História O menino e o lobo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Castiel, Iris, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Thomas
Tags Amor Doce, Drama, Romance, Suspense, Yaoi
Exibições 36
Palavras 754
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Primeiro cap, pode ser que encontrem erros de ortografia ou algo do tipo pois fiz meio corrido ashuashua :v
Espero que gostem mesmo assim u.u

Capítulo 1 - Uma noite quase normal


Minha matilha estava faminto, a neve gélida caia sobre a luz da lua, estávamos em nossa verdadeira forma para nos mantermos aquecidos, todo inverno os outros animais ficavam escondidos ou até mesmo hibernando, não era tão fácil achar comida como no verão ainda mais esse ano cujo o aumento de humanos que caçam apenas para se divertir aumentou muito, matando nossos lanches e colocando em suas paredes como prêmios.

Vossa líder havia saído para caçar noite passada e não tivemos contato com ela desde então,Castiel parecia preocupado, olhava fixamente para uma árvore, perdido em seus próprios pensamentos, seu pelo negro se destaca ainda mais aquela noite, tivemos uma pequena discussão mais cedo por conta que ele tinha se aproveitado de uma armadilha de um caçador que pegou um pequeno coelho branco, ele sabia que tínhamos um filhote no bando e ele precisava mais de alimento do que ele, egoísta.

Thomas, era o nome do nosso pequeno lobo ruivo, ouvia sua barriga roncar mesmo estando consideravelmente longe, estava deitado sobre as patas peludas de sua irmã, Íris, ela era gentil ou pelo menos parecia, tínhamos achado ela quando confrontava um urso pardo grande e gordo discutindo sobre algo relacionado a peixe, o urso já estava indo pra cima, estava em pé, e um conselho meu, quando um urso se coloca em pé sobre as patas traseiras, corra, eles não vão querer mais conversar, ainda bem que a líder conhecia o urso ignorante e conseguiu convencê-lo a não matar Íris e seu irmão, até hoje não entendo o que aconteceu entre ela e o senhor urso e porque ela quase morreu por causa de peixe.

Eu não sei se estava ficando louco ou com muita fome , comecei a sentir um aroma doce e perfumado, me lembravam flores da primavera mas não era natural, o cheiro de álcool se misturava a fragrância, em todo os anos que eu morei aqui só senti esse cheiro quando...humanos! Meus olhos cruzaram com os de Castiel no mesmo instante.

-Ei, tá sentindo esse cheiro cara?- disse Castiel com os olhos arregalados

-To mas, eu nunca tinha sentindo esse cheiro tão tarde assim- falei confuso com o que o meu olfato me dizia

Íris apertou ainda mais seu irmãozinho contra seu corpo que dormia como uma pedra.

-Estamos com sorte, Lys- sorriu o amigo com seus dentes pontudos e amarelados

-Cara, nem pensa nisso, eu vou sozinho, Você fica aí com a Íris e o Thomás- interrompi

Castiel olhou para os dois irmãos e virou os olhos, frustrado, era estranho ele não insistir, ele deve ter se arrependido por ter comido o coelho ou só tá com preguiça de debater mesmo.

Segui o cheiro que estava vindo alguns km depois de onde nosso território ficava, corri entre os pequenos montes de neve e saltando com minhas patas brancas, a neve fazia com que eu ficasse quase invisível se camuflando com a neve, as árvores facilitam ainda mais meu trabalho de ser sorrateiro, seria um caçador nato se os animais aqui não fossem tão frientos e dorminhocos.

De longe conseguia ver...um pedaço de pano vermelho chamativo se mexia aos poucos, chegando alguns metros apenas daquele pano que o vento levava…ou quase, uma criança humana com cabelos loiros e olhos cor de mel carregava o pano em seu pescoço, usava um casaco marrom e calça...como os humanos dizem mesmo?ah,moletom, caminhava sobre a neve fofa com seus pés afundando sobre ela, tendo um pouco de dificuldade de se movimentar.

Lambi meus lábios, parecia tão saboroso...baba escorria da minha boca, enquanto o menino caminhava em passos lentos ao leste, minha respiração ficava ofegante, eu estava com tanta fome…

O menino parou, olhou lentamente para trás mas parece que os pinheiros e a neve me camuflaram. O instinto junto a fome foram fortes demais, o menino se virou de costas pra mim, tão indefeso e...saltei sobre ele sem pensar duas vezes, o menino se virou no mesmo no momento

-Então, era você que me observava?-riu a criança loira

-Oque?- como aquele menino sabia da minha presença? Segurei seus pulsos com força para não escapar

-Você também está com fome? Faz dias que não como nada- falou o menino inocente

-C-Como pode não estar com medo de mim? Eu sou um lobo e vou te matar-Perguntei indignado

-Bem... você me parece uma pessoa normal pra mim, é até bem bonito- Respondeu o garoto com um sorriso

Não acredito que me transformei na minha forma humanóide, isso acontecia algumas vezes mas por que agora? Só pode ser brincadeira.


Notas Finais


Obg por ler <3
Próximo cap será postado em breve!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...