História O menino que ler - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Lu Han, Sehun
Tags Chan Baek, Hunhan, Livros, Separação, Sequestro
Exibições 18
Palavras 891
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - O menino que ler


Um menino quieto, um menino silencioso, um menino extremamente isolado do mundo a fora,esse menino não sabia o que é trabalho em grupo pôs o mesmo nunca teve amigos. Bom não que ele lembre. - filho, acorda você vai se atrasar - a mãe de baekhyun tentava ô acorda - eu já vou mamãe - falou meio sonolento - tá só não me desobedeça, porquê senão vai chegar atrasado - baekhyun sentiu a presença do lado da sua cama sumir e foi aí que ele abriu um dos olhos - mais um dia entediante - baekhyun se levantou da cama olhou para o relógio, viu que ainda estava no horário. Então se levantou e foi tomar um banho.

Já vestido calçou os sapatos e desceu para tomar café - ainda bem que acordou na hora que eu o chamei - sua mãe estava sentada na mesa farta de alimentos - se juntou-se à mim baekkie - sua mãe estendeu o braço para o meno que foi e se sentou do lado da mesma - mamãe, cadê ô papai - perguntou enquanto - passava geléia na bolacha - foi para a empresa filho,ele estar cada vez mais ocupado - deu um sorriso doce para o menino que abaixou a cabeça e continuou a comer - sim mamãe, passo me retirar -  pediu - sim filho - o menino saiu correndo para ô seu quarto, para pegar a sua mochila.

Desceu e viu a sua mãe lavando a louça, foi ao encontro dela e o abraçou por trás- eu já vou mamãe - deixou a cabeça apoiado nas costas da pessoa que o colocou no mundo - vá com deus meu filho e toma cuidado - largou a louça de lado secou as mãos no pano de prato, e abraçou o menino - eu te amo  mamãe - um abraço apertado foi dado em sua mãe - eu também meu filhote -

Depois de se despedir de sua mãe ele ainda tinha escola para ir, baekhyun andava pela calçada despreocupado e com a cabeça baixa, baekhyun não pensava em nada a não ser querer voltar para casa. Sentiu alguma coisa cutucar o seu ombro, olhou para o lado e viu uma mão mais quando ía retirar aquela mão do seu ombro a pessoa foi mais rápida e tampo a sua boca e saiu arrastando para não sei aonde aí, baekhyun entrou em desespero guando um pano foi colocado em seu nariz, ele não queria inalar aquilo pôs sabia do que se trata, ele se debatia para tentar sai das garras da quela pessoa, mais sem sucesso.    

Horas depois

Silêncio era a única coisa que escutava enquanto estava de olhos fechados e também  não pensava em abri-los, mais também estava curioso para saber aonde estava, porque na ultima vez que se lembre estava na rua andando para ir pra escola. Mais agora ele tem 100℅ de que não estar mais no lugar que estava antes, ainda mais depois de apagar. Baekhyun encorajado abriu os olhos mais a decepção foi domada por ver que estava num lugar aonde não conhecia, o mais esquisito e porque aonde ele está tem janelas e um banheiro e só. Se levantou e ficou parado olhando para fora, ele queria ser livre assim como os pássaros que voam lá fora. Baekhyun não estava chorando e também não estava com medo, era esquisito porquê  ele foi sequestrado e ainda está calmo isso e esquisito.

Sentado em frente a janela baekhyun estava até que gostando mais estava entediado, e também com um pouco de raiva porque estava com fome e pela cara deve ser umas seis horas da tarde e o seu estômago só queria comida, se levantou e foi no banheiro abriu a torneira e bebeu a água da torneira do banheiro, desligou e retirou a roupa e foi se banhar pós estava com calor, ainda mais o cômodo  que era fechado extremamente para ele não fugir. Ficou olhando para ver se achava algo para ver se secar, mais não tinha mas, também não queria molhar a sua roupa então colocou só a sunga, ele não estava incomodado por estar só de sunga mais o sei estomago sim.


Ele já não estava aguentando seu estômago só tinha água e isso o fazia o passar mau , sentia sua visão ficar turva e ao os poucos seus olhos foram se fechando até cair deitado no chão desacordado, mais se ele tivesse aguentado só mais um pouco ele iria ver a pessoa que abriu a porta depois que que ele desmaiou - será que ele vai ficar bem Luhan - perguntou enquanto olhava o menino deitado no chão só de sunga - vai sim chanyeol, mais só se você o alimenta-lo e agasalha-lo, poque ele esta gelado - respondeu enquanto tocava na pele leitosa de baekhyun - eu irei pegar as coisas e vou pedir para os empregados fazerem alguma coisa para ele comer - se levantou e saiu do quarto deixando Luhan com o menino - não sei como ele obteve coragem de sequestrar você, ele poderia falar com você como uma pessoa normal - falou enquanto afogava os fios negros de baekhyun - voltei, aqui estar - entregou os cobertores para o loiro que cobriu baekhyun e deixou um selo na testa, saiu do quarto deixando um baekhyun desacordado no quarto.


Notas Finais


Sei que tem erros mais eu não estou ne aí, eu só vim aqui dividir as minhas criatividades com vocês e espero que goste,

Beijos ::>_<::


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...