História O menino que você ignorava - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Lu Han, Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Lu Han, Mark, Sehun, Suho, Taeil, Xiumin
Tags Chanbaek, Drama, Exo, Huhan, Kaisoo, Lemon, Lu Han, Mpreg, Nct, Romance, Shortfic, Sulay, Yaoi
Visualizações 56
Palavras 646
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - 10 - Revolta


revolta

BaekHyun encarava furiosamente JiSung, o mesmo queTaeIl porinha um sorriso cínico no rosto.

-Você também, Byun BaekHyun? Parece que quermatar ouse vingar de DoYoung... Ou apenas quer trazê-lo de volta?

"Trazê-lo de volta?" -BaekHyun questionava a si mesmo. - Você não o matou? - perguntou para o menor, que segurava uma taça com vinho.

- Voilà, você descobriu Byun! - bateu palmas ansiosamente enquanto gargalhava e deixava o vinho sair da taça. - Veja e aprenda. - disse, olhando para a lareira que queimava naquela sala vermelha. - Tragam-no! - JiSung gritou e, instantaneamente, seus monstros trouxeram uma bola dourada que queimava uma chama de fogo dentro dela.

- O que é isso? - BaekHyun perguntou, arriscando se aproximar do menor.

- A alma humana de Kim DoYoung, BaekHyun. O que mais poderia ser? - JiSung riu mais uma vez, se divertindo ao ver o desespero do Byun. - Você, Byun BaekHyun, até agora foi um bonequinho meu. Eu te controlei até agora! Eu fiz você matar seus amigos, eu fiz você matar ChanYeol do pior jeito possível, eu fiz você vir até aqui, BaekHyun... - JiSung continuava rindo de quão burro era BaekHyun. - Eu fiz você se matar, Byun!

- Não...

- Sim! E TaeIl também. Oh, Moon TaeIl, o boneco de porcelana que DoYoung cuidava tão bem. Agora virou um demônio que não têm mais salvação! - JiSung andava em volta de BaekHyun, observando cada traço de seu corpo. - Você e TaeIl são tão preciosos para mim. Se não fosse por vocês, eu não teria chegado até aqui. - abriu os braços e sorriu, logo aplaudindo pelo espetáculo que havia feito. - Ah, também esqueci de um detalhe: LuHan não irá voltar, não mais.

- Tem certeza, Park JiSung? - uma voz por trás de JiSung foi presenciada. - Você é muito desleixado, Diabo. A Agada Branca que você usou para matar os outros, agora vai matar você.

- Xiao LuHan, seu maldito! - JiSung gritou, erguendo suas asas para contra-atacar o maior, que segurava a Adaga em suas mãos prestes a perfurar o peito de JiSung.

O Park pulou em cima do chinês, que tentava de qualquer forma furar o peito do outro com a Adaga. Então, LuHan olhou para BaekHyun, que estava imóvel, e jogou a Adaga para ele; BaekHyun, por sua vez, pegou a Adaga que caíra no chão e correu até JiSung, pulando em suas costas e perfurando primeiro seu pescoço.

Um grito ecoou pela sala, seguido por mais um.

BaekHyun havia conseguido perfurar o peito, junto com o coração de JiSung.

O menor se despedaçava aos poucos, queimando no próprio inferno que tinha criado, junto com seus monstros e almas inocentes roubadas. BaekHyun olhou as cinzas espalhadas pelo chão, percebendo que ali era o começo de tudo. O começo estava tão próximo novamente.

 

LuHan e BaekHyun procuravam incansavelmente o maldito Moon TaeIl por todas as partes do Paraíso. Ambos gritavam, mas nenhum sinal do mais velho.

- Cacete! Onde ele se enfiou? -BaekHyun murmurou, ainda gritando pelo nome do Moon por todas as partes, quando viu que TaeIl vinha de mãos dadas a alguém. Mas quem era?

- TaeIl?! - LuHan corria para mais próximo do mais velho, que sorria incansavelmente para a pessoa ao lado. Quando LuHan chegou até eles, se surpreendeu.

- DOYOUNG SEU MALDITO, EU VOU TE MATAR! - BaekHyun gritou, corrente atrás do Kim, que fugia do menor. - Por sua culpa, eu pus minha vida, a vida de LuHan e a tua vida em risco! Imagine se eu não tivesse matado JiSung! Você continuaria preso até que JiSung te mataria de vez, e você fica aí andando sorrindo como se nada tivesse acontecido?!

-BaekHyun! - LuHan vociferou. - O que importa é que acabou! Estamos livres agora. Sem mais regras, sem mais medo, sem mais Rei! Viveremos livres agora, tanto aqui quanto no mundo humano.

Sim, livres, BaekHyun não sabia o sentido daquela palavra há muito tempo.

Agora poderiam ser livres.


Notas Finais


Não odeiem o Flautinha e a Rodada por terem matado o JiSung <3

Eu tô pensando em terminar a fic com 14 capítulos, se eu tiver tempo de escrever... Porque tá foda, viu -.- nunca pensei que se minha mãe passasse dois meses aqui em casa seria tão cansativo (oh muier chata dozinferno).

E desculpa por ter um final de cap boxta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...