originais
Tags Dustin, Emillyandrade, Escola, Festa, Finn, Finnwolfhard, Lucas, Lucasandrade, Mistério, Musica, Romance
Visualizações 43
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Poesias
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 18 - Cap 17


Fanfic / Fanfiction O menino da casa ao lado - Capítulo 18 - Cap 17

"você tá se sentindo melhor?" - Perguntou Finn colocando uma de suas mãos nas costas de Emilly.

"Sim, estou, porque?"

"Me convidaram para uma festa hoje, as 22:00, vamos?" - perguntou com medo da resposta que a mesma daria .

"Ah, festas... Eu não..."

"Vamos por favor" - Disse interrompendo a fala de Emilly.

"Tá booom, eu vou, mas por você, tá?" - Disse se levantando - "Eu preciso me arrumar! Acho melhor você sair do quarto. "

Finn assentiu e saiu do quarto. 

Emilly foi até seu closet e colocou uma roupa.



Quando saiu do quarto, Finn a olhava de cima a baixo, seus olhos brilhavam e sua fala travará antes mesmo de começar a falar.

"N-nossa... -V-você está lin-linda" - Disse Finn que não parava de olhar para as pernas de Emy.

"Finn, para de olhar para as minhas pernas" - Ordenou olhando fixamente para Finn que corava.

Emilly começará a descer as escadas e Finn descerá junto. Chegaram a porta da saída e a mãe de Emilly gritará de seu quarto uma coisa abafada que não dará para Emilly entender. Ia abrindo a porta quando Lucas parou no começo da escada.

"Onde você pensa que vai?" - Disse ríspido olhando para Finn e para Emy.

"Vou a uma festa, Lucas, porque?" - Disse ríspida dando a resposta.

"A Megan vai?" - Pergunto Lucas a Finn.

Finn assentiu.

"Quer ir?" - Emilly Perguntou a Lucas.

"Sim, vou me arrumar!" - Disse indo em direção ao seu quarto.

Emilly fechou a porta que estava um pouco aberta, e se sentou no sofá. Finn logo em seguida se sentou ao lado dela colocando o braço em volta do seu pescoço. Emilly o olhou envergonhada e corada. Seus olhos pararam ao encontrar os de Finn. Os olhos de ambos brilhavam. Emilly sentiu um arrepio que nunca sentira antes, não era o mesmo arrepio que sentia quando era tocada por Finn, ou quando sentia frio, era um arrepio com eletricidade, era como se aquele arrepio fosse uma força elétrica que percorreu a espinha de Emilly. A mesma piscou os olhos várias vezes para de certificar de que Finn era real e que não era um sonho que estava tendo mesmo estando acordada. Finn se aproximou e suas reparações ofegantes iam e viam em sincronia. O coração de Emilly batia mais rápido a cada centímetro que Finn se aproximava. Ambos estavam a centímetros um do outro quando uma voz interrompeu o momento.

"Ei, sai de perto da minha irmã" - disse Lucas descendo a escada e partindo para cima de Finn.
  Emilly nunca virá Lucas tão irritado, estava vermelho de tanta raiva que carregava. Seus olhos pareciam fogueiras flamejantes. Os dentes estavam preensados um nos outros. Os punhos de Lucas se encontravam fechados prontos para dar um soco no rosto de Finn. Emilly levantou depressa para impedir o irmão antes que desse uma surra em Finn.

"Para!" - gritou Emilly colocando as duas mãos nos peito de Lucas.

"Você pensa que é quem pra vir aqui na minha casa e agarrar a minha irmãzinha?" - disse Lucas empurrando Emilly para que ela caísse no sofá.
   Lucas ainda se dirigia a Finn que estava com uma expressão assustada e dava passos largos para trás. Emilly levantou novamente e foi em direção a Lucas. Pegou delicadamente em sua mão e o puxou para a cozinha. Fez-o sentar na cadeira e Emilly se apoiou na mesa.

"Por que você está agindo assim?" - Disse Emilly ríspida com um olhar desafiador.

"Eu só queria te proteger!" - Disse olhando diretamente nos olhos de Emilly.

Emilly bateu na mesa - "Me proteger do que?" - Disse com raiva na fala.

"Emilly, você é muito nova! Eu já te disse isso!" - disse Lucas se levantando

"Senta aí que agora você vai escutar garoto! Quem você pensa que é para dizer se eu sou nova ou não para namorar? Você tem a mesma idade que eu e é chamado de galinha por aí! Vive pegando várias para esquecer a Valentina que cansou de você e foi procurar outro que fosse melhor que você! Por que você não para de se preocupar com a minha vida e vai cuidar da sua reputação? Não é só por que você é famoso que pode sair mandando em todos!" - disse olhando diretamente para Lucas que a olhava com uma expressão assustada pois nunca vira a irmã tão alterada daquele jeito.

"Olha aqui Emilly - disse levantando e batendo na mesa - Eu só quero o seu bem tá legal? Por que você sempre tem que sair jogando tudo na minha cara? Não sou só eu que erro nessa casa! - disse indo em direção a saída da cozinha.

" Você ainda vai na festa?" - disse Emilly.

"Sim" - disse ríspido.

Emilly saiu da cozinha esbarrando com o ombro no ombro de Lucas. Que a olhou com um olhar desafiador e ao mesmo tempo desapontado. Não gostava de brigar com a irmã, eles eram tão unidos antes de se mudarem para Califórnia. Eles brincavam de bonecas quando Emilly era mais nova, adoravam ver filmes de terror juntos pois riam um da cara do outro quando ambos levavam sustos. Lucas adorava ler histórias para Emilly dormir quando tinha insônia, ou ir dormir no quarto da irmã quando tinha um pesadelo. Eles haviam se afastados muito nos últimos meses, ou nos últimos anos.

Emilly abriu a porta.

"Vamos Lucas!" - disse Emilly ríspida.

"N-não... Não vou mais..." - disse com uma voz triste.

Emilly suspirou e olhou para Finn.

"Senta aqui no sofá por um minuto por favor? Preciso falar com ele" - disse olhando para Finn.

Finn acentiu e se sentou no sofá olhando para a Tv.

Emilly foi em direção a Lucas.

"Vamos subir?" - Emilly perguntou a Lucas que assentiu logo depois.

Os dois subiriam as escadas e foram em direção ao quarto de Lucas. Entraram e Lucas se sentou na cama esticando a cabeça para trás encostando a mesma na parede. Emilly se sentou a sua frente.

"Desculpa" - disseram ambos ao mesmo tempo.

Ambos soltaram uma risada leve pelo nariz. Olharam um no olho do outro. Emilly sabia que aquele olhar era o olhar que Lucas dava quando estava pretendendo chorar por horas. Emilly se aproximou e lhe deu um abraço e mais uma vez Lucas pois-se a chorar no ombro da irmã. Emilly se sentiu culpada por ter sido tão grossa mais cedo.

"Me perdoa?" - perguntou Emilly se separando de Lucas - "Me perdoa por ser a pior irmã do mundo?"

Lucas soltou uma risada leve pelo nariz - "você não é a pior irmã do mundo, só estava tentando fazer com que eu  enxergasse que você não é mais a minha irmãzinha" - Disse deixando uma lágrima escorrer sob sua bochecha.

"Ei, não chora! Nós ainda somos os 'irmãos loucos', não somos?"

"Sim, somos" - afirmou Lucas.

"Ok, hoje eu deixo voce dormir no meu quarto e amanhã de noite fazemos uma maratona de filmes de terror, ok?" - Perguntou Emilly.

Lucas assentiu e deu um abraço surpresa na irmã. Emilly soltou um sorriso de lado e leve. Lucas e Emilly desceram as escadas e Emilly chamou Finn. Chamaram um Uber e foram para a festa.




Notas Finais


Eeeeeeee, Sorry pela demora mas tá aí! 
Espero muito que vocês tenham gostado, esse capítulo foi mais centraliza no Lucas por que eu achei que ele não tava participando muito. Mas no próximo Cap vai ser baseado mais no Finn e na Emilly!

Beijos de queijos 🧀❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...